110 ANOS DA IMIGRAÇÃO JAPONESA: Com Turma da Mônica e Dragon Ball, Paraná apresenta roteiro para visita da família imperial

A Aliança Cultural Brasil-Japão do Paraná e o Instituto Brasil-Japão já definiram o roteiro para receber uma eventual visita representantes da família imperial japonesa “ou de alguma importante autoridade” daquele país para as comemorações dos 110 anos da imigração japonesa no Estado. O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão Organizadora dos 110 anos da Imigração Japonesa do Paraná, deputado federal Luiz Nishimori (PR-PR), que visitou a redação do Jornal Nippak acompanhado do presidente do Conselho Deliberativo da Aliança Cultural Brasil-Japão do Paraná/Liga, Ricardo Origassa, e da coordenadora geral do do ‘Imin 110’, Isabel Yokomizo.

 

Deputado federal Luiz Nishimori com a coordenadora do Imin 110, Isabel, e Ricardo Origassa. Foto: Aldo Shiguti

 

A visita terá início no dia 19 de julho, com um almoço na capital paranaense e que deve contar com a presença do governador Beto Richa (PSDB) e do prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN), além de autoridades japonesas e brasileiras locais. Ainda na quinta-feira, a comitiva deve seguir para Londrina (no norte do Paraná), onde vai pernoitar. No dia 20, sexta, a programação começa com com visita à Acel (Associação Cultural e Esportiva de Londrina) e à Praça Tomi Nakagawa. Inaugurada em 22 de junho de 2008 por ocasião das comemorações do Imin 100 com a presença do príncipe herdeiro do Japão, Naruhito, e do então vice-presidente da República, José Alencar, a praça é uma homenagem à última sobrevivente do Kasato Maru, Tomi Nakagawa, que faleceu em 2006 às vésperas de completar 100 anos.

De Londrina, a delegação seguirá para Rolândia (distante cerca de 20km de Londrina), onde está localizado o Museu Histórico da Imigração e Colonização Japonesa no Paraná. Entre as atividades previstas, o(a) representante da família imperial deve depositar flores em homenagem aos pioneiros falecidos no Imin Center.

De Rolândia, a comitiva embarca para a cidade de Maringá, onde almoça. Por volta das 16 horas está prevista a chegada no Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro, palco das comemorações dos 110 anos da imigração japonesa no Estado.

 

Praça Tomi Nakagawa faz parte do roteiro da visita. Foto: divulgação

 

Concorrência – “O local é enorme, para visitar todas as atividades serão necessárias, no mínimo, duas horas”, explica Nishimori, lembrando que a solenidade oficial de abertura começa às 19 horas do dia 20. “Aí termina a visita da família imperial ou de alguma autoridade japonesa, mas nossa festa prosseguirá até o dia 22”, conta o deputado, acrescentando que, para evitar a concorrência com o Estado de São Paulo, que marcou a comemoração principal para o dia 21 de julho, concomitantemente com a realização do 21º Festival do Japão, o maior evento de cultura japonesa do mundo organizado anualmente pelo Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center (zona Sul de São Paulo), a comissão do Paraná marcou sua solenidade para a sexta-feira, dia 20.

Apesar de ainda não ter confirmação de quem virá, Luiz Nishimori acredita que a Casa Imperial deve indicar a princesa Mako. “Se vier uma princesa seria muito oportuno para o Paraná porque coincide justamente com nossos objetivos, que é o de valorizar a participação dos jovens nas comemorações”, destaca o parlamentar, acrescentando que “quem quer que seja a(o) escolhida(o) a gente ficará muito feliz”.

“O movimento para que venha alguém é grande tanto em São Paulo como no Paraná”, diz Nishimnori, lembrando que, a Casa Imperial “sempre enviou representante nessas comemorações, exceto em 1998, nas comemorações do Imin 90, quando veio o então ministro dos Negócios Estrangeiros Keizo Obuchi, que mais tarde seria eleito primeiro-ministro do Japão – Obuchi veio a falecer em 2000, então aos 62 anos de idade.

Para Nishimori, no entanto, é certo que “alguém virá”. “Se por acaso não vir ninguém da família imperial, virá alguma autoridade japonesa muito importante”, afirma o deputado, destacando que é a primeira vez que a cidade de Maringá receberá um evento comemorativo da imigração.

“As comemorações sempre foram realizadas em Londrina e Rolândia, mas desta vez optamos por Maringá por que a cidade oferece uma infraestrutura melhor. Aliás, a melhor infraestrura do Paraná hoje está em Maringá”, garante Nishimori, acrescentando que o Parque de Exposições é o palco da Expoingá, o maior evento de Maringá.

Com capacidade para receber cerca de 150 mil pessoas nos quatro dias de evento, o local conta com uma arena coberta para acomodar 15 mil pessoas sentadas. “Desta vez pode chover que não haverá problemas”, diz Nishimori, lembrando que em 2008  a solenidade oficial foi realizada em Rolândia, a céu aberto.

 

Parque de Exposições será palco da cerimônia oficial. Foto: divulgação

 

 

Turma da Mônica e Dragon Ball – Além da cerimônia de abertura, estão programadas atrações culturais com participações de convidados internacionais e nacionais.

O Pavilhão Azul, que também é uma área coberta com mais de 6 mil metros quadrados, receberá exposições de produtos e serviços de empresas japonesas e de empresas nipo-brasileiras. No Pavilhão Branco, a Abrac (Associação Brasileira de Canção) realizará, nos dias 20, 21 e 22 de julho, a 33ª edição do Concurso Brasileiro de Canção Japonesa.

Considerado o maor evento musical do gênero, o concurso costuma reunir cerca de 800 candidatos de todo país em diversas categorias.

Também a garotada não ficará fora da festa. Com o objetivo de atender o público infanto-juvenil, os organizadores estão preparando o espaço Kodomo House, com a presença da Turma da Mônica (Keika, Tikara, Cebolinha e Mônica), além de uma atração especial, o Dragon Ball, do roteirista Takao Koyama.

“A gente insiste em trazer o Mauricio de Sousa e o Dragon Ball porque nosso objetivo é atrair as crianças e os jovens, que são o nosso futuro. A ideia é repassar a cultura, tradição e os ensinamentos dos nossos antepassados para as novas gerações, além, é claro, de homenagear os imigrantes que tanto fizeram para o desenvolvimento do Brasil. Daí o nosso empenho nesse sentido”, diz Nishimori, revelando que também está confirmada a presença de um grupo de taiko do Japão com 15 integrantes. No local, haverá ainda uma praça de alimentação e um parque de diversões.

 

Personagens do Dragon Ball já confirmaram presença no evento. Foto: divulgação

 

Selo – Segundo Ricardo Origassa, “e importante destacar que as comemorações no Paraná tiveram 100% de aprovação de todas as nossas filiadas”. No próximo dia 28, na sede da Liga-Aliança, em Londrina, será realzado o lançamento dos 110 anos com a presença do embaixador do Japão no Brasil,  Akira Yamada, do cônsul geral do Paraná, Hajime Kimura e demais autoridades locais.

Na ocasião, os Correios, a exemplo de São Paulo, também deve lançar um selo alusivo à data.

Já no dia 12 de março está prevista uma cerimônia no Palácio Iguaçu, sede do Governo do Paraná. Na oportunidade, o governador Beto Richa assinará um decreto reconhecendo a data. “No caso do Paraná, a mobilização é mais fácil [do que em São Paulo] porque a nossa comunidade é menor. No total, teremos mais de 180 eventos comemorativos ao longo deste ano”, diz Nishimori.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    Related Post

    CULTURA: MimiParty 4 celebra a cultura pop japones... O principal evento da cultura kawaii no Brasil conta com o apoio da Fundação Japão     Nos dias 2 e 3 de setembro, acontece em Sã...
    HAICAI BRASILEIRO O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô...
    AGRICULTURA: Homenageados destacam importância do ... A Comissão Organizadora do Prêmio Kiyoshi Yamamoto realizou, no último dia 27, no Salão Nobre do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e d...
    DANÇA: Oscar da Dança de Salão – Troféu Bail...   O Grande Evento da Dança de Salão em São Paulo, em sua 1ª edição, premiará as 10 Academias e os 10 Professores de Dança de Salão melhor aval...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *