110 ANOS DA IMIGRAÇÃO: Messiânica do Brasil faz doação para a Comissão dos 110 Anos

A Igreja Messiânica Mundial do Brasil (IMMB), através de seu atual presidente, Marco Antônio Baptista Resende, fez uma doação no valor de R$ 110 mil para a Comissão da Comemoração dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil. A entrega foi feita no último dia 7 para a presidente da Comissão, Harumi Goya – que também preside o Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) – e para o presidente do Comitê Executivo, Yoshiharu Kikuchi.

 

Resende entrega a doação para Harumi e Kikuchi observado por Erisson, Aurélio, Yanagisawa e Eduardo. Foto: Aldo Shiguti

 

Primeiro não descendente de japoneses a assumir a Presidência da IMMB, Resende destacou que o sentimento que move a doação é o de gratidão.

“A história da Igreja Messiânica Mundial do Brasil teve seu início através dos imigrantes japoneses que para cá vieram e trouxeram essa filosofia. Hoje, graças aos pioneiros essa filosofia é divulgada entre os brasileiros em todo o território nacional”, disse Resende, explicando que “o ser humano precisa muito desse apoio, dessa luz espiritual, principalmente aqui no Brasil”. “Estamos muito felizes e honrados em poder contribuir”, destacou Resende, que esteve acompanhado pelo gestor, ministro Erisson Thompson de Lima Jr., gestor Sivian de Freitas Vianna e pelo advogado da instituição, José Roberto Kogachi.

Harumi Goya disse que ficou “surpresa”. “Ao recebermos esta colaboração percebemos como a comunidade japonesa conseguiu influenciar a sociedade brsileira também nessa área, da religiosidade e do caminho correto”, disse Goya, acrescentando que “é uma satisfação enorme ver, nos dias de hoje, que ainda existem muitas pessoas que se preocupam e participam de atividades religiosas.

 

Erisson de Lima, Aurélio Nomura, Marco Resende, Harumi Goya, Yoshiharu Kikuchi e cônsul Yanagisawa. Foto: Aldo Shiguti

 

Deslumbrante – Yoshiharu Kikuchi lembrou ainda que outras religiões de origem japonesa, como a Sukyo Mahikari, a BSGI (Associação Brasil SGI) – representação no Brasil da SGI (Soka Gakkai Internacional) e a Seicho-No-Ie do Brasil também manifestaram apoio às comemorações dos 110 anos da imigração japonesa através de doações e apoio ao evento cujo ponto máximo acontece no dia 21 de julho, concomitamente ao 21º Festival do Japão, que será realizado nos dias 20, 21 e 22 de julho, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center.

O vereador Aurélio Nomura (PSDB), que prestigiou a entrega, destacou que a IMMB marcou sua presença em São Paulo com a construção do Templo Sagrado, protótipo do paraíso terrestre construído às margens da represa do Guarapiranga (zona Sul de São Paulo). “É algo deslumbrante e um marco para a cidade de São Paulo que todos precisam visitar”, disse Nomura, lembrando que esteve pessoalmente no local no último dia 4, durante Culto Mensal de Agradecimento.

 

Paraíso Terrestre – A Igreja Messiânica Mundial foi fundada no Japão em 1º de janeiro de 1935 por Mokiti Okada, chamado pelos messiânicos Meishu-Sama, que, em português, significa “Senhor da Luz”. No Brasil, a Igreja foi introduzida em junho de 1955 e, atualmente, possui mais de 500 unidades denominadas Johrei Centers, com cerca de dois milhões e meio de messiânicos entre ministrantes de Johrei e simpatizantes, e filiais em mais de 70 países.

O objetivo principal da Igreja Messiânica é a construção do Paraíso Terrestre – um mundo isento de doença, miséria e conflito – criando e difundindo uma civilização religiosa que se desenvolva lado a lado com o progresso material. Tem no Johrei o seu principal instrumento de difusão religiosa e atua em áreas distintas como arte, educação, cultura e meio ambiente.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

    Related Post

    ENTREVISTA: HARUMI GOYA: ‘O horizonte para este an... Pouco mais de um ano e meio após entrar para a história do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) como a primeira m...
    COMUNIDADE: ABJICA comemora 30 anos com lançamento...   Considerada “o braço” – e também a voz – da Jica (Japan International Agency Cooperation), a ABJICA – Associação dos Bolsistas Jica – realiz...
    COMUNIDADE: Família de Misora Hibari doa busto da ... Os fãs da cantora japonesa Misora Hibari terão mais um motivo para visitar o Museu Histórico da Imigração Japonesa em São Paulo. O filho da cantora, K...
    CAMPO GRANDE-MS: Miss Nikkey é eleita durante Sema... Por Lúcio Borges / A Crítica A estudante Vanessa Aline Adania, de 20 anos, foi escolhida na noite do sábado (25), durante a Semana da Cultura Japonesa...

    One Comment

    1. Pingback: IMMB faz doação para a Comissão dos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil - Igreja Messianica Mundial do Brasil

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *