110 ANOS DAS IMIGRAÇÃO JAPONESA: Comissão pede indicação de homenageados e divulga resultado da venda da rifa

Como parte das atividades para a Comemoração dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, a Comissão dos festejos vai homenagear 110 pessoas (físicas e jurídicas) de todo o país com a Comenda Kasato Maru. Para a escolha dessas personalidades – incluindo pessoas falecidas (homenagem in memoriam) – foi constiuída a Sub-Comissão de Homenagens, que definiu o regulamento e elaborou as fichas de inscrição  e de Justificativa da Homenagem.

 

Comissão pede indicação de homenageados e divulga resultado da venda da rifa. Foto: Aldo Shiguti

 

Presidida por Tomio Katsuragawa, a Sub-Comissão convocou a imprensa no último dia 16 com o intuito de solicitar às entidades que indiquem “pessoas notórias” (físicas ou jurídicas) que possam compor o rol dos homenageados.

Os indicados (idade acima de 70 anos, a completar até 31 de dezembro deste ano), que tenham contribuido para o desenvolvimento da comunidade nipo-brasileira ou que tenham trabalhado para o crescimento das relações Brasil-Japão, devem ser avalizados por alguma associação nipo-brasileira ou  entidade representativa regional.

Os que já foram homenageados com a Comenda Kasato Maru por ocasião do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, não poderão ser inscritos novamente. Segundo Tomio Katsuragawa, em 2008, foram mais de mil inscrições. Desse total, foram escolhidos pouco mais de 400, sendo 43 pessoas jurídicas e 144 in memoriam.

Os homenageados receberão um diploma de honra ao mérito e uma medalha cunhada com a réplica do navio Kasato Maru, simbolizando os imigrantes que aportaram no porto de Santos no dia 18 de junho de 1908.

A outorga da honraria será realizada durante cerimônia programada para o dia 24 de agosto deste ano n o Grande Auditório do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), no bairro da Liberdade em São Paulo.

As correspondências devem ser enivadas para a Comissão para a Comemoração dos 110 Anos da Imigração Japonesa  o Brasil (A/C Sub-Comissão de Homenagens). Endereço: Rua São Joaquim, 381, 2º andar – Liberdade. CEP: 01508-000.

 

Festival do Japão – Ainda durante a coletiva, Yasuo Yamada, presidente do Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), entidade responsável pela realização do Festival do Japão – que este ano acontece nos dias 20, 21 e 22 de julho, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center (zona Sul de São Paulo), informou que, por ocasião da realização da cerimônia oficial dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, no dia 21 (sábado), são esperadas as vindas de “sete ou oito” governadores de províncias, além de presidentes de Assembleias Legislativas e ministros, entre outras autoridades japonesas. Entre os governadores estão praticamente confirmadas as vindas os das províncias de Kagoshima, Hiroshima, Tottori, Kochi, Tochigi, Miyagi e Nara.

 

Comissão dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil. Foto: Aldo Shiguti

 

Cerimônia – Na mesma entrevista, o presidente do Comitê Executivo, Yoshiharu Kikuchi, praticamente confirmou a vinda da princesa Mako, conforme informações divulgadas pelos jornais japoneses.

Em relação ao vice-primeiro-ministro Taro Aso, que deve prestigiar a cerimônia em Maringá (PR), Kikuchi disse que espera uma posição oficial do governo japonês. Segundo ele, na capital paulista – a princesa deve visitar antes, nos dias 19 e 20, o Estado do Paraná conforme roteiro antecipado com exclusividade pelo Jornal Nippak – a princesa e sua comitiva devem prestigiar a cerimônia oficial e visitar o Memorial em Homegagem aos Imigrantes Pioneiros Falecidos, no Parque Ibirapuera (zona Sul de São Paulo) e participar de uma cerimônia no Bunkyo – “provavelmente no dia 23 de julho. No dia 22 de julho, Mako deve visitar as cidades de Promissão, Araçatuba, Cafelândia e Marília.

Ele informou ainda que a solenidade em São Paulo, por enquanto, está confirmada para ter início às 11 horas de sábado, mesmo sabendo que a solenidade em Maringá será realizada na sexta-feira, 20, à noite. Kikuchi trambém explicou que ainda que não será possível a vinda do cantor Kayama Yuzo para a solenidade e que a presença de algum astro da música japonesa vai depender das negociações que estão sendo feitas pelo delegado aposentado da Polícia Federal, Mário Ikeda.

A ideia é que, vindo algum nome de destaque, este cantor – ou cantora – interprete o hino nacional japonês tendo como acompanhamento o coral de alunos de escolas de São Paulo. Kikuchi informou ainda que a música oficial dos 110 Anos, composta por Joe Hirata e Júlio Bogajo, já está em fase final de produção e deve ter participação de shakuhachi, taiko, conjunto de cordas da BSGI, coral de vozes também da BSGI e banda do próprio cantor.

 

Doado pela Toyota, Prius será sorteado neste sábado pela extração da loteria federal. Foto: divulgação

 

 

Rifa – De acordo com Kikuchi, somente a cerimônia oficial deve consumir cerca de R$ 1 milhão. A previsão da Comissão é arrecadar cerca de R$ 4 milhões. Desses, R$ 700 mil viriam da venda dos bilhetes da rifa do Toyota Prius; outros R$ 700 mil da venda de rifas do Honda Civic; R$ 1,2 milhão através de doações do livro de ouro e R$ 1.000.000 da doação da famíla de Kazuo Harasawa, ex-presidente do Conselho Deliberativo do Bunkyo que faleceu aos 92 anos de idade sem antes ver concluído o projeto de sustentabilidade do Centro Esportivo Kokushikan Daigaku, em São Roque, do qual era um entusiasta.

Sobre a venda de bilhetes do Toyota Prius, Kikuchi informou que, dos 2,5 mil talões emitidos, cerca de 300 devem retornar intactos à Comissão. Como o sorteio acontece pela extração da loteria federal deste sábado, 24, a tendência é que a própria Comissão assuma a responsabilidade pelos bilhetes restantes.

“Foi algo inesperado. Não esperávamos que voltassem tantos talões”, admitiu a presidente da Comissão, Harumi Goya, afirmando que os talões foram distribuídos para cerca de 100 associações espalhadas pelo país. “Agradecemos o empenho de todos que contribuíram, especialmente dos empresários da comunidade nikkei com empresas estabelecidas no Brasil”, disse Harumi, para quem faltou “empenho” para que a venda de mais talões.

Para o próximo sorteio, do Honda Civic, Harumi disse que espera estimular melhor os representantes para que se empenhem mais. “Acho que faltou uma motivação maior”, afirmou ela, acrescentando que para o Civic também serão 25 mil número ao preço de R$ 35,00 o bilhete.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

    Related Post

    POLÍTICA: Para Kita, homenagem aos políticos serve... Na cerimônia em Homenagem aos Políticos Nikkeis do Estado de São Paulo, quem “roubou a cena” foi a Madrinha de Bateria da Escola de Samba Águia de Our...
    50 ANOS ANHANGUERA NIKKEI CLUBE: Ihoshi destaca tr... O Anhanguera Nikkei Clube realizou no último dia 18, em sua sede, cerimônia em comemoração aos seus 50 anos de fundação. O evento contou com a presenç...
    BUNKYO: Bunkyo promove o II Hanami na Liberdade   A Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social realizará no dia 24 de agosto, das 18h30 às 22h, o II Hanami, um encontro pa...
    MEDICAMENTOS VETERINÁRIOS: Projeto de genéricos é ... Falta apenas a sanção da presidente da República Dilma Rousseff (PT) para entrar em vigor a legislação que permite o uso de medicamentos genéricos na ...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.