120 ANOS DE AMIZADE: Cerimônia oficializa participação da Câmara Municipal de São Paulo

Em sessão realizada no último dia 20, no Plenário 1º de Maio da Câmara Municipal de São Paulo, foi instalada a Comissão Organizadora das Comemorações dos 120 Anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão e do Centenário do Consulado Geral do Japão em São Paulo, que organizará os festejos no âmbito municipal.

 

O cônsul cm os membros da Comissão, formado pelos quatro vereadores nikkeis, e convidados (Foto: Aldo Shiguti)

O cônsul cm os membros da Comissão, formado pelos quatro vereadores nikkeis, e convidados (Foto: Aldo Shiguti)

 

Estiveram presentes o cônsul Geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae; a presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Brasileira e de Assistência Social), Harumi Goya; o presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, Yokio Oshiro; o presidente do Enkyo (Beneficência Nipo-Brasileira São Paulo), Yoshiharu Kikuchi; o presidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereador Antonio Donato (PT) – que abriu a sessão – e o líder do PSDB na Câmara, vereador Andrea Matarazzo.

Formada pelos vereadores que compõe a bancada nikkei na Câmara Municipal – Aurélio Nomura (presidente), Ushitaro Kamia (vice-presidente), George Hato e Masataka Ota – a Comissão foi instituída após aprovação do Projeto Resolução 5/2014, em 12 de maio, e terá como principal atribuição escolher os homenageados (pessoas, empresas, associações, instituições ou entidades) que contribuíram para o fortalecimento do relacionamento entre o Brasil e o Japão bem como criar honrarias relativas à data.

“Agora o que queremos é fazer um evento à altura dos 120 anos de amizade entre o Brasil e o Japão e dos 100 anos do Consulado do Japão no Brasil”, disse Aurélio Nomura, que preside a Comissão. Segundo ele, a Sessão Solene está marcada para o dia 10 de novembro no Palácio Anchieta. “Como descendentes de japoneses, nos honra muito esse reconhecimento da Câmara Municipal de São Paulo ao instalar essa Comissão. Quando nós vereadores propusemos a instalação de uma Comissão para os 120 Anos e para o Centenário da Instalação do Consulado, tivemos o apoio irrestrito de todos os vereadores, algo que é muito difícil de acontecer na Câmara Muncipal de São Paulo. Isso mostra o reconhecimento da cidade de São Paulo pelo trabalho dos japoneses e seus descendentes”, destaca Aurélio, lembrando que o evento deve ser realizado no dia 10 de novembro.

Além das homenagens, também está prevista a realização de um Seminário com apoio do Consulado Geral do Japão e da Escola do Parlamento. A ideia é abordar a contribuição da imigração japonesa para o desenvolvimento de São Paulo. Um dos palestrantes deve ser o professor Sedi Hirano. Também está prevista a participação do presidente do Ciate (Centro de Informação e Apoio ao Trabalhador no Exterior), Masato Ninomiya.

 

Aurélio Nomura, que preside a Comissão, ladeado pelo cônsul Takahiro Nakamae e pelo vice, Kamia (Foto: divulgação)

Aurélio Nomura, que preside a Comissão, ladeado pelo cônsul Takahiro Nakamae e pelo vice, Kamia (Foto: divulgação)

 

Honra – Para Massataka Ota (PROS), a homenagem à comunidade nipo-brasileira transcende a questão partidária. “Nesses momentos, nós não misturamos partido, mostramos que somos irmãos. Não importa o partido”, afirmou. Já George Hato (PMDB), destacou que a assinatura do tratado de amizade entre o Brasil e o Japão, numa época em que o Brasil sofria com a escassez de mão de obra rural já era expectativa do início de uma amizade duradoura.

Para Ushitaro Kamia (PSD), “neste ano tão envolvente e simbólico para os imigrantes e nipo-brasileiros, é uma verdadeira honra prestarmos homenagens e lembrarmos de todo o esforço daqueles que vieram do outro lado do mundo para vencerem em um país totalmente desconhecido”.

 

Ushitaro Kamia: Ano envolvente e simbólico (Foto: divulgação)

Ushitaro Kamia: Ano envolvente e simbólico (Foto: divulgação)

 

Essência – Presidente da principal entidade nipo-brasileira, Harumi Goya disse que “um dos pontos mais importantes desses eventos não é somente a celebração em si, mas principalmente, a oportunidade de rememorar a história desses acontecimentos e revigorar os objetivos que moveram essas ações”. “Nesse sentido, penso que a essência desses dois acontecimentos (os 120 Anos do Tratado de Amizade e o Centenário da Instalação do Consulado Geral do Japão) pode ser resumida na palavra ‘intercâmbio’, que tem o poder de promover a troca e união entre os povos e países, além de contribuir para o engrandecimento das partes envolvidas”.

Em entrevista ao Jornal Nippak, o cônsul Takahiro Nakamae destacou que a instalação da Comissão Organizadora tem um significado muito especial porque confirma a importância da história das relações bilateriais, a história da imigração japonesa no Brasil e a história do Consulado Geral do Japão em São Paulo. “São três histórias que caminharam lado a lado nesses 100 anos numa colaboração muito intensa”, explicou Nakamae, lembrando que a Comissão Organizadora Nacional dos 120 Anos de Amizade Brasil-Japão – presidida pelo embaixador do Japão, Kunio Umeda – tem mais de 500 projetos inscritos como eventos comemorativos.

O cônsul lembrou também que, no dia 4 de agosto, ocasião em que foi comemorado os 100 Anos da Instalação do Consulado Geral do Japão em São Paulo, foram homenageadas 100 associações em reconhecimento ao inestimável trabalho prestado para o fortalecimento dos laços de amizade entre os dois países.

 

O vereador George Hato (Foto: divulgação)

O vereador George Hato (Foto: divulgação)

 

Japan House – Nakamae destacou também a visita da Esquadra de Treinamento da Força Marítima de Autodefesa do Japão ao porto de Santos depois de sete anos, e que ainda “há grandes eventos a serem realizados, como o Festival de Fogos de Artifício da Amizade Brasil-Japão, marcado para o dia 12 de setembro, no Autódromo de Interlagos (zona Sul de São Paulo) – cuja programação foi revelada com exclusividade pelo Jornal Nippak, e a visita do príncipe e da princesa Akishino, no final de outubro.

“São Paulo deve ser o primeiro destino”, disse Nakamae, informando que o Consulado também está trabalhando para a instalação do projeto Japan House em 2016. Inicialmente, o projeto será implantado simultaneamente apenas em São Paulo, Los Angeles e Londres. A proposta é reforçar a capacidade estratégica de transmissão dos conhecimentos sobre o Japão no Exterior com o objetivo de formar conhecedores e apreciadores da cultura japonesa.

“Todos esses eventos só estão sendo possíveis graças ao apoio e colaboração de associações e entidades assistenciais do setor público e privado dos dois países”, conta Nakamae, que desejou sucesso à Comissão Organizadora da Câmara Municipal.

(Aldo Shiguti)

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

    Related Post

    KARAOKÊ: 22ª edição do Paulistão deve reunir mais ... Este ano, a cidade de Lins (SP) será sede da maior festa do karaokê paulista, movimentando vários técnicos, professores, jurados, cantores e profissio...
    NIPPAK PESCA: INTRODUÇÃO A TENKARA BR Considerando o uso milenar da técnica tenkara e o recente sucesso nos Estados Unidos, rodbuilders brasileiros criaram a TenkaraBr, para desenvolver o ...
    ARTES: Instituto Tomie Ohtake expõe trabalhos de J...   O Instituto Tomie Ohtake, o único espaço no país especialmente projetado para promover as artes plásticas, o design e a arquitetura, inaugur...
    ESPECIAL/IGREJA MESSIANICA: Tetsuo Watanabe deixa ...   Passados poucos mais de três meses da morte do presidente mundial da Igreja Messiânica no Japão, Tetsuo Watanabe (1940-2013), os membros bra...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *