120 ANOS DE AMIZADE: Senado comemora os 120 Anos da Amizade

Os 120 anos das relações diplomáticas entre Brasil e Japão foram celebrados no último dia 12, em sessão especial no Plenário do Senado. Nos discursos, parlamentares e convidados que participaram da mesa enalteceram não apenas os vínculos políticos e econômicos construídos entre as duas nações, mas também os laços culturais cada vez mais estreitos, que se evidenciam no Brasil pela absorção de tradições que vieram junto com os primeiros imigrantes nipônicos, ao fim do século passado.

A sessão, presidida pelo senador Jorge Viana (PT-AC), contou com a presença, entre os convidados, do embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda, e do deputado federal William Woo (PV-SP) – um dos vice-presidentes do Grupo Parlamentar Brasil-Japão –, e com a participação do grupo de taiko Ryukyu Koku Matsuri Daiko.

 

Programação do Fórum de Integração envolve palestras, debates e oficinas (Foto: divulgação)

Programação do Fórum de Integração envolve palestras, debates e oficinas (Foto: divulgação)

 

Cerrado – Os grandes projetos em cooperação técnica com o Japão, na década de 1970, como o Projeto de Desenvolvimento dos Cerrado (Prodecer), foram lembrados por Wellington Fagundes (PR-MT). “Se hoje somos um dos maiores produtores de soja do mundo, foi a partir dessa cooperação de grandes proporções que logramos alcançar os elevados patamares de produtividade em um solo ácido e até então considerado um dos mais estéreis em termos agrícolas”, afirmou.

O senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) destacou a contribuição da imigração japonesa para seu estado, a partir do fluxo migratório que começou em 1929 e seguiu até durante a década após 1952. Atraídos pela oferta de lotes de terra, esses imigrantes deram impulso à agricultura no estado, como já haviam feito em outras regiões do país.

Flexa observou, contudo, que a contribuição nipônica vai muito além do setor agrícola. Salientou a participação japonesa no desenvolvimento da indústria siderúrgica nacional, inclusive na implantação da Usiminas e a então Vale do Rio Doce.

“Ainda agora o governo japonês, através da sua Agência de Desenvolvimento, a Jica, está financiando o governo do Pará para a instalação do BRT na região metropolitana da capital da nossa cidade de Belém”, registrou.

 

Senado comemora os 120 Anos da Amizade (Foto: Hedeson Alves)

Senado comemora os 120 Anos da Amizade (Foto: Hedeson Alves)

 

Desafio – O cônsul geral honorário do Japão em Belo Horizonte, Wilson Nélio Brumer, que já presidiu a Usiminas, reconheceu que as parcerias comerciais entre os dois países estão se ampliando. No entanto, ele observou que o Brasil ainda permanece como exportador de matéria-prima, enquanto importa do Japão produtos de maior valor agregado.

“Nosso desafio é aproveitar o ambiente favorável de cooperação e trazer para o Brasil empresas que possam agregar valor e tecnologia”, disse, ao destacar a prioridade para a relação com médias empresas.

Presente na cerimônia, William Woo agradeceu os senadores pela homenagem, em especial o presidente da sessão, Jorge Viana, “que conhece a questão ambiental por ser engenheiro florestal e sabe da importância do Japão na área por ter estado naquele país em dez ocasiões”. Agradeceu também o senador Flexa Ribeiro por todo apoio à comunidade japonesa, principalmente em Tomé-Açú, o embaixador do Japão Kunio Umeda e o apoio do Nipo de Brasília.

Em seu discurso, Woo lembrou que a Câmara dos Deputados conta atualmente com cinco parlamentares de origem japonesa e destacou que o Brasil foi o primeiro país a receber a primeira grande empresa japonesa no exterior, a Toyota, no bairro do Ipiranga, na zona Sul da capital paulista. “Hoje, a comunidade japonesa no Brasil reúne a força de 1,9 milhões de descendentes”, afirmou o parlamentar.

 

Orgulho – Em nome do governo japonês, o embaixador Kunio Umeda agradeceu a iniciativa da celebração. Pessoalmente, disse sentir muito orgulho em razão de muitos nipo-brasileiros, em diversas áreas, estarem contribuindo para o desenvolvimento do país.

Para marcar os 120 anos das relações diplomáticas, cerca de 450 eventos estão sendo realizados esse ano em todo o país, informou o embaixador. As celebrações trouxeram ao Brasil, entre 28 de outubro a 8 de novembro, o príncipe Akishino, filho mais novo do imperador Akihito, que veio com a princesa Kiko. O casal foi recebido pela presidente Dilma Rousseff e visitou cinco estados, entre os que reúnem maior presença de nipo-brasileiros.

“Agora, como ponto mais alto das celebrações do Japão deste ano memorável, estamos trabalhando para a visita da presidente Dilma Rousseff ao Japão. Estão agendadas conversações sobre diversas áreas, como economia, educação, ciência e tecnologia, esporte, turismo, segurança, entre outras”, comentou Umeda.

 

(Fonte: Agência Senado, com Aldo Shiguti)

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

     

    Related Post

    KARAOKÊ: 26º Shinzen Karaokê Taikai Okinawa Tomoda...   No dia primeiro de julho, a Associação Okinawa  Kenjin de Campinas realizou o 26º  Shinzen Karaokê Aiko-kai de 2012, com a participação de 2...
    ATLETISMO: Correndo, casal nikkei realiza sonho de... Nilton e Naoko Kuriyama embarcam em abril para o Japão (foto: divulgação) Casal que treina separado, compete junto. Há praticamente nove anos, ess...
    BRASILIA: Espaço Cultural do STJ inicia programaçã...   O Espaço Cultural do STJ abre a temporada de exposições de 2013 com a mostra Hana No Sei (Espírito das Flores), de Konomi Miwa. A artista pl...
    HOMENAGEM: Cônsul Kazuaki Obe será homenageado com... Numa iniciativa do vereador Aurélio Nomura (PSDB), a Câmara Municipal de São Paulo homenageará o cônsul geral do Japão em São Paulo Kazuaki Obe com o ...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *