18º FESTIVAL DO JAPÃO: Mudanças atingem palco principal e área de gastronomia

 

Depois de idas e vindas no ano passado, com possibilidade de mudança de endereço e previsão de déficit que colocou em  risco o evento de 2015, o Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil) – entidade que reúne as 47 associações de províncias do Japão – confirmou a realização do 18º Festival do Japão e também já anunciou a data e o local.

 

Festival do proximo ano será realizado no São Paulo Expo, na Imigrantes, mesmo local desde 2005 (foto: Aldo Shiguti)

Festival do proximo ano será realizado no São Paulo Expo, na Imigrantes, mesmo local desde 2005 (foto: Aldo Shiguti)

 

O evento, que em 2015 terá como tema os 120 Anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão, será realizado nos dias 24, 25 e 26 de julho, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, na zona Sul de São Paulo, que abriga o evento desde 2005.

De acordo com diretores do Kenren, a realização do evento no próximo ano ficou decidida tão logo foi encerrada a 17ª edição. “Em julho, constituímos uma Comissão Provisória não só para agradecer como também para iniciar as tratativas junto aos patrocinadores visando 2015”, disse o presidente da entidade, Mikihisa Motohashi, acrescentando que o maior festival da cultura japonesa do mundo não poderia ficar fora das comemorações  oficiais dos 120 Anos do Tratado de Amizade.

 

Em 2014, uma das novidades foi a Parada Taikô (foto: Aldo Shiguti)

Em 2014, uma das novidades foi a Parada Taikô (foto: Aldo Shiguti)

 

A permanecência no endereço, porém, terá um custo, que envolve não só o aumento de aluguel como também mudanças logísticas para se readequar às obras de modernização do espaço implementadas pelo grupo francês GL Events, que administra o local. A principal delas é a transferência da praça de alimentação e do palco principal para um ambiente fechado, nos pavilhões 2 e 3, respectivamente. Na antiga área – onde ficava também a arquibancada – será construído um novo pavilhão.

Segundo Yasuo Yamada e Toshio Ichikawa, respectivamente, presidente e vice da Comissão Organizadora do 18º Festival do Japão, o principal desafio será o de preparar o “novo” local para receber os kenjinkais.

“A GL já instalou equipamentos de ar-condicionado, mas, nesse momento, nossa preocupação é quanto ao cheiro e a fumaça das cozinhas”, disse Ichikawa, explicando que “já iniciamos um levantamento de preços para a instalação de exaustores”.

De acordo com Yamada, apesar das mudanças, o público não deverá ser prejudicado. A ideia é manter a média de público das últimas edições, com cerca de 180 mil visitantes. “Em relação à metragem não mudará quase nada. Pensamos, primeiro, na circulação e conforto dos visitantes, especialmente os mais idosos”, afirmou ele, admitindo que a experiência será importante para o futuro.

“A partir de 2016, onde quer que venha a ser realizado, o Festival do Japão deve acontecer em um local fechado e devemos ir nos preparando tecnicamente para isso”, argumentou Yamada, lembrando que o Kenren chegou a consultar o Sambódromo como alternativa para este ano.

 

Toshio Ichikawa, Mikihisa Motohashi e Yasuo Yamada (foto: Aldo Shiguti)

Toshio Ichikawa, Mikihisa Motohashi e Yasuo Yamada (foto: Aldo Shiguti)

 

Aluguel – “O aluguel do Anhembi é bem mais caro”, explica Mikihisa Motohashi. Segundo ele, a diária do Anhembi custa cerca de R$ 240 mil. Por nove dias no São Paulo Expo, o Kenren pagará R$ 770 mil. Isso, já com o desconto de 40% concedido pelo grupo francês. Assim mesmo, o valor ainda é 30% mais caro que o do ano passado, quando o aluguel saiu por R$ 580 mil.

Vale lembrar que o aumento do aluguel provocado pela mudança de gestores gerou uma previsão de prejuízo de R$ 250 mil e foi uma das principais dificuldades para a realização do evento neste ano, que também enfrentou a concorrência da Copa do Mundo.

“Felizmente, conseguimos um resultado bastante positivo e que gerou um ambiente extremamente positivo apesar de todas as adversidades”, disse Ichikawa, lembrando que o 18º Festival do Japão fechou com um lucro líquido de R$ 108 mil.

“O engajamento das empresas e entidades, além da presença de público foram surpreendentes e graças ao esforço e comprometimento de todos conseguimos superar todas as dificuldades”, disse Ichikawa, lembrando que a entidade não visa lucros.

Para Motohashi, as comemorações dos 120 Anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão e o empenho do governo japonês também ajudaram a impulsionar a realização do evento em 2015. Segundo ele, a expectativa é que o primeiro-ministro japonês cumpra a promessa feita por ocasião de sua visita ao Brasil, em agosto deste ano. A cooperação viria por intermédio de quatro Ministérios do governo japonês.

“Por si só, a participação do governo japonês já é de grande ajuda para a realização do festival”, conta Motohashi, explicando que não teme a “concorrência” de   atividades programadas para  2015, quando deverá ocorrer uma “disputa” por patrocinadores. Até porque a entidade já está negociando com as empresas.

 

Festival do Japã do ano passado ainda usou a arquibancada (Aldo Shiguti)

Festival do Japã do ano passado ainda usou a arquibancada (Aldo Shiguti)

 

 

Mix– “A data será comemorada apenas uma vez enquanto o Festival do Japão já conta com uma tradição de 17 anos”, destaca. Para ele, em 2015 as relações entre os dois países terá papel de destaque no festival, que deve apresentar também um “mix” das culturas japonesa e brasileira.

(Aldo Shiguti)

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

VISTO PARA YONSEI: Visto para yonsei pode ser libe... No último dia 21, Robson Simoce, de 37 anos, saiu de São Miguel Paulista, na zona Leste de São Paulo, para conhecer, pela primeira vez, o Bunkyo (Soci...
ANIME: Jesus e Buda passam férias juntos em Tóquio...   Se Jesus Cristo tirasse férias ele iria para onde? Já imaginou essa situação? E se ele viesse aqui para a Terra, faria o quê? Agora junte Je...
KARAOKÊ: 1ª edição do Shinzen Karaokê Taikai ‘Prof... Uma homenagem ou um reconhecimento por ser um dos pioneiros do karaokê em Campinas. Colecionou troféus, fez amigos e atualmente é professor de canto a...
AUTOMÓVEIS: Procon-SP comunica recalls de Jaguar X... O Procon-SP, órgão ligado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, informa recall de veículos Jaguar XJ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *