AGRICULTURA: 23º Furusato Matsuri espera cerca de 30 mil visitantes nos dias 9 e 10

 

A Associação dos Agricultores de Cocuera realiza neste fim de semana (9 e 10), em sua sede, a 23ª edição do Furusato Matsuri – Festival Agrícola de Mogi das Cruzes. Como o próprio nome sugere, a ideia da festa é prestar uma homenagem aos antigos moradores do primeiro bairro agrícola de Mogi. “Furusato” em japonês significa “volta para casa”, simbolizando os filhos e netos dos fundadores que saíram do bairro e se formaram médicos, engenheiros e advogados e que retornam nestes dias de festa.

 

Expectativa dos organizadores é receber cerca de 30 mil visitantes. (foto: divulgação)

 

Este ano, o Festival, que faz parte do calendário oficial de Mogi das Cruzes, terá como tema “Alimentos Saudáveis”, tema também abordado pelo 4º Bunkyo Rural e realizado justamente no mesmo local.

Segundo Mario Okuyama, um dos coordenadores do evento, a escolha tem explicação. “Como bairro essencialmente agrícola, nós produtores temos essa preocupação constante com uma boa alimentação, desde o cultivo até a manipulação, pois uma alimentação saudável também contribui para uma melhor qualidade de vida”, explica Okuyama, acrescentando que, além disso, “trata-se de um assunto atual, que vem sendo muito discutido hoje em dia”.

Quem for, por exemplo, terá dicas de especialistas de como cultivar uma pequena horta no jardim de casa ou até mesmo plantar soja e tomate em vasos. “Hoje é algo que está em moda”,conta o presidente, lembrando que a expectativa dos organizadores é receber entre 25 e 30 mil visitantes nos dias de programação.

Para isso, o público terá um leque de atrações como exposição e venda de flores, frutas e hortaliças direto dos produtores, exposição de veículos, tratores e implementos agrícolas, mini-shopping e comidas típicas como yakisoba e tempurá.

“O objetivo do Festival é divulgar o potencial agrícola do Alto Tietê, que engloba Mogi das Cruzes, Salesópolis, Suzano e Biritiba Mirim”, conta Okuyama, acrescentando que participam do Furusato Matsuri cerca de 150 produtores.

Localizado em pleno Cinturão Verde de São Paulo, Mogi das Cruzes é a maior produtora de hortaliças do Brasil, maior produtora de cogumelos e também de flores. É também a maior produtora de caqui, nêspera e atemóia do Brasil. Assim, explica Saito, o forte do evento é a exposição e venda desses produtos diretamente para os consumidores.

Joe Hirata sobe ao palco do Furusato Matsuri no sábado (foto: Felipe Tamashiro/divulgação)

Outra preocupação dos organizadores, explica Okuyama, refere-se à preservação da cultura e costumes japoneses. “Tanto que temos uma escola de língua japonesa que conta atualmente com cerca de 30 alunos, desde crianças até adolescentes”, destaca o coordenador, explicando que essa preocupação se reflete também na programação artística do Furusato Matsuri.

Este ano, o destaque será a apresentação do cantor Joe Hirata, que subirá ao palco por volta das 20 horas de sábado. Nos dois dias haverá também apresentações de danças folclóricas e taikô.

O 23º Furusato Matsuri acontece na Estrada Mogi-Salesópolis, km 9,5 – bem na frente da fábrica da NGK. O bairro é Cocuera, no município de Mogi das Cruzes. A estrada foi rebatizada de Rodovia prof. Alfredo Rolim de Moura SP088, km61,4 (para quem usa GPS).

(Aldo Shiguti)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

65º ANIVERSÁRIO DA ACE PIRATININGA A Associação Cultural e Esportiva Piratininga tem a honra de convidar você e sua família, para o Buffet de Crepe comemorativo dos 65ª anos de sua fund...
INTERCÂMBIO MUSICAL: Brasil-Japão: Conexão Bossa N... O Salão Nobre do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – recebe no próximo dia 7, às 20h, um inédito espetáculo de...
VALE DO RIBEIRA: Registro inicia trabalho para imp... O município de Registro (distante cerca de 175 km da Capital) e conhecida como Marco da Colonização Japonesa no Estado de São Paulo, deu o primeiro pa...
LINS: Por falar da imigração japonesa… Discursando na solenidade da celebração do centenário em 2008, Guentiro Mizoguti, falecido em 2015, aos 93 anos, com obituário na Folha de S. Paulo, s...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *