AKIRA SAITO: Adaptar-se

 

“Na natureza a adaptação é essencial para a sobrevivência das espécies”

 
Nas artes marciais, usamos várias referências da natureza, e uma das mais usadas é a água, exatamente por seu poder de adaptar-se a qualquer circunstância. É fluida, moldável e de extrema força.

Assim deve acontecer também conosco, no nosso dia a dia, sempre nos deparamos com circunstâncias em que o resultado depende da nossa capacidade de se adaptar.

Muitas pessoas mantém uma condição energética agressiva, em função de seus problemas e frustrações. Estressam-se facilmente e qualquer motivo é suficiente para iniciarem uma discussão ou briga, exatamente para poderem extravasar suas fraquezas. Nestas horas é necessário percepção para não entrar no mesmo fluxo de energia, e adaptar-se à situação, buscar vencer o combate sem o confronto de forma inteligente.

Precisamos estar atentos ao nosso redor e perceber quando é necessário que nos adaptemos às circunstâncias.

Uma boa capacidade de adaptar-se significa que estamos também melhorando como pessoas, já que a agressividade passa a ser menos constante como solução de nossos conflitos e a inteligência fica mais evidente. Sem contar que a capacidade de se adaptar é o que mantém as grandes corporações vivas com o mudar dos tempos.

O mundo precisa se transformar em um lugar melhor e para que isso aconteça, é necessário que existam pessoas melhores. É preciso se adaptar, evoluir, nos tornar seres humanos mais inteligentes e melhores.

 

GANBARIMASHOU!!!!!

 

 

*Akira Saito, professor e praticante de Budo há 32 anos, morou no Japão de maio de 1990 a setembro de 1996, onde treinou karate sob a tutela do Hanshi Konomoto Takashi – 9º dan, graduando-se até o 3º Dan e tornando-se instrutor da matriz na cidade de Sagara-cho e das filiais das cidades de Hamamatsu-shi e Hamakita-cho até o retorno ao Brasil. Atualmente tem a graduação de 5 Dan e recebeu o título de Renshi-Shihan da matriz no Japão.

E-mail: akira.karate@gmail.com

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SILVIO SANO > NIPÔNICA: Brasileirão Internacional&... Well... aquela penúltima Nipônica deu mesmo o que falar, um reboliço, conforme alguém me contou... e, depois, no tema, consolidada pela última... rsrs...
AKIRA SAITO: NOSSOS INIMIGOS   “Manter sempre o “Zanshin” (estado de espírito alerta), pois nem sempre o inimigo se mostra de forma declarada”.   Infelizmente o mun...
CANTO DO BACURI – MARI SATAKE: A gata ouvint...   Feliz, vestida com muito esmero, ficou ali esperando ser chamada. Em outras ocasiões, ela acharia um martírio aquela espera. Mas daquela...
CANTO DO BACURI > Mari Satake: Misora Hibari em s... Aos doze anos de idade, aquela que se tornaria no maior fenômeno musical do Japão foi a protagonista em 1949, de Kanashiki Kuchibue (Assobio triste), ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *