AKIRA SAITO: UTILIZANDO OS PONTOS CONTRA

“Ninguém chega a seu objetivo passando apenas por bons momentos”

 

Continuando com o assunto da semana anterior, muitas pessoas iniciam o ano com promessas em atingir seu objetivo. Porém, a grande maioria desiste em um determinado ponto. Um dos pontos principais é não saber lidar com o fato de que nem tudo sai como planejado e como queremos. A grande maioria desiste na dificuldade, e era exatamente aí que as pessoas deveriam se fortalecer. Nota-se uma sensação de passividade para com o obstáculo e ao invés de internamente surgir uma vontade inabalável de vencer, surge uma força desanimadora que leva à desistência.

Pessoas que desistem geralmente se sentem inferiorizadas e despertam revolta, justificando sua decepção e frustração, que em muitas vezes acabam culpando terceiros ou mesmo descontando nelas.

No Budô aprendemos que o importante é suportar as adversidades, não enfatizar o problema, e sim se concentrar nas soluções. Não se pratica pensando em não ter problemas, e sim, para que seja forte para superá-los, sempre. A situação de passividade pode leva-lo ao negativismo e até mesmo a uma depressão. É preciso encarar o problema de frente, traçar uma estratégia e decidir ir em frente. Diz um antigo provérbio “七転び八起き – Nana Korobi Ya Oki” – “Se cair Sete Vezes, Levante-se Oito”.

Aceite os pontos contra se caso eles surjam, encare-os como desafios e motive-se ainda mais. Sua conquista com certeza terá um sentido maior.

VOCÊ pode, empenhe-se!!!!!

GANBARIMASHOU!!!!!

 

AKIRA SAITO

AKIRA SAITO

Renshi-Shihan (Mestre) 5 Dan Karate-do Goju-ryu
Campeão Mundial de Karate-do Goju-ryu em 2013
Kyoshi 7 Dan Shibu e Kenbu estilo Shoko-ryu
Praticante de Iaido, Kendo e Bojutsu
Contato para aulas particulares: akira.karate@gmail.com
whatsapp – (11) 98462-6797
AKIRA SAITO

Últimos posts por AKIRA SAITO (exibir todos)

     

     

    Related Post

    ERIKA TAMURA: Suicídio no Japão O artigo dessa semana, fala um pouco sobre o meu estado de espírito ultimamente. Estou muito surpresa, para não dizeer preocupada com o crescen...
    CANTO DO BACURI > Francisco Handa: A inutilidade d...   A inutilidade das palavras   Num mundo em que as palavras nada dizem Nenhuma conversa se sustenta Além de uma enxurrada crescente ...
    MUNDO VIRTUAL: Como sou visto no mundo virtual? Acredito que nos dias atuais devemos refletir cada vez mais sobre o modo como somos vistos no mundo virtual, já que intencionalmente ou por displicênc...
    ERIKA TAMURA: Vôlei Futuro Eu sempre fui apaixonada por vôlei, desde garota. Deve ser herança genética, visto que minha mãe é torcedora fanática desde a geração anterior à geraç...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *