ARTES MARCIAIS: Em palestra, mestre Akira Saito fala sobre ‘Ganbarimashou’

O renshi-shihan (mestre), 5º dan Karatê-do Goju-ryu, Akira Saito, ministrou, no último dia 30 (sexta-feira), na Associação Cultural Assistencial Iwate Kenjinkai do Brasil, no bairro da Liberdade, em São Paulo, palestra com o tema “Ganbarimashou”. Colaborador do Jornal Nippak, onde mantém uma coluna semanal sobre artes marciais, Akira Saito disse que o evento teve como objetivo “demonstrar alguns valores que o conceito de ‘nos esforçarmos ao máximo’ pode beneficiar não somente o indivíduo em si, mas também ajudar de forma coletiva e eficaz”.

 

Sensei Akira Saito com os participantes da palestra que teve como tema o conceito “Ganbarimashou”. FOTO: ALDO SHIGUTI

Sensei Akira Saito com os participantes da palestra que teve como tema o conceito “Ganbarimashou”. FOTO: ALDO SHIGUTI

 

“Procurei abordar os conceitos de como descobrir, alcançar e utilizar o seu máximo, de atingir os seus objetivos, de saber como se portar diante das adversidades. Conceitos simples, mas que naturalmente são tratados displicentemente, não trazendo os resultados desejados. Foi também demonstrada uma forma diferente de se ver estes conceitos, tornando mais evidente alguns aspectos de um pensamento nipônico que transformou um Japão devastado pela guerra em um Japão potencia mundial”, explicou Akira, que agredeceu o apoio do Jornal Nippak, Loja Mary Ann de Guarulhos, ao Iwate Kenjinkai, ao site Artes do Japão e à Associação Shizuoka Goju-kan.

Gratiuita, a palestra foi dividida em três módulos: 1) Família 2) Trabalho 3) Aperfeiçoamento Pessoal. No primeiro, ele falou um pouco sobre sua história e lembrou à época de dekassegui no Japão, nos anos 90, quando já praticava karatê. Destacou a importância de se dedicar ao máximo à família, como deixar o egoísmo de lado e pensar no todo “não apenas no que lhe satisfaz”. Sempre citando sua experiência de vida, Akira Saito explicou ainda que a vida é composta de fases e que “devemos ser o melhor em cada uma delas”.

 

Akira Saito: “Respire fundo e tenha um tempo para si mesmo”. Foto: Aldo Shiguti

Akira Saito: “Respire fundo e tenha um tempo para si mesmo”. Foto:
Aldo Shiguti

 

No segundo módulo, em que abordou o trabalho,  destacou a coluna publicada nesta edição do Jornal Nippak, cujo título é “acordar um iniciante, dormir campeão”. Ou seja, o segredo é confiar em si mesmo, “mas nunca acredite que já sabe tudo”. “Um bom trabalhador acredita que a empresa também é dele, não no sentido de vínculo empregatício, mas no sentido de querer ser o melhor funcionário possível, não pelo salário que recebe, mas por valorização de si mesmo”.

E, finalmente, no terceiro módulo, em ‘Aperfeiçoamento Pessoal’, Akira Saito destacou que a pessoa pode ser tudo que quiser e que os obstáculos da vida devem ser encarados como fases, sempre com foco no objetivo final. “Ninguém consegue superar um obstáculo sem ter uma recompensa no final. Depois de certo tempo, a  grande maioria das pessoas se atenta aos problemas e deixa de buscar as soluções. Respire fundo e tenha um tempo para si mesmo”, ensina.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

    afife-600

     

    Related Post

    TÊNIS DE MESA: Nippon Country Club realiza 12ª eta... No dia das crianças, o Nippon Country Club – o maior clube nikkei das Américas – decidiu comemorar a data realizando a 12ª etapa da Liga Nipo-Brasilei...
    INTERKAIKANS BENEFICENTE – O cônsul geral do Japão... INTERKAIKANS BENEFICENTE – O cônsul geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae participou, no dia 30 de abril, da 1ª Ação de Arrecadação de Aliment...
    ARTES: Márcio Shimabukuro produz obras durante sua...   O artista plástico paulistano Shima (Márcio Shimabukuro) apresenta a exposição “1:1” (um pra um), a partir deste sábado (6 de setembro), na ...
    BAIRROS: Comunidade japonesa é homenageada nos 462...   No último dia 15, dentro das comemorações dos 462 anos do bairro de Santo Amaro, a professora de dança Hideko Yoshizawa e um grupo de 20 sen...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *