ARTIGO: A origem do Kokushikan no Brasil

 

No dia 20 de março de 1986, foi assinado pelo presidente José Sarney e pelo ministro da Justiça, Paulo Brossard, a autorização para o funcionamento da filial da Fundação Escolar Kokushikan no Brasil, cujo decreto foi publicado no Diário Oficial da União.

O objetivo da Kokushikan é simplesmente o de contribuir para o fortalecimento do elo de amizade e compreensão entre os dois povos amigos, através do esporte amador. Ela funciona com grande parcela de subvenção do governo japonês e é famosa no Japão pela prática do esporte amador em geral, principalmente o Judô, Kendô, Karatê, etc. Seus alunos e ex-alunos são destaques nacionais e internacionais.

Os Srs. Ademar Koga e Iwao Sudo foram diretores da filial brasileira da Fundação Escolar Kokushikan.

 

 

Anteriormente, em visita à Universidade Kokushikan, já foi dado início às tratativas, trazendo várias informações sobre o projeto da vinda do Kokushikan para instalar a filial brasileira.

 

 

O convite oficial para a vinda do Kokushikan ao Brasil foi entregue em 08/08/1985 pelo então deputado estadual Hatiro Shimomoto, que foi o portador dos seguintes ofícios:

1) Secretaria de Esporte e Turismo – Dr. Sérgio Barbour;

2) Prefeitura de São Roque – Prefeito Mário Luiz Campos de Oliveira;

3) Secretaria de Estado da Educação – Secretário Paulo Renato Costa Souza;

4) Universidade de São Paulo – Reitor Profº Antonio Helio Guerra Vieira;

5) Federação Paulista de Karatê – Presidente Pedro Hidekazu Oshiro; e

6) Federação Paulista de Judô – Presidente Yakihiro Watanabe.

Dando continuidade, o Deputado Hatiro trocou ofícios com o Sr. Bonten Shibata (Reitor da Universidade Kokushikan no Japão), Profº Shigueyuki Shimizu (Reitor da Fundação Escolar Kokushikan) e Sr. Tokubumi Shibata (Deptº Internacional da Universidade Kokushikan).

Após a sua inauguração, a comitiva da Universidade Kokushikan do Japão, a convite oficial, vieram oficializar a filial da Kokushikan do Brasil e em agradecimento ao Governo do Estado de São Paulo, presentearam-no com uma espada genuinamente japonesa.

Para a ocasião, o então governador de São Paulo, Dr. Paulo Salim Maluf, escolheu a residência do deputado Hatiro Shimomoto, por ter sido ele o autor e grande colaborador para a vinda da filial do Kokushikan ao Brasil, conforme fotos.

 

 

*Hatiro Shimomoto, ex-deputado estadual, é advogado e pós-graduado em Direito Tributário

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

VISITA – No último dia 16, o deputado estadual Ped... VISITA – No último dia 16, o deputado estadual Pedro Kaká (PTN) fez uma visita de cortesia ao cônsul geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae. Al...
COMUNIDADE: Família se despede de Fabiana Ikeda e ... Por Daniel de Oliveira*   Fabiana Ikeda com o marido, Daniel Gonçalves de Oliveira: “Exemplar caminhada” (Foto: Facebook/Fabiana Ikeda) ...
“SEMANA DA CULTURA DE PAZ”: Cônsul do Japão partic... O CEU Vila Formosa foi palco, no último dia 29 da premiação dos alunos e alunas que participaram da “Semana da Cultura de Paz”, campanha criada pelo M...
REGISTRO/ESPECIAL: Conheça a história do Tooro Nag... Há cerca de 60 anos, um viajante japonês passou pela região de Registro e hospedou-se numa pensão de Seta Barras. Certa manhã, desceu ao rio para lava...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *