ARTIGO/WALTER IHOSHI: ‘Trabalho intenso, missão cumprida’

Todo ano que passa nos marca de alguma forma. Há aqueles que nos lembramos porque vivemos um momento importante; outros porque foram difíceis; e há aqueles que são memoráveis porque conquistamos algo pelo qual tanto lutamos. Esses são os mais especiais. Posso dizer que 2017 foi um desses anos inesquecíveis. Ao fazer um balanço das minhas atividades políticas, percebi que as realizações superaram as minhas expectativas, e que a correria valeu a pena.

 

“A nossa batalha na desoneração de impostos dos medicamentos ganhou destaque na reforma tributária”. Foto: divulgação

 

O ano de 2017 foi marcante para a nossa história. Os fatos e as ações que compuserem o cenário contextual do período geraram marcas na política brasileira fundamentais para não permitirmos uma crise ainda mais acentuada em nosso país, capaz de fazer com que muitos brasileiros sofram pela carência tutelar do Estado pelo simples fato de não poder serem assistidos devido a falta de recursos para tal.

Mesmo diante de um cenário não-permissivo ao desenvolvimento de políticas assistencialistas, conquistei aos municípios aportes à saúde, educação e infraestrutura através de emendas parlamentares quais intermediei junto aos órgãos responsáveis pela liberação dos recursos em Brasília. Essas verbas foram fundamentais para as prefeituras em um momento quais muitas ainda sofrem com déficits em seus orçamentos para manter os serviços básicos à população. Somente para o setor da Saúde foram destinados pouco mais de R$ 3,9 milhões a fim de ajudar no custeio dos serviços básicos para levar as suas populações uma melhor qualidade de vida.

Levamos também às lideranças municipais, projetos e programas federais que vão auxiliar no desenvolvimento de suas cidades. Um deles é o “Internet Para Todos” do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação. Essa ação vai permitir um trabalho de inclusão digital a todos os brasileiros – do mais novo ao mais idoso – pois permitirá que lugares distantes dos centros urbanos possam ter acesso e fazer uso da rede mundial de computadores para aplicar em atividades ligadas à educação, agricultura, segurança, saúde, turismo entre tantas outras que contribuirão para o crescimento de suas comunidades.

A nossa batalha na desoneração de impostos dos medicamentos ganhou destaque na reforma tributária apresentada na Câmara. No texto principal, a taxação zero para os remédios é prioridade para que, além de permitir o acesso de pessoas a medicamentos mais baratos, possam dessa forma ter acesso à saúde, um direito garantido na Constituição a todos os cidadãos. Pois foram esses produtos considerados essenciais para a vida humana assim como os alimentos.

Novos projetos foram apresentados na Câmara, outros relatados em comissões. Votei textos importantes, participei de discussões de interesse ao país, levei demandas às autoridades competentes, estive em missões oficiais buscando ideias e soluções para os problemas do povo brasileiro que mora lá fora, como a viagem ao Japão feita no mês de março.

Nessa ocasião, integrei uma comitiva brasileira da Câmara dos Deputados que participou da Missão Oficial do programa do governo japonês ‘Juntos! Japão, América Latina e Caribe’. Na viagem, pude conhecer metodologias locais que auxiliam a sociedade japonesa em atividades escolares e também no desenvolvimento de sua economia, qualificando a cultura local e permitindo que jovens e até mesmo adultos tenham melhores condições de oportunidades no futuro.

Aproveitei a estada no Japão também para debater com autoridades do país sobre a questão do visto de longa permanência aos descendentes da quarta geração, os yonseis. Esse foi um dos primeiros passos para que caminhássemos com essa pauta e discutida em uma outra oportunidade durante a inauguração da Japan House SP, no mês de abril, com ministros japoneses que cá estiveram. O avanço das tratativas foram evidentes quando, em julho, recebemos aqui no Brasil o deputado Mikio Shimoji, responsável pela elaboração e defesa da proposta de liberação dos visto no parlamento japonês. A partir de então, o governo daquele país passou a acenar positivamente para nossa luta apresentando alternativas iniciais para a cessão do visto.

Trouxe também do Japão, questões da comunidade brasileira residente no Japão, como trabalho e educação, para serem debatidas na Câmara dos Deputados junto com o Ministério das Relações Exteriores e outros órgãos responsáveis. Conduzi uma Audiência Pública com representantes dos Ministérios da Educação, do Trabalho e Emprego, além da Embaixada japonesa em Brasília para tratar desses assuntos buscando políticas assistenciais necessárias aos nossos nipo-brasileiros.

Em 2018, temos as celebrações dos 110 anos da imigração japonesa no Brasil. Será mais um ano marcante no capítulo desta belíssima história que brasileiros e japoneses vêm escrevendo ao longo desse mais de um século. Já estamos trabalhando por ações ligadas a este evento. Será não somente um momento de festividade, mas uma troca de conhecimentos e valores quais poderemos cultivar em nossas culturas e estreitar ainda mais os laços de amizade entre as nações.

A sensação que tenho, apesar do muito trabalho, é de missão cumprida. Termino o ano satisfeito e grato a todos que estiveram ao meu lado, direta ou indiretamente, me apoiando e auxiliando nessa caminhada. Novos objetivos e desafios me aguardam em 2018. E eu trabalharei para alcançá-los com garra e dedicação, afinal, saber que minhas ações – por menores que sejam – fazem deste país mais justo e menos desigual não tem preço.

 

*Walter Ihoshi é deputado federal pelo PSD-SP

 

 

Related Post

COMUNIDADE: Presidente da Nippon Foundation, Takej... A Câmara Municipal de São Paulo realizou na noite desta segunda-feira, 9, na Associação Miyagui Kenjinkai do Brasil, no bairro da Liberdade, em São Pa...
JUBILEU DE OURO: Associação Cultural e Esportiva S... No dia em que completou 50 anos de fundação – 26 de agosto –, a Associação Cultural e Esportiva Saúde – entidade presidida atualmente por Jorge Kiyosh...
COMUNIDADE: Naguisa visita dona Ana Sachiko Wada, ... Se por acaso, o Papai Noel resolvesse terceirizar a parte de entrega de presentes, com certeza dona Ana Sachiko Wada seria uma das escolhidas. Depois ...
COMUNIDADE: 19ª edição do Festival do Japão recebe... Com cenário mais  “tranquilo” – se comparado às últimas edições – a 19ª edição do Festival do Japão, realizada nos dias 8, 9 e 10, no no São Paulo Exp...

One Comment

  1. O senhor Ihoshi votou a favor da reforma trabalhista e a favor do golpista Temeroso. Devo dizer que o senhor não vai ser reeleito pois traiu seu eleitorado.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *