ARUJÁ: Com ‘Circo das Flores’, 26ª edição da Expo Aflord começa neste fim de semana em Arujá

A Aflord – Associação dos Floricultores da Região da Via Dutra – realiza neste fim de semana (19 e 20) e nos dias 26 e 27 de agosto e 2 e 3 de setembro, em Arujá (SP), a 26ª edição da Expo Aflord, considerada uma das principais feiras para exposição e vendas de flores. Segundo o presidente da Aflord, Tsutomu Makita, a expectativa é receber um público estimado em cerca de 40 mil visitantes nos seis dias de evento. “Estamos otimistas. Esperamos que o público compareça como nos anos anteriores”, disse Makita, acrescentando que este ano a festa tem como tema “Circo das Flores” com o intuito de trazer um pouco mais de cor e alegria aos brasileiros.

 

Com ‘Circo das Flores’, 26ª Expo Aflord espera mais de 40 mil visitantes. Foto: Aldo Shiguti

 

A Expo Aflord tornou-se roteiro turístico devido a variedade em espécies de flores, que ficam em exposição e à venda. São mais de 200 tipos produzidas por floricultores da região da Via Dutra, associados à Aflord.

O destaque deste ano é o lançamento de uma nova variedade de Platycodon, a Platycodon A-Star. Desenvolvida a partir do melhoramento genético da espécie, a flor é conhecida como Flor Balão, pois seus botões possuem esse formato antes do florescimento, para somente depois desabrochar suas cinco pétalas delicadas e ganhar traços semelhantes ao de uma estrela. Originária do leste da Ásia, região que compreende China, Coréia e Japão, a planta pode ser encontrada em três variedades: azul, rosa e branca e estará sendo vendida pela empresa Takata.

 

No ano passado, Pavilhão de Exposição foi decorado com cerca de 15 mil vasos de flores. Foto: Aldo Shiguti

 

De acordo com Makita, trata-se de uma planta de fácil cultivo. “Apesar de ser uma planta de vaso, a platycodon também pode ser plantada fora e sua durabilidade é razoável”, explica Makita, acrescentando que na Expo Aflord o Platycodon A-Star estará à venda por aproximadamente R$ 20,00.

 

A Platycodon é o destaque deste ano na Expo Aflord. Foto: Aldo Shiguti

 

Os visitantes, no entanto, poderão encontrar também uma grande variedade de orquídeas – do total disponível para venda, 60% são orquídeas – como a ‘Sapatinho’ – cujo formato lembra um queixo ou sapato – além de adubos, acessórios e ferramentas para jardinagem. Tudo a preços mais acessíveis do que os praticados no mercado. “Nossos produtos custam, em média, de 30 a 50% menos que nas lojas”, diz Makita, acrescentando que “as pessoas já estão acostumadas a comprar na Expo Aflord”. “Somos uma das feiras que mais vende per capita”, conta o presidente, explicando que outro destaque da Expo Aflord é o Pavilhão de Exposição, que este ano foi todo decorado pelos próprios floricultores inspirados na magia do circo. Cerca de 15 mil vasos de flores compõe a decoração do espaço, que ocupa dois mil metros quadrados.

 

Apresentações artísticas também fazem parte da Expo Aflord. Foto: divulgação

 

Shows – Os visitantes da Expo Aflord também podem conferir diversas atrações culturais. Neste primeiro fim de semana, destaque para o grupo de taiko Kawasuji Seiryu Daiko de Atibaia, que estará se apresentando no palco da Expo Aflord no sábado, e o Kouran Daiko Bunkyo de Suzano, uma das atrações do domingo. Destaque também para o dançarino e coreógrafo Satoru Saito.

 

Praça de Alimentação oferece pratos japoneses e brasileiros. Foto: Aldo Shiguti

 

Na gastronomia, os visitantes da Expo Aflord contam ainda com uma ampla praça de alimentação – com dois mil metros quadrados – com diferentes pratos da culinária japonesa, além de massas, churrasco, lanches, salgados e variados tipos de doces.

O evento também tem uma feira de negócios com diversos estandes que comercializam importados, produtos eletrônicos, roupas, acessórios, entre outros.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    26ª EXPO AFLORD

    Dias: 19, 20, 26 e 27 de agosto e 02 e 03 de setembro (sábados e domingos), das 8h30 às 18 horas

    Endereço: Avenida PL do Brasil, km 4,5, Fazenda Velha, em Arujá

    Ingressos: R$ 26 (inteira); R$ 20 (antecipada inteira); R$ 20 (turismo); R$ 13 (meia); R$ 10 (antecipada meia)

    Estacionamento: R$ 18

    Mais informações no site www.aflord.com.br ou pelo telefone (11) 4655-4227

    *Meia-entrada: pessoas acima de 60 anos e estudantes com carteirinha escolar;

    **Crianças até 8 anos, acompanhadas de adulto pagante, não pagam ingresso.

     

     

     

     

     

     

     

    Engenheira agrônoma orienta sobre os cuidados no cultivo de orquídea em casa

     

    Orquídeas representam 60% do Pavilhão de Vendas. Foto: Aldo Shiguti

     

     

    Os visitantes que forem a 26ª Expo Aflord, que acontece neste fim de semana (19 e 20) e nos dias 26 e 26 de agosto e 2 e 3 de setembro, em Arujá (SP), poderão receber orientações gratuitas de especialistas sobre o cultivo de orquídeas. De acordo com a engenheira agrônoma Sandra Shinoda, da Aflord (Associação dos Floricultores da Região da Via Dutra) os cuidados para o cultivo da planta, uma das mais procuradas por sua beleza, podem ser aplicados em qualquer espécie da flor, independente do tamanho e da época de florescimento.

    As orquídeas preferem lugares ventilados e com boa luminosidade, mas não gostam da exposição direta ao sol que pode queimar flores e bulbos. Por isso, se adaptam a ambientes internos, podendo ser cultivada em casa ou apartamento. “Locais arejados como varandas e sacadas são ótimos para as orquídeas ”, destaca Sandra.

    Não há um tempo determinado para a rega da planta. É necessário tocar em seu substrato para verificar se está úmido ou não. E regar apenas o substrato, evitando molhar folhas e flores. Não é recomendado encharcar o substrato, por isso é importante retirar o pratinho do vaso para que a água escorra completamente, evitando que as raízes apodreçam ou que se transforme em foco de mosquito da dengue.

    A engenheira agrônoma destaca que os vasos de plástico são os mais indicados para o cultivo dentro de casa, pois garantem uma durabilidade maior na umidade do substrato. Outra opção é colocar em árvores e vasos pendentes, deixando as raízes expostas.

    Em relação aos adubos, Sandra explica que há diversos tipos, químicos e orgânicos. “Os adubos têm nutrientes importantes que podem ajudar quando a flor estiver com falta de nutrientes, ficando fraca e com o desenvolvimento alterado. Mas, para adubar é preciso seguir as instruções do fabricante do adubo escolhido. E evitar o contato do produto com folhas e flores, pois pode ocorrer queimadura”, ressalta.

     

     

    Related Post

    ESPETÁCULO: Pela 1ª vez no país, Maiko Kozakura se... Considerada uma das maiores revelações japonesas dos últimos anos do estilo new enka, a cantora Maiko Kozakura desembarcou terça-feira (22) em solo br...
    PIEDADE: Realizado pela primeira vez em cinco dias...   Começa amanhã (16) e prossegue até a próxima terça-feira (20), na sede da Associação Cultura e Esportiva de Piedade, a 14ª Festa e Exposição...
    POLÍTICA: Para Kita, homenagem aos políticos serve... Na cerimônia em Homenagem aos Políticos Nikkeis do Estado de São Paulo, quem “roubou a cena” foi a Madrinha de Bateria da Escola de Samba Águia de Our...
    CRIME NO JAPÃO: Brasileiro contratado pela Yakuza ... O brasileiro acusado de um homicídio cometido no Japão, Marcelo Chrystian Gomes Fukuda, de 35 anos, mostrou o remorso do crime, admitindo os fatos rel...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *