BAIRRO DA LIBERDADE: Bairro perde Bike Sampa para o vandalismo

 

O que era bom durou pouco. Para os apaixonados por uma magrela, infelizmente a Estação de número 134 da Bike Sampa na altura do número 16 da Rua Galvão Bueno no bairro da Liberdade, em São Paulo foi desativada no começo de fevereiro por motivo de vandalismo. O sistema de aluguel de bicicletas da Bike Sampa foi instalado desde outubro no bairro, com 11 bicicletas a cada estação.

 

O sistema de aluguel de bicicletas da Bike Sampa foi instalado desde outubro no bairro, com 11 bicicletas a cada estação. (foto: Luci Judice Yizima) 

 

De acordo com a assessoria de imprensa da Bike Sampa, o projeto de compartilhamento de bicicletas criado, viabilizado e operado pela empresa Serttel, e que conta com a parceria do Itaú Unibanco, vem encontrando dificuldades em algumas estações na região central da cidade de São Paulo. Nas últimas semanas, as estações do Glicério, Vai-Vai e Barão do Iguape foram alvos de furtos e atos de vandalismo, e o mobiliário foi retirado.

Na ocasião, a assessoria informou que pelos mesmos motivos as estações Praça da Sé, Santo Antônio, República, Anhangabaú, Mercado Municipal e São Bento foram temporariamente desativados. A região central possui 16 estações ativas (o mapa está disponível site www.bikesampa.com). A Serttel e o Itaú, junto com os órgãos públicos, estão avaliando as melhores medidas para o perfeito funcionamento do projeto na região central. Vale ressaltar que a Bike Sampa contabiliza mais de 600 mil viagens desde a inauguração em 24 de maio de 2012.

Conforme a Bike Sampa o critério para a instalação do sistema, primeiro há um estudo do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) para a definição de áreas e polos. Na seqüência há um estudo em campo com a equipe da Serttel e da CET de São Paulo para a definição do logradouro. Por fim, vem a etapa do licenciamento da obra e da implantação do mobiliário urbano.

 

No bairro da Liberdade, em São Paulo foi desativada no começo de fevereiro por motivo de vandalismo (foto: Luci Judice Yizima)

 

Para solicitar e usar o sistema compartilhado é preciso preencher um cadastro pela internet (www.bikesampa.com). A bicicleta pode ser usada gratuitamente por uma hora ininterruptos e quantas vezes por dia o usuário desejar. Para isto, basta que, após esse período, o ciclista estacione o equipamento em qualquer estação por um intervalo de 15 minutos. Para continuar utilizando a bicicleta, sem fazer pausa, serão cobrados R$ 5 por cada hora subseqüente, no cartão de crédito do usuário cadastrado. Para destravar a bicicleta, o usuário terá que ligar do telefone celular, ou solicitar pelo aplicativo para smartphones, ou através do Bilhete Único. Portanto, para a utilização do serviço é necessário um celular e cartão de crédito.

(Luci Júdice Yizima)

 

 

Serviço:

Bike Sampa

Estações de empréstimos: cerca de 150.

Horário de funcionamento: das 6h às 22h.

Preço: primeiros 30 minutos grátis. R$ 5 a cada meia hora adicional.

Intervalo do aluguel: 15 minutos.

Tel.: (11) 3298-8811/ (11) 3298-8844.

mobilicidade.com.br/bikesampa.asp

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SUMÔ: Com clima favorável, Campeonato Paulista vê ... Acontece neste domingo, 3, a partir das 8 horas, no Ginásio de Sumô do Bom Retiro, em São Paulo, o 38º Campeonato Paulista Masculino e o 18º Campeonat...
EMPRESAS: Vinhedo ganha Centro Tecnológico do Japã...   A margem da Rodovia Anhanguera, a Mazak Sulamericana, subsidiária brasileira da japonesa Yamazaki Mazak, especializada na produção de máquin...
ENTREVISTA: Kurimori quer intensificar fiscalizaçã... Reeleito para o segundo mandato como presidente do Crea-SP com quase 80% dos votos, o engenheiro Francisco Kurimori já assumiu administrativamente. En...
BRASIL-JAPÃO: Governo de SC presta homenagem aos 1... Para comemorar os 120 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre o Brasil e o Japão e os 35 anos da assinatura do acordo de irmanamento e...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *