BAIRRO ORIENTAL: 38º Tanabata Matsuri terá ‘Universo Anime’

Com expectativa de receber um público estimado em cerca de 150 mil pessoas, a Acal – Associação Cultural e Assistencial da Liberdade – realiza neste fim de semana (16 e 17), na Praça da Liberdade, em São Paulo, a 38ª edição do Tanabata Matsuri – Festival das Estrelas.

 

38º Tanabata Matsuri terá ‘Universo Anime’. Foto: Arquivo/ Aldo Shiguti

38º Tanabata Matsuri terá ‘Universo Anime’. Foto: Arquivo/ Aldo Shiguti

 

Este ano, uma das novidades anunciadas pelos organizadores é o “Universo Anime”, com a embaixadora Kawaii do Brasil, Akemi Matsuda e apresentação de bandas de animes. “Também estamos convidando para os fãs virem de cosplay”, destaca Rosa Matsushita, uma das coordenadoras.

Já em relação à presença de artistas, este ano o Tanabata Matsuri terá a participação de três convidadas internacionais: a já conhecida Mariko Nakahira e as cantoras Marina Kondo e Misa Kamiyama.

Além delas, passarão pelo palco do evento os cantores Joe Hirata, Karen Taira, Bruno Maessaka, Ryu “Jackson” Murakami, Ricardo Nakase e Teddy Shigueyama, além de bandas como Elisios, Heroes, Uchiná, J-Rox e grupos de Buyo-Bu, Rizumu Kenko Taisso, Shinsei da Acal e de taiko, entre elesTenryuu Wadaiko, Ikkon Wadaiko, Mika Youtien e Tangue Setsuko. Outro destaque é a Parada Taiko, desfile que já acontece com sucesso no Festival do Japão e que foi cancelado no ano passado por causa do mau tempo.

 

Itsuko Ichida, Hirofumi Ikesaki e Toshio Yamao. Foto: Aldo Shiguti

Itsuko Ichida, Hirofumi Ikesaki e Toshio Yamao. Foto: Aldo Shiguti

 

Segundo presidente da Acal, Hirofumi Ikesaki, trata-se da “maior festa de Tanabata Matsuri realizada no mundo”. “Pelo que temos conhecimento, é maior até mesmo as que são realizadas no Japão”, orgulha-se, acrescentando que a festa “traz movimento para o bairro”.

“O Tanabata Matsuri é bom para os visitantes, que podem aproveitar não só as atrações e também conhecer um pouco mais sobre a cultura japonesa, e para os comerciantes. É uma tradição que precisa ser mantida e transmitida para as futuras gerações”, destaca Ikesaki

O Tanabata Matsuri é uma das principais festas realizadas anualmente pela Acal no Bairro Oriental. Já na sexta-feira à noite, são colocados nas calçadas da Praça da Liberdade e nas Ruas do Estudantes e Galvão Bueno, dezenas de enfeites de tanabata pendurados em cerca de 100 bambus de aproximadamente 13 metros de altura, com três enfeites de papéis coloridos com longas caudas. No dia, o público poderá deixar a festa ainda mais colorida pendurandos os tanzakus (papeletas para escreverem seus pedidos) nos ramos dos bambus chamados “sassadake”.

 

Visitantes poderão escrever seus pedidos nos tanzakus e pendurá-los nos sassadakes. Foto: Arquivo / Aldo Shiguti

Visitantes poderão escrever seus pedidos nos tanzakus e pendurá-los nos sassadakes. Foto: Arquivo / Aldo Shiguti

 

Enfeites – Os enfeites são confeccionados pela própria Acal e mobiliza cinco Departamentos (Rizumu Taisso, Radio Taisso, Buyo-Bu, Karaokê e Taiko). Segundo a diretora da Acal e professora de Rizumu Taisso, Itsuko Ichida, a produção costuma ter início com meses de antecedência. “Este ano, por exemplo, começamos em março”, conta Itsuko, acrescentando que de um ano para outro “é muito pouco o que pode ser reaproveitado”. “No ano passado estragou quase tudo por causa das chuva”, lembra a diretora.

Por isso, o trabalho é feito quase que diariamente para que os enfeites sejam entregues no prazo. Além de mais de 150 tanabatas grandes (que ficam pendurados nos galhos mais altos dos bambus), são feitos também milhares de  mini-tanabatas e cerca de 40 mil tanzakus. Tanto os mini-tanabatas como os tanzakus podem ser comprados pelos visitantes por R$ 5,00 e R$ 2,00, respectivamente. “Este ano, alguns tanabatas foram inspirados nos Jogos Olímpicos Rio 2016”, explica a professora Itsuko.

Outra atração da festa são a gastronomia japonesa e as atrações de palco. A Feira de Arte, Artesanato e Cultura da Liberdade, mais conhecida como “Feirinha da Liberdade”, funciona normalmente nos dias da festa. Além disso, excepcionalmente, são montadas entre a Rua Galvão Bueno e o Viaduto Cidade de Osaka, outras 35 barracas.

 

Apresentação de grupo de dança da Acal. Foto: Arquivo / Aldo Shiguti

Apresentação de grupo de dança da Acal. Foto: Arquivo / Aldo Shiguti

 

Lenda – Inspirada nas estrelas Vega e Altair, a lenda do Tanabata Matsuri conta a história de uma certa Princesa Orihime, uma excelente tecelã, e seu amado Kengyu. Preocupado com excessiva dedicação de Orihime, o rei ordenou que ela se distraísse, passeando pelo reino. Em um desses passeios, ela conheceu o pastor Kengyu e os dois se apaixonaram.

Esquecendo-se completamente de suas obrigações, a princesa e o pastor dedicaram todo o tempo para viver esta paixão e foram castigados, sendo transformados em estrelas e separadas pela Via Láctea. Comovido com a tristeza do casal, o “Senhor Celestial” permitiu um único encontro anual entre eles, num dia de julho. Em agradecimento à dádiva recebida, o casal atende aos pedidos feitos em papéis coloridos e pendurados em bambus. A festa foi introduzida no Japão pela Família Imperial no início do século IX com o nome de Tanabata Matsuri.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

    38º Tanabata Matsuri – Festival das Estrelas

    Quando: Dias 16 e 17 de julho. Sábado e domingo, a partir das 10h30 (atraçõesde palco)

    Onde: Praça da Liberdade e adjacências

    Entrada franca

    Informações pelo telefone: 11/3208-5090

     


     

     

    Programação de Shows do 38º Tanabata Matsuri – Festival das Estrelas

     

    DIA 16 (SÁBADO)

     

    PALCO

    10H30: Tenryuu Wadaiko (taikô)

    11H: Karen Taira (cantora)

    11H30: Ricardo Nakase (cantor)

    12H: Instituto Paulo Tsujimoto (judô)

    12H35: Tangue Setsuko (taikô)

    13H05: Marina Kondo (cantora internacional)

    13H50: Ryu “Jackson” Murakami (cantor)

    14H20: Joe Hirata (cantor)

    CERIMÔNIA XINTOÍSTA NO TORII

    14H: Abertura Oficial

    14H10: Templo Xintoísta Nambei Jingu (Cerimônia Xintoísta)

    PALCO

    15H: Parada Taikô (taikô)

    15H15: Awaodori (dança)

    15H30: Saudação das autoridades

    16H05: Hanayagui Kinryu Kai (dança)

    16H15: Rizumu Taissô – Acal (ginástica/dança)

    16H30: Kenko Taissô – Acal (ginástica)

    16H40: Odori – Acal (dança)

    16H45: Shinsei Acal (dança)

    16H50: Odori – Acal (dança)

    16H55: Shinsei Acal (dança)

    17H05: Taikô – Acal (taikô)

    17H25: Odori – Acal (dança)

    17H35: Kaori Kanegawa (cantora)

    18H: Bruno Maessaka (cantor)

    18H30: Edson Saito e banda YES (banda)

    19H: Encerramento

     

     

     

     

    DIA 17 (DOMINGO)

     

    10H30: Ikkon Wadaiko (taikô)

    10H55: Rizumu Taissô – Acal (ginástica/dança)

    11H: Odori – Acal (dança)

    11H05: Rizumu Taissô – Acal (ginástica/dança)

    11H10: Odori – Acal (dança)

    11H20: Aikido Maruyama (arte marcial)

    11H40: Mariko Nakahira (cantora internacional)

    12H05: Okinawa Goju-Ryu Karatê-Do Hozonkai (arte marcial)

    12H25: Associação Bujinkan Hattori Hanzo (ninjutsu)

    12H50: Mika Youtien (taikô infantil)

    13H15: Marina Kondo (cantora internacional)

    13H40: Márcio Galvão e Eduardo Yoshimoto (dança)

    14H05: Misa Kamiyama (cantora internacional)

    14H40: Heroes Sanshin Band (banda)

     

    UNIVERSO ANIMÊ

    15H10: Akemi Matsuda – Embaixadora Kawaii do Brasil (cantora)

    15H40: Shadaloo (banda)

    16H10: Elísios (banda)

    16H40: Teddy Shigueyama (cantor)

    17H10: Uchiná (banda)

    17H40: J-Rox (banda)

    18H: Encerramento

     

    *Programação sujeita a alterações sem aviso prévio

     

     

     

     

    Related Post

    CINEMA: Os atores japoneses Hiroyuki Sanada, Kou S...   Aos amantes da cultura japonesa e aos cinéfilos de plantão, estréia prevista para 31 de janeiro, nos cinemas paulistanos o filme “47 Ronin”,...
    ECONOMIA: Restaurantes japoneses enfrentam crise c... Todo mundo sabe que o carro-chefe dos restaurantes japoneses é o 'salmão', com festivais de sushis, sashimis e combinados. Mas o que ninguém imaginava...
    9º Festival dos Imigrantes de Jacareí Uma das maiores celebrações populares do Vale dos Paraíba chega a sua nona edição. O Festival dos Imigrantes de Jacareí acontece dias: 05 de agosto...
    ARTE E CULTURA: Fnac Paulista apresenta Contação d...   A Fnac Paulista apresenta todos os sábados de dezembro, Contação de Estórias e Oficina de Origamis com Diana Ishimitsu, que também faz apres...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *