BEISEBOL: LUIZ GOHARA CHEGA AO TOPO E SERÁ O QUINTO BRASILEIRO A ATUAR NA MLB

Pela primeira vez na história Brasil conta com quatro atletas na principal liga de beisebol do mundo atuando na mesma temporada

 

Definitivamente o Brasil vive seu melhor ano no beisebol e na Major League Baseball em aspectos gerais. O país nunca antes esteve tão bem representado em qualidade e número na MLB, foram duas promoções às grandes ligas em 2017, Thyago Vieira e Luiz Gohara, recorde em uma temporada, além da participação dos já consagrados Paulo Orlando e Yan Gomes, que ainda disputam vaga nos playoffs desse ano.

 

Estreia de Luiz Gohara o quinto brasileiro na Major League Baseball. Foto: GettyI mages

 

Setembro um pouco mais brasileiro na MLB. O mês que antecede a chegada dos playoffs da Major League Baseball, garante aos brasileiros que buscam vagas nas equipes principais grandes oportunidades de jogar na maior liga de beisebol do mundo. Durante esse período os clubes têm a oportunidade de ampliar seus elencos, que contam com 25 atletas. Eles abrem vaga para mais 15 atletas que são elegíveis à categoria principal, período conhecido como “Roster 40”. Com isso os clubes costumam usar a ocasião para testar prospectos e jogadores de destaque que vem atuando nas ligas menores, o caso de Luiz Gohara. Seu clube, o Atlanta Braves, tem chances remotas de chegar à pós temporada, por isso abrem-se as portas para testes dos aspirantes a Major League. Thyago Vieira já jogou este ano pela equipe principal do Seattle Mariners e retorna ao Brasil ainda esse mês.

Luiz Gohara –  nesta terça-feira, 05/07, o arremessador canhoto brasileiro foi chamado pela organização do Atlanta Braves para compor seu elenco principal na Major League Baseball. Gohara chegou às filiais do Seattle Mariners em 2012 com contrato de US$ 880 mil dólares, após ter participado do primeiro MLB Elite Camp Brasil. Trocado esse ano com o Atlanta Braves e com ascensões meteóricas no time da Georgia, foram três promoções em apenas uma temporada,possuía o maior acordo da história do esporte amador brasileiro, até o acerto de US$1,4 milhões dólares feito entre Eric Pardinho e Toronto Blue Jays, no último 6 de Julho.

Com a promoção de Luiz Gohara, que este ano passou por “A” (single A), “AA” (double A), “AAA” (triple A) e agora Major League Baseball, o jogador alcança importantíssima marca para ele, para o beisebol brasileiro e também para a MLB, que em 2011 trouxe para o Brasil o MLB Elite Camp. Uma semana de treinamentos, no CT Yakult em Ibiúna – SP, com profissionais da MLB para 50 jovens selecionados em peneiras realizadas nos polos do beisebol brasileiro, nos estados do Paraná e São Paulo. Desde então a liga investe e trabalha intensivamente ao lado da CBBS para proporcionar cada vez mais oportunidades aos jovens atletas brasileiros que desejam tornar-se jogadores de beisebol profissionais.

Gohara agora materializa o sucesso dos investimentos feitos no Brasil pela Major League Baseball. O MLB Elite Camp, durante seus seis anos de duração,ajudou dez atletas brasileiros a assinarem contratos com clubes das Major League, dos quais seis ainda permanecem nas categorias de acesso à MLB, como o próprio Luiz Gohara, “Bo” Takahashi, Luis Paz, Gabriel Maciel, Daniel Missaki e Edilson Batista.

Ao estrear hoje como titular dos Braves, Gohara aos 21 anos, se tornará o arremessador mais jovem atuando na Major League. O atleta brasileiro joga hoje as 21:35, horário brasileiro, na partida entre Atlanta Braves e Texas Rangers, no SunTrust Park, nova casa dos Braves, estádio inaugurado este ano.

Só em 2017, a Academia MLB Brasil, projeto anual que substituiu o MLB Elite Camp, impulsionou cinco prospectos brasileiros a assinarem contratos profissionais com times da Major League Baseball. Heitor Tokar (arremessador) e Victor Coutinho (defensor de campo externo) assinaram com o Houston Astros, Vitor Watanabe (arremessador) com o Milwaukee Brewers e Christian Pedrol (arremessador), contratado em maio pelo Seattle Mariners, juntaram-se a Eric Pardinho, maior prospecto brasileiro contratado pelo Toronto Blue Jays.

Essa mudança de estágio no beisebol brasileiro e o aumento no número de atletas que conseguem se manter crescendo nas ligas americanas é a prova de que o trabalho da Major League Baseball vem sendo bem feito no país. Com os Elite Camps e a abertura da Academia MLB Brasil, os jogadores saem mais preparados para os desafios da carreira profissional lá fora e também para defender o Brasil nas competições internacionais, vale lembrar que o beisebol volta ao Hall Olímpico em Tóquio 2020.

 

 

Caio Parente

Major League Baseball

Related Post

NIPPAK PESCA: Vida Extraterrestre Poderia ser Semelhante à Terrestre?     Por Marcelo Szpilman *   A recente descoberta (pela Nasa) do planeta Kepler-45...
TÊNIS DE MESA: 63º Jogos Universitários Brasileiro... Após 11 anos fora dos JUBs, o tênis de mesa voltou a integrar como uma das modalidades que compõe o maior evento esportivo universitário da América La...
NIPPAK PESCA: Incidentes com tubarões O que se pode fazer? Por Marcelo Szpilman *       O ataque de tubarão sempre leva o tema às manchetes dos jornais, p...
BEISEBOL: Cooper e Nikkei Curitiba vencem na 7ª Ta... O Coopercotia e o Nikkei Curitiba sagraram-se campeões, respectivamente, da 7ª Taça Yakult de Beisebol Interclubes Pré-Junior e da 7ª Taça Yakult de B...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *