BEISEBOL: LUIZ GOHARA E THYAGO VIEIRA CHEGAM À “TRIPLE A” E FICAM A UM PASSO DE CHEGAR AO TOPO DA MAJOR LEAGUE BASEBALL

Luiz Gohara torna-se primeiro atleta a ter participado do MLB Elite Camp a chegar a AAA e Thyago Vieira é promovido após brilhar no MLB Futures Game

 

Por Caio Parente – Major League Baseball

 

Luiz Gohara torna-se primeiro atleta a ter participado do MLB Elite Camp a chegar a AAA. Foto: divulgação

 

Definitivamente o Brasil vive seu melhor ano no beisebol e na Major League Baseball em aspectos gerais. Claro que o país já teve sua seleção classificada para o World Baseball Classic em 2013 e também Paulo Orlando como primeiro brasileiro campeão da World Series 2015 pelo Kansas City Royals, mas nunca antes o Brasil fora tão bem representado em qualidade e número na MLB. Julho de 2017 ficará marcado na história do beisebol brasileiro. No dia 09, o arremessador Thyago vieira participou do “MLB All Star Futures Game” e após eliminar dois rebatedores adversários com arremessos à 101 mph, cerca de 162 km/h, chamou atenção do Seattle Mariners, que uma semana depois o promoveu à AAA (triple A). O fechador brasileiro atuou em duas partidas e já obteve um “save”, garantindo a vitória para o Tacoma Rainiers, filial de triple A do clube. Como faz parte da lista de 40 jogadores da equipe de Seattle, a expectativa dos brasileiros é que ele possa ser chamado a qualquer momento para defender o time principal dos Mariners no nível mais alto do beisebol mundial, a Major League Baseball.  Além disso, ainda nesse mês, o Brasil alcançou o número de 16 atletas contratados por equipes da principal liga de beisebol do mundo, recorde para o país.

O arremessador canhoto brasileiro foi chamado pela organização do Atlanta Braves para compor o elenco do Gwinnett Braves, time de AAA da franquia Braves. Foto: divulgação

 Luiz Gohara –  nesta quinta-feira, 27/07, o arremessador canhoto brasileiro foi chamado pela organização do Atlanta Braves para compor o elenco do Gwinnett Braves, time de AAA da franquia. Gohara chegou às filiais do Seattle Mariners em 2012 com contrato de US$ 880 mil dólares, após ter participado do primeiro MLB Elite Camp Brasil. Trocado esse ano com o Atlanta Braves possuía o maior acordo da história do esporte amador brasileiro, até o acerto de US$1,4 milhões dólares feito entre Eric Pardinho e Toronto Blue Jays, no último 6 de Julho.

Com a promoção meteórica de Luiz Gohara, que este ano passou por “A” (single A) e “AA” (double A), o jogador está a um nível de uma importante marca para ele, para o beisebol brasileiro e também para a MLB, que em 2011 trouxe para o Brasil o MLB Elite Camp. Uma semana de treinamentos, no CT Yakult em Ibiúna – SP, com profissionais da MLB para 50 jovens selecionados em peneiras realizadas nos polos do beisebol brasileiro, nos estados do Paraná e São Paulo. Desde então a liga investe e trabalha intensivamente ao lado da CBBS para proporcionar cada vez mais oportunidades aos jovens atletas brasileiros que desejam se tornar-se jogadores de beisebol profissionais.

 

 

Se chegar ao topo do beisebol mundial, o exemplo de Gohara comprovará o sucesso dos investimentos feitos no Brasil pela Major League Baseball. O MLB Elite Camp, durante seus seis anos de duração, ajudou dez atletas brasileiros a assinarem contratos com clubes das Major League, dos quais seis ainda permanecem nas categorias de acesso à MLB, como o próprio Luiz Gohara, “Bo” Takahashi, Luis Paz, Gabriel Maciel, Daniel Missaki e Edilson Batista.

 

Só em 2017, a Academia MLB Brasil, projeto anual que substituiu o MLB Elite Camp, impulsionou cinco prospectos brasileiros a assinarem contratos profissionais com times da Major League Baseball. Heitor Tokar (arremessador) e Victor Coutinho (defensor de campo externo) assinaram com o Houston Astros, Vitor Watanabe (arremessador) com o Milwaukee Brewers e Christian Pedrol (arremessador), contratado em maio pelo Seattle Mariners, juntaram-se a Eric Pardinho, maior prospecto brasileiro contratado pelo Toronto Blue Jays.

Essa mudança de estágio no beisebol brasileiro e o aumento no número de atletas que conseguem se manter crescendo nas ligas americanas é a prova de que o trabalho da Major League Baseball vem sendo bem feito no país. Com os Elite Camps e a abertura da Academia MLB Brasil, os jogadores saem mais preparados para os desafios da carreira profissional lá fora e também para defender o Brasil nas competições internacionais, vale lembrar que o beisebol volta ao Hall Olímpico em Tóquio 2020.

 

 

Related Post

PRÊMIO PAULISTA: Vereador Aurélio Nomura destaca e...   Vereador Aurélio Nomura é um importante parceiro do Prêmio Paulista de Esportes (foto: Jiro Mochizuki) Praticar esporte amador no Brasil...
TÊNIS DE MESA: Torneio do Piratininga por Equipes O tradicional Torneio do Clube Piratininga, em Pinheiros (zona Oeste de São Paulo), continua um sucesso, pois poucos eventos envolvendo equipes são va...
NIPPAK PESCA: CURTAS Óculos polarizados e anatômicos Mustad   Polarizados de alta qualidade com 100% de proteção UV, tecnologia de lentes com multicamadas, armaçã...
SUMÔ: Osasco fatura título do 60º Campeonato da Su... A Uces – União Cultural e Esportiva Sudoeste – realizou no último dia 29, no dohyo montado na Acenbo – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *