BEM ESTAR: A razão do viver

As pessoas vivem em busca de que?

O que procuram?

O que precisam?

 

Muitos estão amarrados, comprometidos, compenetrados,   com deveres e obrigações na manutenção da sobrevivência para que nada falte ao seu conforto.e dos familiares.

Preocupados com a alimentação, saúde, transporte, estudo, lazer, posição social, posição financeira, aquisição de bens materiais, relacionamentos sociais se perdem na vida caótica  e distanciam do viver.verdadeiramente como ser humano.

Devem fazer o bom uso da criação, a grande ferramenta que tem, não viver por viver sem sentido, sem direção.

Criar será estabelecer planos, metas, prioridades, claras e objetivas, realizáveis, dentro da disponibilidade de tempo.

Há como fazer planos curtos, médios e de longo prazo, que deverão estar sendo revisados o tempo todo e fazer ajustes, conforme as circunstancias, pois nada é permanente.

A divisão de tarefas por  tempos, devem ser respeitados, para o cumprimento na integra.

No convívio familiar há de se ter uma disciplina, atribuições, organização, quem, quando, onde, como, estabelecidos de forma que harmonicamente possa manter a ordem e bem estar de todos.

Ao estabelecerem esses princípios dentro do lar, tornam as pessoas agirem de forma natural, as tarefas cotidianas, sem sobrecarregar os demais membros, cada qual contribuindo com a sua parte, expandindo fora do lar inclusive, onde estiver.

Hoje tem tudo em mãos o que querem, podem escolher o que comer, com que brincar, tornando as crianças egoístas e preguiçosas, pois tudo são dados sem cobranças.

Muitos vivem sem rumo, sem direção, deixam à mercê do tempo, as crianças sob toda a proteção e regalia, obstruindo todo o potencial, sem disciplina, sem respeito, sem deveres e obrigações, apenas deixando privar desse direito como criança até a maioridade, garantindo sobremaneira bens materiais para seu usufruto a posteriori.

Crescem sob esse manto de proteção, com formação intelectual, mas sem formação humana e espiritual, sem desejo de assumir  compromissos, não conseguem sair do ninho confortável, conformam com a vida virtual do que real.

A razão do viver é ajudar os irmãos necessitados para juntos elevarem espiritualmente, eis a missão.

Devem reaprender tudo, para poderem viver só, com dignidade, respeito, benevolência, principalmente na manutenção da ordem e disciplina, redefinir sua personalidade, sua marca registrada e ser prestativo junto a comunidade.

Ter a Fé inabalável, e seguir em busca das oportunidades, possibilidades, para retribuir pelo tudo que foi ofertado, usufruído, com gratidão pela vida, oportunidade única do crescimento e aprimoramento espiritual.

Venham desvendar o véu do esquecimento, remover o tampão dos ouvidos, ver e ouvir com olhos e ouvidos da alma, para assim poder entender a razão do viver , a razão de sua existência nessa encarnação, para ser feliz!.

 

TAKEO WATANABE

TAKEO WATANABE

Terapeuta Holístico / Seu Mentor
Tratamento personalizado sob medida - corpo - mente - espírito.
Saúde, Alegria, Felicidade, prosperidade, a seu alcance.

Reunião com Mentores
Av. Jabaquara, 2940 – salas 82-83 (Prox. Metrô S.Judas)
Tel.: (11) 2275-7787 - 99917-8281- 96447-9087
Mail: reuniaocommentores@gmail.com
TAKEO WATANABE

Últimos posts por TAKEO WATANABE (exibir todos)

    Related Post

    ERIKA TAMURA: Tatomi Minami Shogakko, a escola jap... Semana passada, fui convidada para uma palestra em uma escola na província de Yamanashi. Aceitei. Pensei que seria em uma escola brasileira, mas pa...
    SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Lançamentos Colônia Hirano: 100 anos e Fragmentos em Homenagem aos 60 anos da Professora Mary Hassunuma são os dois livros que o jornalista Shigueyuki Yoshikuni...
    AKIRA SAITO: POR QUE FAZER O ERRADO? “Uma sociedade séria se faz com pessoas que pensam no próximo e que colocam os deveres antes dos direitos”     Este ano se comemora o...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: FÉRIAS TRABALHISTAS, AQUI ... Minha primeira ida ao Japão foi na condição de bolsista-estagiário pela província de Mie, terra natal de meu pai. Isso, há muito... muito tempo... rsr...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *