BEM ESTAR: O-mo-te-na-shi – A arte de servir bem

Tradicionalmente os japoneses tem o hábito de servir bem as pessoas, tratamento esse que são dispensados a todos sem exceção, na obtenção de satisfação plena das pessoas as quais forem servidos.

Esse rito inicia de dentro da casa de  cada família, aos convidados, às pessoas que batem a sua porta, aos vizinhos, às pessoas de relacionamentos estreitos e íntimos.

Fora de casa, todos os eventos de todas as sortes  da comunidade, do município, do estado, do pais   iniciam com série de debates e idéias bem antes do evento.

Assim inicia-se a organização, arrumação, a preparação , tudo conforme planejado, sem surpresas, para recepcionar os visitantes.

Quando foi anunciado a escolha da próxima Olimpíada em 2020, em Tokyo – Japão, o comitê olímpico, iniciou o trabalho, com planejamento e cronograma de execução.

Desde a infra estrutura, construção de arenas, transportes, hotéis e serviços de hotelarias, gastronomias, turismo, brindes, guias, inserindo uso de tecnologias disponíveis para facilitar a vida dos visitantes.

O envolvimento é geral, com total participação do povo em geral,  para que todos levem  a boa impressão do país  com oferecimento do o-mo-te-na-shi!

Não só por ser pais do primeiro mundo que o povo espera que o governo faça tudo, muito pelo contrário, são os povos, cada cidadão, que participam para a realização do evento para  o país ser bem sucedido.

Exemplo deixado pelos japoneses na arena da copa de futebol, após o jogo, reflete exatamente o espírito participativo do povo, não espera do governo, eles se põe à disposição do governo , do país, como que dissesse o que eu posso fazer pelo meu país.

Tudo começa dentro de casa, nascem de dentro de casa.

A educação é fundamental .

Os princípios éticos, morais, civilidade, devem ser aprendidos em casa.

Nenhum povo nasce pronto, através da união entre as pessoas é que tornam possíveis a realização desta arte de servir bem.

Em pequenas comunidades são possíveis de se ver esse tipo de união para a realização de eventos, mas a contrapartida dos visitantes nem sempre são gratos, percebe-se ao final da festa, as condições e situações que deixam.

A mudança é lenta, mas são necessárias as persistências, nos lares e nas escolas.

Freqüentei a escola de língua japonesa na comunidade onde vivia.

As aulas eram duas vezes por semana, a professora vinha da capital, de trem  movido a carvão mineral, depois de ônibus, uma jornada de quase duas horas ou mais.

A faxina era feita por nós alunos, em revezamento, desde a sala até o páteo.

O que podíamos fazer pela professora em estado de gratidão , era colher uma flor, colocar numa garrafa de refrigerante , no canto da mesa dela, era o maior prazer de servir – o-mo-te-na-shi!

Isto torna possível quando as pessoas não esperam que outros  façam por nós,  mas pelo que podemos fazer para outros, é com esse espírito que podemos servir bem a todos.

Vamos praticando para que os outros copiem esse gesto nobre.

Aproveito para convida-los novamente a participar da Feira Vegana das Nacoes , que acontecera nos dias 28 e 29/05/16 , o horário sera de 11:00h as 20:00h , no Colegio Santa Amalia (Av. Jabaquara , 1673 – Saude) , ao qual estarei la para conversar e ter esse encontro com você !

 

TAKEO WATANABE

TAKEO WATANABE

Terapeuta Holístico / Seu Mentor
Tratamento personalizado sob medida - corpo - mente - espírito.
Saúde, Alegria, Felicidade, prosperidade, a seu alcance.

Espaço Luz Violeta
Av. Jabaquara, 2940 – salas 82-83 (Prox. Metrô S.Judas)
Tel.: (11) 2275-7787 - 99917-8281- 96447-9087
Mail: reuniaocommentores@gmail.com
TAKEO WATANABE

Últimos posts por TAKEO WATANABE (exibir todos)

     

     

    Feira Vegana das Nações

     

    resized_13012751_609967492500336_8749137899950952718_n

    Expositores com gastronomia típica de diversos países e estados do Brasil, vestuários, acessórios, cosméticos, artesanatos exclusivos, tudo ecologicamente correto.

    Alimentos com opções sem glúten e sem açúcar, todos veganos!

    Apresentações artísticas, conscientização sobre proteção animal e ambiental com palestras, workshops, yôga, exibição de vídeos e aula de culinária vegana básica.

    Teremos um espaço para adoção de gatos e cachorros, em parceria com protetores que resgatam animais de rua: também aceitarão doações de ração, cobertores e medicamentos.

    Sábado e Domingo
    28 e 29 de maio de 2016
    11h às 20h

    Entrada gratuita, local coberto
    Colégio Santa Amália: Av Jabaquara, 1673 – São Paulo/SP (bem ao lado da saída do metrô Saúde)

     

     

    Related Post

    JOJOSCOPE: Washoku – indicado pela Unesco co... O ano de 2013 foi um marco para a Culinária Japonesa. Ela foi reconhecida como Patrimônio Cultural Intangível, pela Unesco, em decisão tomada no Azerb...
    AKIRA SAITO: QUESTÃO DE HOMBRIDADE   “O valor de uma pessoa se mede pela sua dignidade” Em uma sociedade em que se busca mais os resultados, muitas vezes pessoas se esquecem ...
    AKIRA SAITO: Orgulho de ser do bem “Nos dias de hoje precisamos resgatar o orgulho de fazermos as coisas certas, de sermos honestos, bons e de caráter”   Sempre penso que o m...
    AKIRA SAITO: HIERARQUIA “Estar acima ou abaixo de alguém não determina algo pejorativo, e sim, seu grau de responsabilidade” Em uma sociedade que prega constantemente a ig...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *