BEM ESTAR: SOCHI: DIRETO DE FUKUSHIMA, YUZURU HANYU, O PRÍNCIPE DA PATINAÇÃO DE GELO

Foi com curiosidade desinteressada que acessei vídeos na internet que revelavam o japonês Yuzuru Hanyu, medalhista de ouro em Sochi na patinação artística no gelo.

Gosto particularmente desta modalidade, pois ela tem um quê de sonho que se materializa em realidade sobre os hábeis pés do skatista que cortam o gelo nas mais puras expressões de encanto, de beleza.

Depois de deslizar suavemente por toda a extensão da pista, Hanyu se firma no centro do rinque, aguardando a entrada da música.  Sinto a tensão correr pelas minhas veias como num prenúncio desenfreado.

A música é um jazz.  Hanyu entra no ritmo da música dissolvendo, como que instantaneamente, a tensão, deixando-se conduzir pela contagiante batida.  Sorri!

No primeiro salto, comemora suavemente o pouso bem sucedido, sob os aplausos da plateia.  A tensão já se esvaiu, e, simplesmente, não consigo mais sequer piscar os olhos, querendo apreciar cada detalhe, cada pequeno gesto de Hanyu.  É simples, é belo, é um regozijo para a alma, do qual sinto-me participar com todo o ser.

Lembro-me de ter assistido a outras apresentações de skatistas, sempre com uma ponta de preocupação ao sinal de que iriam executar um salto.  Há sempre o risco de queda, e, juntamente com o atleta, meu coração vacilaria no ar por um instante, sem respirar, sem ousar deixar que o coração execute o batimento seguinte, antes de conferir a aterrisagem segura do artista, sobre o gelo.

Porém, em sua segunda apresentação, Hanyu sofre duas inexoráveis quedas.  Isto significaria, quase que inegavelmente, a perda da pole-position.  Ouço a plateia suspirar e ouço meu próprio suspiro, de desalento, de indignação.

Mas Hanyu se ergue e volta, ainda mais encantador, ainda mais sedutor.  Seus passos adquirem leveza jamais vista.  Sua expressão se condói e se curva sob o tema de Romeu e Julieta.  Seu semblante, seu corpo, desdobram-se sobre a dor da separação, e ele nos guia pela triste história como se nos pegasse pelas mãos e nos levasse junto ao rinque, conduzindo-nos pelas linhas poéticas das lâminas dos patins de gelo produzindo inesperados saltos até o final de sua apresentação.

Ele nos convida a adentrar o mundo da magia e sinto-me suspensa no tempo, fazendo parte da atmosfera tão envolvente criada por ele.  Os saltos parecem fáceis, ganham altura e surgem como que do nada…

É tão só mais tarde que fico sabendo que Hanyu treinava no Ice Rink Sendai, localizado na província de Fukushima, quando do terrível terremoto e maremoto que causaram enorme destruição nas proximidades da cidade de Sendai.  Em 10 de janeiro de 2014, ainda eram contabilizadas 18524 pessoas desaparecidas.

Na época, Hanyu teria se sentido compelido a deixar a patinação no gelo que tanto ama por não sentir-se no direito de prosseguir fazendo o que gosta em detrimento da dor e do sofrimento de seus conterrâneos.  Descobre, porém, na patinação no gelo, um poderoso instrumento para angariar fundos de ajuda aos desabrigados de Fukushima: as apresentações beneficentes.

Mesclam-se no rosto deste jovem de apenas dezenove anos, expressões fortes e profundas, assim como aquelas tão comuns e pueris de uma criança.  Dentre a sobrevivência a um terremoto desta magnitude e a sua participação nos jogos olímpicos, não restam dúvidas de que uma transformação profunda se fez mostrar na vida deste jovem, de dentro para fora.

Que através do dom que lhe foi outorgado, possa Hanyu cumprir o destino que se lhe faz reservar: dentre eles, o de nos inspirar através de sua trajetória, e, a da paixão e vitalidade que ele nos transmite através de sua encantadora arte!

 

Crédito de imagem: https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/t1/1422485_748907635120232_282856995_n.jpg

Vídeos disponíveis na internet:

Hanyu sofre queda, mas fica com o ouro
http://bandsports.band.uol.com.br/sochi/2014/noticia/100000664041/video-hanyu-sofre-queda-mas-garante-ouro-na-patinacao-artistica

Patinação artística: A surpreendente apresentação de Yuzuru Hanyu
http://bandsports.band.uol.com.br/sochi/2014/video/2014/02/06/14852896/patinacao-artistica-a-surpreendente-apresentacao-de-yuzuru-hanyu.html

Copa NHK: Hanyu 2012-2013, “Hello I Love You,” e “Hana-ni-Nare”
https://www.youtube.com/watch?v=v-5UKrfd6Ms

 

 

 

Helena Tiemi Honda Kobayashi

Sócia e colaboradora da Associação Palas Athena, é instrutora de yoga, atenção e concentração nas práticas meditativas. Tem doutorado e mestrado pela Yokohama National University, tendo completado 15 anos de vivência no Japão.

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

BEM ESTAR: “É COMPLICADO”   Crédito de imagem:http://www.morguefile.com/archive/display/809883   Tenho observado que a expressão “É complicado” tem sido uti...
BEM ESTAR: Limpeza Espiritual Para mantermos sadios, fazemos as devidas higienes, para não contrairmos nenhuma infecção oriundas do meio externo. Cuidamos de nossas aparências f...
BEM ESTAR: Por que existo? Existo porque vim com o proposito de cumprir a missão e objetivo, nessa passagem curta da vida terrena, para o aprimoramento e elevação espiritual. ...
BEM ESTAR: Ma: a distância espaço-temporal   Primavera, Verão, Outono, Inverno.  O japoneses vivem os ciclos da natureza de forma intensa e presente.  Isto pode ser constatado na maneir...

2 Comments

  1. Apenas uma ressalva o Hanyu não é de Fukushima, ele é de Minami Sanriku, Miyagi, cidade que foi 70% devastada, ele se apresentou em Fukushima sim, assim como em todos os locais onde haviam os desabrigados

    • Boas noites, Erika. Agradeço-lhe pela correção da cidade de origem de Hanyu. Isto torna a presença dele ainda mais marcante, pois coloca-o bem no meio do cenário do terremoto. Me encanta saber que ele teve este cuidado carinhoso para com os desabrigados.
      A sua resiliência e capacidade de reescrever a história nos servem como sinais inspiradores, de que também podemos dar o melhor de nós para o mundo, para a sociedade, para o próximo.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *