BRASIL-JAPÃO: George Hato destaca importância de visitas a Hiroshima e Nagasaki

A convite do governo do Japão o vereador George Hato (PMDB) foi um dos políticos que embarcou para o Japão no último dia 18 para uma missão oficial bancada pelo governo japonês através do programa   “Juntos – Intercâmbio Japão América Latina e Caribe”. O programa tem como objetivo aprofundar as relações entre os países e oferecer oportunidade para o intercâmbio de opiniões com autoridades do alto escalão do governo e formadores de opinião do Japão.

 

George Hato cumprimenta o sobrevivente da bomba atômica. Foto: arquivo pessoal.

George Hato cumprimenta o sobrevivente da bomba atômica. Foto: arquivo pessoal.

 

Nessa primeira etapa, conforme publicou o Jornal Nippak, os cerca de 30 membros, entre políticos e líderes de negócios, foram divididos em três grupos. O “A” reuniu deputados federais, como Luiz Nishimori (PR-PR) e William Woo (PP-SP). George Hato integrou o Grupo “C”, que contou ainda com o deputado estadual de Roraima, Masamy Eda, e o assistente especial do governador Geraldo Alckmin, Pedro Henrique Giocondo Guerra, entre outros. A comitiva retornou no dia 29 de março.

Também conforme antecipado pelo Jornal Nippak, os grupos cumpriram agendas diferentes. O Grupo C foi recebido por diversas autoridades japonesas, entre elas, o governador de Toquio Yoichi Masuzoe, o vice-governador de Hiroshima, Hironori Takagaki, o vice-ministro Yasutoshi Nishimura e pelo presidente do parlamento de Hiroshima, Naomi Hirata.

“Estive em duas escolas públicas da cidade de Oizumi, que conta com 40 mil habitantes e fui recebido pelo prefeito Toshiaki Murayama. Essas escolas têm cerca de 650 alunos e o salário do professor é 200.000 ienes (R$6.500 reais) e pode chegar até 500.000 ienes (R$16.000)”, explicou Hato, acrescentando que lá a jornada de trabalho do professor é de 7 horas e 45 minutos por dia.

 

Roteiro incluiu visitas a duas escolas públicas de Oizumi. Foto: arquivo pessoal

Roteiro incluiu visitas a duas escolas públicas de Oizumi. Foto: arquivo pessoal

 

Bomba atômica – O vereador conta que também visitou o Memorial Nacional da Paz na cidade de Hiroshima que foi destruída pela bomba atômica no dia 6 de agosto de 1945 matando mais de 140 mil vítimas diretas e indiretas.

Segundo ele, um dos momentos mais marcantes da viagem foi “ter tido o privilégio” de conhecer e cumprimentar Sadao Yamamoto, sobrevivente da bomba atômica de Hiroshima. “Ele tinha 14 anos de idade na época e contou que os jovens trabalhavam um dia e estudavam noutro, no momento da explosão ele estava trabalhando e não foi à escola, que ficava a 500 metros do epicentro da explosão, foi por esse motivo que sobreviveu, mas foi arremessado e teve parte do rosto queimado. Toda sua família sobreviveu à bomba, 90% dos alunos que estavam na escola morreram”, explicou Hato, destacando que “acho de extrema importância, que os líderes do mundo  venham ao Japão e visitem as cidades de Hiroshima para que vejam de perto a realidade dos bombardeios atômicos e assim unam esforços para combater os programas nucleares”.

 

Constrangimento – Com o governador de Tóquio, Yoichi Masuzoe, o vereador conta que foram discutidos, entre outros assuntos, a atual realidade do Brasil e os laços entre os dois países. Segundo Hato, “foi constrangedor” ter que explicar para as autoridades japonesas termos atualmente em “moda” no Brasil como “corrupção” e “Petrobras”. “Dissemos a eles que essa crise é passageira e que logo mais as empresas japonesas poderão voltar a investir no Brasil”, afirmou Hato, para quem a viagem foi “muito importante para reforçar ainda mais o papel dos parlamentares dos dois países para as relações bilaterais.

“Todos os membros da comitiva voltaram ao Brasil com o compromisso de defender os interesses da comunidade japonesa. Particularmente, voltei entusiasmado e admirado com o povo japonês”, disse Hato, lembrando que foi a primeira vez que esteve na terra de seu avô, nascido em Ehime, e de sua avó, natural de Wakayama.

(Aldo Shiguti, com assessoria de imprensa)

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

    Related Post

    SHOGUI: Associação Brasileira realiza Campeonato n... Jogo bastante praticado no Japão mas ainda pouco divulgado no Brasil, o shogi (ou shôgui, em português) – também conhecido como xadrez japonês – está ...
    KUMON: Concurso Nacional de Leitura em Voz Alta re... No dia 11 de junho foi realizado o 25º Concurso Nacional de Leitura em Voz Alta do Método Kumon, promovido pela filial japonesa da instituição, no aud...
    PROMISSÃO: Missa do Cristo Rei terá homenagens a J...   A Diocese de Lins, em parceria com a Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Promissão, e participação da Pastoral Nipo-Brasileira, Prefeitura M...
    RIO DE JANEIRO: Comunidade do Rio de Janeiro dá bo... No dia 4 de agosto, a comunidade do Rio de Janeiro deu as boas vindas aos integrantes do Navio JS Kashima 3508 da Esquadra de Treinamento da Força de ...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *