BSGI: Celebrando meio século!

Histórias de vitórias e realizações marcam este cinqüentenário

 

Celebrar conquistas é algo que faz parte da história da civilização humana desde o seu início. A Associação Brasil SGI – BSGI –, no ano emblemático de 1966, recebeu a visita do presidente da Soka Gakkai Internacional – SGI – pela segunda vez em terras brasileiras e, a partir deste marco histórico, a evolução de sua trajetória foi alavancada de forma impressionante. Este ano celebra-se o cinqüentenário dessa visita com uma grande Convenção Cultural, no sábado dia 27 de agosto, com a presença de cerca de 2.500 associados de todo o país, no Palácio das Convenções do Anhembi.
Desde o tempo sem início, nas cavernas, o homem já fazia tentativas de preservação da memória de seus feitos. Empiricamente imaginava que aquela era uma maneira de aproximar-se de seus iguais e fazer com que estes se sentissem parte de sua história. Similarmente, como forma de honrar essa tradição, uma comitiva de dirigentes da SGI veio do Japão especialmente para celebrar esta efeméride com os membros brasileiros.

 

Histórias de vitórias e realizações marcam este cinqüentenário. Foto: BSGI

Histórias de vitórias e realizações marcam este cinqüentenário. Foto: BSGI

 

Só para se ter uma ideia da evolução impressionante da BSGI após essa visita do dr. Daisaku Ikeda. Em 1966, eram cerca de 8 mil famílias associadas. Hoje, 50 anos depois, já são mais de 200 mil, e é a maior organização de budistas do país.

A SGI por sua vez, no mundo, é a maior entidade religiosa leiga, com cerca de 12 milhões de associados em mais de 192 países e territórios.

 

“Isso se relaciona diretamente à questão de criar harmonia na diversidade, uma questão fundamental do século XXI. (…) respeitando as características únicas de diferentes raças e culturas, precisamos criar laços de solidariedade tendo como base a nossa humanidade comum. Na ausência de tal solidariedade, a raça humana não tem futuro. A diversidade deve gerar não o conflito no mundo, mas a riqueza e a harmonia”, Daisaku Ikeda

Conquistas e mais conquistas que vão sendo devidamente celebradas para honrar seus associados e eternizá-las na memória coletiva de seus pares, pois é graças aos esforços individuais de cada integrante que a grande vitória da organização pode ser obtida. O humanismo da SGI é fruto do empenho e da dedicação de seus milhões de associados.

 

 

 

Related Post

FALECIMENTO:Antonio Akama morre em São Paulo aos 8... Antonio Akama era presidente da honra da Fundação Michie Akama (foto: divulgação) Faleceu nesta terça-feira (27),em São Paulo, aos 84 anos, Antoni...
COMUNIDADE: Entidades homenageiam Condecorados de ... A comunidade nipo-brasileira se reuniu no último dia 14 para homenagear cinco Condecorados de Primavera 2017 pelo governo japonês. Promovido por 37 en...
OPORTUNIDADE: Vaga para funcionário na Fundação Ja...   1) Sumário para inscrição 1. TIPO DE TRABALHO Serviço de escritório em geral e planejamento de atividades na área de intercâmbio art...
COMUNIDADE: Selo comemorativo e a ampliação do pro...   A Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo abriu suas portas no domingo passado (20) para a realização da Cerimônia do Centenário de Fu...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *