BUNKYO: Comissão de Reforma do Estatuto convoca associados para opinar sobre mudança do regime de eleição

Em reunião realizada no mês passado, membros da Comissão de Reforma do Estatuto do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social  apresentaram alterações pontuais de alguns dispositivos do estatuto da entidade. Segundo o presidente do Conselho Deliberativo do Bunkyo, Kiyoshi Harada o projeto apresentado em maio pela Comissão sofreu “ligeiras  modificações”.

 

Segundo Harada, objetivo é tornar entidade mais atraente (Foto: arquivo)

Segundo Harada, objetivo é tornar entidade mais atraente (Foto: arquivo)

 

Segundo ele, o ponto principal da alteração proposta pela Comissão refere-se às eleições diretas para os dirigentes dos dois órgãos – Conselho Deliberativo e Diretoria Executiva – e membros do Conselho Fiscal, que teriam mandatos de três anos sem direito à reeleição.

“O objetivo da proposta é o de consultar os associados quanto ao regime de eleição direta ou indireta para que possamos melhor identificar a causa do crescente desinteresse do quadro social nos últimos anos. Não cabe ao presidente do Conselho Deliberativo ou da Diretoria Executiva, nem aos conselheiros decidir pela eleição direta ou indireta. Essa é uma questão a ser decidida  exclusivamente pelos associados reunidos em Assembleia Geral Extraordinária”, explica Harada, lembrando que a mudança tem com o objetivo “reconquistar o interesse dos associados pela entidade, além de buscar uma participação maior de sanseis e yonseis e de todos aqueles que tenham afinidade com a cultura japonesa, independente de sua origem étnica”.

“Por se tratar de matéria polêmica cabe a nós propor uma ampla discussão perante o Conselho Deliberativo, antes de sua apreciação pela Assembleia Geral. Para continuarmos atuando com seriedade, firmeza e dedicação em prol do Bunkyo precisamos ter a certeza da legitimidade de nossos mandatos que só os associados podem conferir”, destaca Harada, acrescentando que “é cada vez maior o desinteresse dos associados na renovação da metade dos conselheiros”.

Harada esclarece ainda que o projeto alternativo mais amplo apresentado por Hatiro Shimomoto e que não havia passado pelo crivo da Comissão ficou de ser apreciado pelo Conselho Deliberativo  em separado, após a discussão e deliberação do projeto da Comissão de Reforma.

Os associados podem se manifestar por e-mail nos seguintes endereços eletrôinicos: armandoykihara@hotmail.com, kiyoshi@haradaadvogados.com.br e

secadm@bunkyo.org.br.

 

 

 

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *