BUNKYO: Eleição para o Conselho Deliberativo é marcada por baixa participação de candidatos e associados

O anúncio da candidatura Harumi Goya – primeira mulher indicada para concorrer à eleição para presidente no Bunkyo – parece ainda não ter contagiado os associados da entidade. Pelo menos é o que ficou claro na eleição que renovou metade do Conselho Deliberativo. Dos 50 novos conselheiros, apenas três são mulheres: Felicia Harada, Rumi Kusumoto e Emília Tanaka, sendo que as duas primeiras foram reeleitas e Emilia Tanaka era suplente ativa na gestão anterior.

 

De acordo com o presidente da Comissão Eleitoral Tuyoci Ohara, a eleição foi “tranquila” (foto: Aldo Shiguti)

De acordo com o presidente da Comissão Eleitoral Tuyoci Ohara, a eleição foi “tranquila” (foto: Aldo Shiguti)

 

Os poucos associados – 52 presentes e 35 por procuração – que compareceram à 55ª Assembleia Geral da entidade, realizada no último dia 28, também optaram votar nas pessoas jurídicas ao eleger 31 associações empresas – entre elas a mais votada – a Asociação Pró-Excpecionais Kodomo-No-Sono. São exemplos os casos dos presidentes da Associação de Ikebana do Brasil, Erisson Thompson de Lima, e da Associação Centro Social Tochigi do Brasil, Augusto Sakamoto, que tiveram as entidades que presidem eleitas mas pessoalmente não conseguiram o mesmo êxito, ficando na suplência.

Igualmente surpresa foram as votações obtidas por atuais membros da diretoria, como o 5º vice-presidente, Ricardo Luis Nishimura; o diretor de Planejamento Edson Issao Kuwabara; o diretor de Esportes, Gerson Kunii, e os diretores sem pasta Mauricio Miyasaki e Claudio Kurita. Todos ficaram na suplência.

 

Voluntários apuram os votos dos associados (Foto: Ado Shiguti)

Voluntários apuram os votos dos associados (Foto: Ado Shiguti)

 

A eleição também foi marcada pelo baixo número de candidatos e de votantes. No total, a Comissão Eleitoral recebeu 405 envelopes antecipadamente (entregues pessoalmente ou via correios). Desses, 16 foram invalidados por inadimplência. No dia da assembleia foram contabilizados ainda 23 votos presenciais, dos quais 12 foram considerados nulos e 1 estava em branco,totalizando 399 votos válidos.

O número vem caindo a cada eleição. Em 2007, primeiro ano do atual sistema eleitoral, foram 768 eleitores; em 2009, 668; em 2011, 634 e em 2013, 535. Também o número de candidatos vem diminuindo gradativamente. Em 2007 foram 233 contra 135 em 2009. Em 2011 apenas 107 associados se candidataram para o Conselho Deliberativo e em 2013 esse número despencou para 78.

Agora, esses 50 novos conselheiros , mais os 50 membros com mandato até 2017 e os seis natos elegerão, no dia 25, a nova diretoria do Bunkyo.

(Aldo Shiguti)

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

INCLUSÃO: SP participa de encontro voltado à acess... Tóquio, a capital do Japão, recebeu entre os dias 17 e 21 de abril, o "Encontro de Especialistas sobre a Construção de uma Sociedade e Desenvolvimento...
OS TRÊS SOBREVIVENTES DE HIROSHIMA: Espetáculo é s... A peça “Os Três Sobreviventes de Hiroshima” foi selecionado para a 27ª edição do Festival Internacional de Teatro de Curitiba, o maior festival de tea...
JAPÃO POR SILVIA KIKUCHI: Médico se desculpa por p... O caso do brasileiro que foi tratado com violência verbal em hospital de Iwata ganha repercussão na mídia local   “Kuso, shine” (merda, morra...
108 ANOS: Em São Bernardo, sessão solene homenagea... Tetsuo Yoshimoto e o vereador Hiroyuki Minami em visita ao Nippak. Foto: Aldo Shiguti   Em comemoração aos 108 anos da imigração japonesa ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *