BUNKYO: Harumi Goya destaca experiências na AOKB e na ABJICA

Em sua primeira entrevista coletiva desde que foi anunciada como candidata da situação à sucessão de Kihatiro Kita à Presidência do Bunkyo, Harumi Goya destacou sua passagem pela ABJICA – Associação dos Bolsistas da Jica (Japan International Cooperation Agency), entidade que presidiu entre 2006 e 2010, e na Associação Okinawa do Brasil, onde participa como diretora desde 2005. Primeira mulher a assumir a presidência da ABJICA, Harumi lembrou as coincidências com sua indicação para disputar a presidência do Bunkyo.

 

A candidata da situação, Harumi Goya durante coletiva (Foto: Aldo Shiguti)

A candidata da situação, Harumi Goya durante coletiva (Foto: Aldo Shiguti)

 

“Naquela ocasião também haviam preparado outro candidato que não pode aceitar”, disse Harumi, referindo-se ao insucesso de Kita de preparar seu sucessor, o atual segundo vice-presidente, Jorge Yamashita.

 

Milagres – Segundo ela, o fato não chega a incomodar. “Acho que chegou o momento de colaborar com o Bunkyo de uma outra forma”, disse Harumi, para quem a condição de ser a primeira mulher a pleitear o cargo não deve gerar nenhuma cobrança adicional. “Não pensei muito nisso, mas a união das mulheres é capaz de operar milagres”, garantiu, explicando que deve anunciar sua equipe nos próximos dias.

Conforme apurou o Jornal Nippak, no mesmo dia do anúncio oficial da candidatura de Harumi Goya, o presidente do Conselho Superior de Apoio e Orientação do Bunkyo, Hatiro Shimomoto, teria reivindicado três vice-presidências. Para ele, “a segunda ou terceira”. E outras duas, sendo uma para a região Noroeste e outra para a Sudoeste.

 

Hatiro Shimomoto conversa com a candidata Harumi Goya (foto: Aldo Shiguti)

Hatiro Shimomoto conversa com a candidata Harumi Goya (foto: Aldo Shiguti)

 

Ao Jornal Nippak, Shimomoto revelou ainda que reivindicou “mudança na administração do Bunkyo, com mais participação do interior e apoio do Bunkyo ao projeto Parque das Nações”. Ele afirmou que, caso não tenha uma resposta satisfatória, lançará sua própria candidatura.

Por sua vez, Harumi Goya disse que está aberta ao diálogo. Garantiu, porém, que o único nome confirmado até o momento é o de Jorge Yamashita, que será seu primeiro vice-presidente. “Não tomarei nenhuma decisão sozinha, primeiro vou consultar toda a equipe”, disse Goya, que completou 62 anos no mesmo dia que foi convidada pelo Grupo de Apoio à Situação. “Foi um presente que com certeza vai influenciar meu crescimento”, afirmou.

(Aldo Shiguti)

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

RIO DE JANEIRO: Comemoração ao Aniversário do Impe...   No dia 2 de dezembro de 2014 aconteceram no Museu Histórico Nacional – MHN, a comemoração ao aniversário de Sua Majestade, o Imperador do Ja...
ASSOCIAÇÃO: Tochigi promove XXIV Festival de Yakis...   No dia 1º de Junho, das 11h às 15h a Associação Centro Social Tochigi do Brasil realizará o XXIV Festival de Yakisoba. Além do Yakisoba, o Depart...
CURSOS: Formatura dos alunos da Aliança encerra o ... A Aliança Cultural Brasil-Japão encerrou o ano com a formatura dos alunos dos cursos Básico, Intermediário e Avançado de Língua Japonesa.  Realizada n...
CIDADES/VALE DO RIBEIRA: Nakayama visita Sete Barr... No dia 14 de junho, Tetsuya Nakayama, 88 anos, monge que mora em Lucélia, 120 km de Marília, visitou Sete Barras após 77 anos. Ele veio ao Brasil com ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *