CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Entardecer em outono | Em queda livre | Assim a vida passa

canto-do-bacuri-chico

Entardecer em outono

Outono vai morrendo

No fundo

Mais profundo do poço

Em que nenhuma luz

Consegue entrar

Os medos habitam

Este lugar

As mágoas de outrora

Também

Os ratos de esgoto gordos

Estão

Alimentando-se da noite

A roer insistentemente

Os alicerces de palafita

Que sustentam meus sonhos.

Outono em meus sonhos

A cor do céu tão rubro

A deixar cair

Uma poeira cristalina

Nos olhos que sangram

O céu de meus sonhos.

Outono

A saudade da mãe

 Cuja face endurecida

A cera derretida

Deixou de sorrir.

Outono tão profundo

Sem nada esconder.

 

 


 

 

Em queda livre

Esta cidade em transe

A quem pertencerá:

Aos cães que vagam

Erraticamente

Aos homens que deixaram de ser

Aos poetas que carregam nos olhos

A luz do Cruzeiro do Sul?

As cores deixaram de ser

Senão uma pálida face

A escamar como peixe

A desfazer-se em pó.

 

 


 

 

Assim a vida passa

Pelo centro velho (passageiro)

Cujas paredes testemunharam

A parada do tempo

Naquele encardido da fumaça

Escurecendo cada vez mais

A menina dos olhos

De um momento para outro

Uma pedra chutada

Quebra o silêncio

Cai fundo

Num espaço fundo

Abissal de nossa existência.

 

 

FRANCISCO HANDA

FRANCISCO HANDA

chicohanda@yahoo.com.br
FRANCISCO HANDA

Últimos posts por FRANCISCO HANDA (exibir todos)

     

     

    Related Post

    ERIKA TAMURA: Japão e sua economia atual Logo após o resultado da eleição norte americana, foi um reboliço só na mídia japonesa. Muito se especulou, mas nada havia de concreto para nenhum...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Junho, mês da imigração ja... Pois é, após ter escrito a Nipônica passada afirmando que não tinha encontrado datas marcantes de vindas ou comemorações das demais nacionalidades imi...
    MUNDO VIRTUAL: Olhando além da prisão do vice-pres... Nesta semana que se passou, ocorreu um novo fato que a meu ver tem grandes ramificações no mundo virtual: foi preso e recolhido ao Centro de Detenção ...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: O MEIO FAZ O HOMEM   A Nipônica nasceu da intenção de se mostrar os diferentes comportamentos dos cidadãos diante de situações semelhantes... em ambientes ou mei...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *