CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Os que não esperam | A rã da vez | O lugar pleiteado

Os que não esperam

As tardes morrem devagar

Em que esperar gera tormenta

Em quem detesta esperar.

Viver é uma grande espera

Em que a vida um dia

Haverá de encerrar

Não se trata da vida alheia

De velhos alquebrados

Nem doentes terminais.

Para quê

Encurtar a vida?

Para quê

Pressa para que chegue logo?

E as tardes que devem morrer

Apenas contemplamos

Sabemos que morrerão

Nos próximos minutos.

Não importa

Serão minutos de uma

Vida toda

Os que detestam esperar

Que morram agora

Não esperarão mais.

 

 


 

 

A rã da vez

Coaxar das rãs

Mergulhando o corpo inteiro

Na lama de águas podres

A pele rugosa

Gelatinosa a ser apalpada.

Coaxar das rãs

No barro contaminado

Esticando as pernas fundo

Sem que o fundo sustentasse.

Coaxar das rãs

Em que o espaço das vozes

Confuso ficou

 Cada vez mais alto

De um lado

De um outro.

Coaxar das rãs:

Condenaram uma rã

Igualzinha às outras

Por ter a pata molhada.

Todas moravam no

Mesmo charco.

 

 


 

 

O lugar pleiteado

De repente deparei-me

Alguém ofereceu lugar

Era um ônibus cheio

Tentei recusar

Não adiantou

Não posso mais esconder

Meus olhos opacos

Carcomidos no tempo.

 

 

FRANCISCO HANDA

FRANCISCO HANDA

chicohanda@yahoo.com.br
FRANCISCO HANDA

Últimos posts por FRANCISCO HANDA (exibir todos)

    Related Post

    ACADEMIA NIPO BRASILEIRA DE ESCRITORES A comunidade nipo brasileira se prepara para ter também sua academia de letras. A primeira reunião geral visando esse objetivo ocorrerá neste sábado, ...
    JORGE NAGAO: Os leões nossos de cada dia   - Tenho que matar um leão por dia!   O leão mais temido e o Leão, o bem-amado.   É comum ouvir esta frase do brasileiro c...
    CANTO DO BACURI > Mari Satake: Viver no campo? Ela pensa que nada mais quer. Diz que está cansada de tudo e de todos. Às vezes acha que seria melhor, arrumar as malas e mudar de cidade. Cidade? ...
    SILVIO SANO: Copa do Mundo de Futebol ilustrada   Prezados Amigos. Ser contra a Copa de Futebol (e Olimpíadas) no Brasil... e eu sou, não é o mesmo do que ser contra a existência delas......

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *