CANTO DO BACURI > Francisco Handa: A Eternidade | O mito e a submissão

canto-do-bacuri-chicoA eternidade

O que pode ser a morte

Senão uma esperança

De que o dia torne-se

Noite.

À noite repousamos

O corpo dilacerado

De uma batalha

Que há vencedores

Tão arrogantes

De uma certeza.

Os perdedores tão raivosos

De terem perdido.

A noite fechamos os olhos

Machucados de tanta luz

E no total silêncio

Ouvimos

O som do universo

Pulsando.

A morte é metáfora

Diante da eternidade

Tão distante da finitude

Humana

Uma bolha de vapor

A se espalhar

Na poeira cósmica.


O mito e a submissão

Os deuses criaram

Os homens

Que criaram o mundo.

Os homens criaram

Os deuses

Que criaram o mundo.

Os homens pensaram ser

Deuses

Que criaram a fé

Que criou a crença

Fruto de toda ilusão

Que dividiu

Que estava unido.

Em nome dos deuses

Se matam homens

Alguns dos deuses

Se acham melhores

Querem submissão

De seus criados

Os homens querem submissão

De outros homens

Que resignados cedem

Criou neste momento

A dominação.

 

FRANCISCO HANDA

FRANCISCO HANDA

chicohanda@yahoo.com.br
FRANCISCO HANDA

Últimos posts por FRANCISCO HANDA (exibir todos)

     

     

    Related Post

    ERIKA TAMURA: Japoneses que ajudam a comunidade br... Trabalhando na ONG, conheci japoneses que doam o tempo e o conhecimento que tem para ajudar os brasileiros que vivem no Japão. A ONG SABJA, conta c...
    SILVIO SANO > NIPONICA: 2015, o ano da Fênix   Passei os primeiros dias do novo ano fora de Sampa, mais precisamente na praia de Bertioga, onde achei que ficaria distante dos assuntos...
    MUNDO VIRTUAL: Hackers e seqüestro de dados Há poucos dias uma grande rede de televisão noticiou em seu programa de domingo que hackers passaram a invadir computadores e celulares em busca de re...
    ERIKA TAMURA: Japão, excelência no atendimento ao ...   O Japão é um dos países, senão o maior, em respeito ao cliente. E para nós, brasileiros, isso é um diferencial, afinal, no Brasil o atendime...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *