CANTO DO BACURI > Francisco Handa: A Eternidade | O mito e a submissão

canto-do-bacuri-chicoA eternidade

O que pode ser a morte

Senão uma esperança

De que o dia torne-se

Noite.

À noite repousamos

O corpo dilacerado

De uma batalha

Que há vencedores

Tão arrogantes

De uma certeza.

Os perdedores tão raivosos

De terem perdido.

A noite fechamos os olhos

Machucados de tanta luz

E no total silêncio

Ouvimos

O som do universo

Pulsando.

A morte é metáfora

Diante da eternidade

Tão distante da finitude

Humana

Uma bolha de vapor

A se espalhar

Na poeira cósmica.


O mito e a submissão

Os deuses criaram

Os homens

Que criaram o mundo.

Os homens criaram

Os deuses

Que criaram o mundo.

Os homens pensaram ser

Deuses

Que criaram a fé

Que criou a crença

Fruto de toda ilusão

Que dividiu

Que estava unido.

Em nome dos deuses

Se matam homens

Alguns dos deuses

Se acham melhores

Querem submissão

De seus criados

Os homens querem submissão

De outros homens

Que resignados cedem

Criou neste momento

A dominação.

 

FRANCISCO HANDA

FRANCISCO HANDA

chicohanda@yahoo.com.br
FRANCISCO HANDA

Últimos posts por FRANCISCO HANDA (exibir todos)

     

     

    Related Post

    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Como vai a relação Bunkyô ... Conforme já me defendi em relação às “brincadeiras” de leitores e amigos, de que costumo “pegar no pé” da principal entidade da comunidade (Bunkyô), e...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Estudante mata colegas em ... A notícia sobre o estudante que atirou em colegas de classe em uma escola, em Goiânia, matando dois e ferindo quatro remeteu-me aos meus devaneios rel...
    BEM ESTAR: Cuidando de nosso bem precioso 29Somos seres de luzes que adquirimos corpo físico como veículo de comunicação e locomoção para o cumprimento de nossa missão desta encarnação. Ape...
    Beleza by YUMI KATAOKA: Batom Vermelho Degradê   Ter os lábios lábios perfeitos e deixar o visual mais sexy, é o sonho de toda mulher... ainda mais falando em batom vermelho! Muitas ainda t...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *