CANTO DO BACURI > Francisco Handa: A flauta dócil / Tombo da rainha / A busca da palavra perdida

A flauta dócil

Quem detém a flauta

Ao soprar encantamento

Os ouvidos encantados

Seguem como ratos

Que se atiram mar adentro?

O flautista de Hamelin

Faz negócio a quem paga

Às vezes a favor

Às vezes contra.

Os ratos afogados não

Retornam

Outros ratos hão de retornar.


Tombo da rainha

Quando a rainha hesitar

-Puxem-lhe o tapete

Quem desgostar-se dela

-Puxem-lhe o tapete

Simplesmente

– Puxem-lhe o tapete

Assim ao cair

Numa postura engraçada

Todos possam rir

Culpar alguém

Pelas fraquezas da alma.

Que existem em si.


A busca da palavra perdida

Dizer o não dizível

É tarefa inglória

Que se entregam a procurar

Arqueólogos da palavra.

Em alguma geografia

Desaparecida

Escombros de civilizações

Idas.

No fundo do mar

Mais profundo

De uma consciência esquecida

Haverá de surgir

Silenciosamente

A palavra a ser dita.

Em nenhum outro lugar

Nem no murmúrio guardado

Nas frinchas da parede

Cúmplices de um olhar

Segredado

Nem na multidão exaltada

A gritar pelas ruas.

Quando a poeira abafar

Nos passos de uma ave haverá

O cuneiforme de uma

Nova palavra

Que há tanto ansiava

Buscar.

FRANCISCO HANDA

FRANCISCO HANDA

chicohanda@yahoo.com.br
FRANCISCO HANDA

Últimos posts por FRANCISCO HANDA (exibir todos)

     

     

    Related Post

    GASTRONOMIA: Em busca da popularização da cultura ...   Apresentação Dez anos já se passaram desde a abertura de um estabelecimento de lámen em São Paulo. Este macarrão japonês chamado - men- conqu...
    CANTO DO BACURI > Mari Satake: E ele se foi E ele se foi Era um homem elegante. De poucas palavras. Viveu no Brasil por uma temporada de cinco anos. Ou quase, ou uns poucos dias a mais. Dep...
    ERIKA TAMURA: 2017 está no fim Conversando com amigos, todos debatiam sobre o ano de 2017, como ele passou rápido, fazendo o balanço de tudo o que aconteceu (essa é a época que come...
    JORGE NAGAO: Copa Bacana     (compilação de comentários com “co”, copiar & colar)     Copa das copas, muita coisa para comemorar. ...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *