CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Andarilhos velhos / Uma palavra livre / Ao entardecer

Andarilhos velhos

Que validade tem

A passagem dos anos

Além da inutilidade das rugas?

Que resta fazer

Sem se importar mais

Com o já feito

Uma nuvem desfeita

Neste mesmo momento

Nos olhos fundos.

Uma poesia se compõe

Quando a vida inútil torna-se

Aceitável

Um garimpador de palavras

Que confundem mais

Nesta teimosia constante

Em teimar explicar.

A vida é poesia

Ao ser vivida sem explicação

Ao encaixar peças

Num jogo de quebra-cabeça.

Sem sentido os pés

Caminham

Assim os caminhos se formam

A vida também se forma

Neste caminhar.

Se salvação existir

Salvem os pés

Pois eles têm sabedoria

Ao caminhar

Não se iludem jamais

Somente caminhando

A poesia acontece

E os discursos

Estes caem por terra.


Uma palavra livre

Dizer a verdade tornou-se

Inconveniente

Uma ameaça constante

À constância de uma ordem

Civil e judiciária

Pudessem dizer

Apenas

Gosto de você

Incorreria num crime

Assim preferiram

Calar-se


Ao entardecer

Anoitecia nas ruas

Degradadas

Anoitecia e deixava as sombras

As prostitutas

De perucas loiras

Anoitecia…

FRANCISCO HANDA

FRANCISCO HANDA

chicohanda@yahoo.com.br
FRANCISCO HANDA

Últimos posts por FRANCISCO HANDA (exibir todos)

     

    Related Post

    JORGE NAGAO: Eleição 2016: Por que você não se ele...     Adriano Caminhoneiro(PRTB): - O caminhão de votos que eu esperava, não veio. Thammy Miranda(PP): - Meu slogan Thammy juntos...
    CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Sem palavras | ... Sem palavras O silêncio que buscamos Seja nos conventos Seja em meio ao tumulto Alcançamos às vezes. Nada mais incomoda Das vozes em soprano...
    MEMAI: NOVA EXPOSIÇÃO DE HARUO OHARA NO IMS       Até 08 de setembro, o Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro abriga a exposição Haruo Ohara – Fotografias, com 1...
    JOJOSCOPE: Tokuda, o bom de bola   Tokuda Kotaro(徳田耕太郎) , conhecido pela galera como Tokura,  é campeão mundial de Freestyle Football, uma modalidade que parece uma mistura de...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *