CANTO DO BACURI > Francisco Handa: O mundo se curva | De cores e formas | Paulicéia Pulsa

canto-do-bacuri-chicoO mundo se curva

Cada vez mais curvado

No tempo

As árvores se curvam

Em reverência.

Seja num vento cortado

Seja na brisa batida

Sem nenhuma idolatria

Como sempre fizeram

Isento de deuses ciumentos.

Quando a fé surgiu

Cortaram a árvore

Caiu no esquecimento

Curva-se no entanto

Curva-se aos celulares

Sem nenhum incômodo.


De cores e formas

Que língua falamos

Nesta multifacetada cidade

De cores variadas

São falas coloridas

Que se mesclam

Em camaleão.

São ventos que sopram

Do lado de cá

Lá também atrás dos montes

De nuances que trazem

Em cada acento

Os camelos da Arábia

Seja também a Grande Muralha

Beduínos que bebem água

Num oásis da Somália.

Os olhos profundos de tez

Azulada também querem

Parte deste mundo.

O mundo inteiro

Sem fronteira alguma

Se faz aqui.


Paulicéia pulsa

Nesta cidade que amamos

Sobretudo amamos a

Contradição

Uma águia de pedra

Bate asas

Na Avenida São João

Enquanto isso da janela

Vizinha um homem solitário

Do furo da cortina

Espia as formigas

Se espalhando.

 

FRANCISCO HANDA

FRANCISCO HANDA

chicohanda@yahoo.com.br
FRANCISCO HANDA

Últimos posts por FRANCISCO HANDA (exibir todos)

    Related Post

    AKIRA SAITO: ASSUMA SUA RESPONSABILIDADE “Um ser do bem entende que suas ações trazem consequências, e que, em hipótese alguma, prejudicaria o próximo”   Atualmente na sociedade, cad...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Efeito Natsumero Nunca convivi tanto com músicas japonesas como nos últimos dezoito anos, período em que minha deusa começou e ainda participa dos concursos de karaokê...
    BEM ESTAR: Desperte a criança dentro de você As pessoas antigas diziam que chegada a velhice é como renascer para a vida novamente, virar criança de novo. Assim ao completar 60 anos, vestem de...
    JORGE NAGAO: “Milangre” do Peixe (A melhor p... Memória não é o meu forte. Não me pergunte o porquê porque esqueci. Tem uma coisa, porém, gravada na mente e no coração que nem as futuras cervejas qu...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *