CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Sombra dos muitos | As cores sumiram

canto-do-bacuri-chico

Sombra dos muitos

 

Em que multidão se encontra

Um olhar terno

A pousar demoradamente

Acima dos ombros curvados

Ensimesmados

Numa dúvida constante

Do instante seguinte?

Assim as bocas calaram

Apavoradas em pronunciar

Qualquer lamento

Uma quizila qualquer

Pois os ouvidos também

Fecharam por medo.

Nada mais pode ser

Repartido

Nem do alheio diz respeito

Num palco em que os ares

Respirados por muitos

A batida cardíaca em ritmo

Compassado é a batida que pulsa

Subterraneamente do ponto

Mais profundo.

Mas insidiosa luz remete a sombras

Criando formas evanescentes

Outras disformes

Em cujos sentidos traídos

Atira longe da verdade

Qualquer esclarecimento.

Por momentos de clareza

Cessa todo pensamento

Nenhum problema é resolvido

Nenhum problema é possível.

 


 

 

As cores sumiram

 

No banco da frente

Um homem usa óculos

Escuros para enxergar.

Neste momento o mundo

Todo escureceu

Sem que a noite tivesse

Chegado escureceu

Escureceu para continuar

Enxergando

Um mundo sem cores

Em que as rosas são negras

Um mundo numa cor só

Sem diferenças

Nem brancos nem pretos

Talvez cinza

Monótono e desapaixonado.

 

FRANCISCO HANDA

FRANCISCO HANDA

chicohanda@yahoo.com.br
FRANCISCO HANDA

Últimos posts por FRANCISCO HANDA (exibir todos)

     

     

     

     

    Related Post

    MEMAI: GASTRONOMIA | LÁ TAMBÉM TEM BOLO   por Lu Noguchi   Foto: http://www.rakuten.ne.jp Pensei nos últimos dias sobre as receitas publicadas aqui no MEMAI  e verifiq...
    AKIRA SAITO: Todo dia um novo começo   “Quem se prende aos problemas do passado, com certeza não vê as oportunidades do presente que surgem”   Para quem quer evoluir, seja ...
    SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Grande Culto no Templo Taise...   Em memória pelos 550 anos do falecimento do Mestre Nitiryu Daishounin (1385-1464), um dos pilares desse ramo Budista – HBS – Budismo Primord...
    MEIRY KAMIA: Qual é o melhor tipo de empresa para ... Reclamamos tanto dos salários que a impressão que temos é que o salário seja o principal retentor de talentos nas organizações. Puro engano! Pesquisas...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *