CARNAVAL: Com Miku Oguchi, bairro da Liberdade terá desfile de blocos a partir desta sexta-feira

O bairro da Liberdade não ficará fora da folia de Momo. Entre os blocos oficiais que vão desfilar  pelas ruas da capital durante o carnaval 2018, três prometem sacudir o Bairro Oriental. São eles: Faísca, Eco Campos Pholia e Fuzuê. Cada um representará uma comunidade asiática residente em São Paulo.

 

Clarício, Miku Oguchi e Diogo Miyahara. Foto: Aldo Shiguti

 

O Faísca, que desfilará na sexta-feira, representará a comunidade corerana; o bloco Eco Campos Pholia, que sairá no sábado, representará a comunidade japonesa; e o Fuzuê, que também está organizando o desfile, encerrará a programação no domingo representando a comunidade taiwanesa.

Segundo o presidente do Fuzuê, Clarício Aparecido Gonçalves, este será o quarto ano que o bloco sairá pelas ruas da Liberdade.

Para abrilhantar ainda mais o desfile do Fuzuê, o bloco convidou a japonesa Miku Oguchi para ser sua musa. Miku Oguchi, que ganhou projeção nacional em 2015 quando foi Madrinha de Bateria da Águia de Ouro – escola que homenageou os 120 anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão, desfilará também pela Unidos do Peruche, Morro da Casa Verde e Brinco da Marquesa.

A passista Miku Oguchi será a Musa do Bloco Fuzuê SP. FOTO: DANIEL YONAMINE

Social – “Este ano, a ideia era homenagear os 110 anos da imigração japonesa no Brasil, mas acatando uma sugestão do presidente da Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade), Hirofumi Ikesaki, decidimos falar sobre o bairro”, explicou Clarício, acrescentando que o tema deste ano será “Bairro da Liberdade em Prosperidade com as Comunidades Asiáticas”.

“Conseguimos mobilizar outros parceiros e os abadás, que normalmente são vendidos, este ano serão trocados por um 1kg de alimento não perecível”, conta ele, destacando que os produtos serão doados a três entidades assistenciais indicadas pelas comunidades representadas: Associação Pró-Excepcionais Kodomo-no-Sono (japonesa), Sociedade Casa Pequeno Jesus (coreana) e Associação de Apoio e Cidadania (taiwanesa).

Clarício avisa que, mesmo quem não tiver abadá poderá partipar da festa. “É só aparecer no dia”, explica ele, lembrando que o Fuzuê existe desde 1976 e começou como uma das alas de uma das escolas mais tradicionais de São Paulo, a Vai-Vai.

Nos três dias, os blocos farão o mesmo trajeto, com concentração e dispersão na Rua Galvão Bueno, 88 (em frente ao Jardim Japonês). Os foliões devem passar pelas ruas Galvão Bueno e dos Estudantes até a Conselheiro Furtado, onde seguem para a Praça João Mendes, contornando o fórum em sentido a rua da Glória e rua dos Estudantes, voltando para a Rua Galvão Bueno.

Na sexta-feira, a concentração acontece a partir das 18 horas, com saída prevista para às 19 horas e término para as 21 horas. No sábado e domingo a concentração será a partir das 14 horas com o desfile das 15 às 17h30.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

    Related Post

    CINEMA: “Mondo Tarantino” ganha as telas do CCBB e...   A mostra apresenta grandes sucessos do diretor Quentin Tarantino com exceção de Django Livre   Diretor Quentin Tarantino (foto: ...
    KOBUDO: Treino comemora 370 anos de falecimento d... Em comemoração aos 370 anos de falecimento de Musashi Sensei, os filiados da Confederação Brasileira de Kobudo realizam neste sábado (23) um treino es...
    PALESTRA: Mestre Akira Saito promove palestra Gamb... Venha descobrir como alcançar o seu máximo com o colunista semanal do Jornal Nippak e do site Artes do Japão, Campeão Mundial de Karatê, Mestre Akira ...
    18º YATAI MATSURI Província de NAGANO - Shiitake Gohan (arroz com cogumelo) – Bolos, Província de SHIGA - Oumi Niku Udon (macarrão com carne), Província de OITA - Torim...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *