Cidades/Bento Gonçalves: Governo implanta projeto de Polícia Comunitária

Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, também vai receber o projeto de Polícia Comunitária, desenvolvido pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria da Segurança Pública (SSP), em parceria com o município. O anúncio foi feito pelo secretário Airton Michels, no último dia 26, em solenidade na prefeitura de Bento. O projeto segue o mesmo modelo do já instalado em Caxias do Sul, em que o município é o responsável pelo pagamento do aluguel das casas dos policiais, que passarão a morar nos bairros onde atuarão.

Airton Michels afirmou que a implantação do Polícia Comunitária é mais uma parceria que a Prefeitura de Bento Gonçalves está construindo com o Governo do Estado, por intermédio da SSP. Michels valorizou a participação dos municípios na iniciativa, como Caxias do Sul, Passo Fundo, Vacaria e Canoas, além de Bento Gonçalves. Acrescentou que, além da ação policial, o importante é a intermediação de conflitos pelos policiais, evitando que eles se transformem em crimes maiores. O secretário ressaltou ainda a participação da Polícia Civil no Polícia Comunitária em Bento Gonçalves, algo inédito nos demais projetos já implantados no Rio Grande do Sul.
O prefeito, Roberto Lunelli, assinalou a necessidade de integração nas atividades de segurança pública. “O município, sozinho, não faz nada. Da mesma forma o Estado, sozinho, não faz nada também. É preciso que todos trabalhem em conjunto”. Durante a solenidade, Lunelli também apresentou o Plano Integrado de Segurança Pública integrada do Município e entregou uma cópia ao secretário Michels. O prefeito destacou a necessidade da implantação de políticas alternativas para a segurança pública, “pois o sistema tradicional já está esgotado”.

Chuzaishoo – A Polícia Comunitária contará com seis núcleos e 18 policiais militares, além de oito policiais civis. A SSP está finalizando um estudo para definir os bairros que serão contemplados, tendo como base dados técnicos, especialmente os índices de violência, como roubo e furto. Para o reforço no policiamento em Bento Gonçalves, a Secretaria está investindo R$ 350 mil para a aquisição de viaturas e equipamentos, como coletes e pistolas. Os policiais selecionados participarão do curso de capacitação que terá 40 horas/aula.
Esse projeto, a exemplo do de Caxias do Sul, tem como base o conceito de policiamento comunitário denominado de “Chuzaishoo” (originário do Japão) e traz para o perímetro urbano o conceito japonês que coloca o policial a morar em pequenas comunidades da zona rural.
(Texto e foto: Antônio Candido. Edição: Redação/Secom)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SÃO PAULO: ‘Lei de Zoneamento é descaso com a cida... Sem regras claras e com crimes ambientais nova lei causará impactos negativos em todos os bairros de São Paulo   Aurélio Nomura (*)  ...
CURITIBA: Hanamatsuri ou Festa das Flores acontece...   A Cerimônia do Hanamatsuri ou Festa das flores é a comemoração do nascimento de Buda (Xaquiamuni). A festa das flores é realizada anualmente...
RIO DE JANEIRO: 15ª Festa do Japão divulga cultura... Desde ano passado inserida no calendário oficial da cidade, a 15ª Festa do Japão RJ foi realizada este ano nos dias 27 e 28 de agosto, no Parque do Fl...
104 ANOS: Culto póstumo celebra os 104 anos da imi... Em memória póstuma aos imigrantes japoneses, foi celebrado no dia 17 de junho, na Associação Nikkei do Rio de Janeiro, culto pelo sacerdote Jyunsho Yo...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *