CIDADES/CAMPINAS: Programa de Inclusão Digital do Nipo forma oitava turma

 

Com a presença de diretores, familiares e amigos, foi realizada a formatura dos alunos que participaram do Projeto Integração 2012, que tem como objetivo capacitar pessoas e dar um conhecimento básico sobre o mundo da informática. No dia 6 de outubro, foi formada a oitava turma no Instituto Cultural Nipo-Brasileiro de Campinas, com depoimento emocionado feito pela aluna Isaura Izaias Pasquotti . O presidente do Nipo, Hiromiti Yassunaga também falou parabenizando os formandos.

 

Cerimônia de formatura foi realizada no dia 6 de outubro (foto: Celia Kataoka)

 

Neste ano, também foi formada a primeira turma do curso avançado, que concluiu suas atividades no mês de setembro. Outra grande vitória é a inauguração da segunda sala do Projeto Integração em Campinas, na Igreja Metodista Livre (IMEL), onde 6 alunos estão cursando as aulas básicas, com computadores doados pelo Nipo, dando uma continuidade no Projeto Integração.

O Nipo de Campinas adquiriu 12 computadores novos, usados pelos formandos deste ano e os antigos estão servindo iniciantes da Igreja Metodista Livre. Com este suporte técnico, os alunos, a cada ano, têm surpreendido e melhorado a qualidade de vida entrando no mundo da informática.

Formandos 2012: Carmen dos Santos Dalbelo, Cleide Pessoa Leite, Elza Bonforte Quaiatti, Isaura Izaias Pasquotti, Kazuyo Yoshioka, Kiiti Moniva, Lucia Sugako Ishiuchi Samezima, Marcos Rogério Volpato, Setsu Yoshioka, Tieko Sato Samezima e Yara Geribello.

Instrutores: Fernando Kobori Noguti, Linda Satie Matsui Takano e Junior Toshiharu Saito.

Monitores: Fábio Nakabashi, Leonice Gozzi Alves, Rosana Wanya Carvalho, Sergio Hiromi Sanae e Yoshiko Aguena.

 

Início – Tadayoshi Hanada já vinha acalentando a idéia da Sala de Inclusão Digital no Nipo de Campinas. No dia 23 de fevereiro de 2008 foi inaugurada a Sala, com a presença de várias autoridades de Campinas e de São Paulo. Inicialmente Orídio Shimizzo, do então Banco Real, ofereceu dez computadores para o projeto ao contrário do pedido, que eram apenas três. Na época, ele sugeriu um contato com Victor Kobayashi, em São Paulo, que já vinha trabalhando com o mesmo objetivo na capital.

Depois de várias conver­sações, foi definido que Campinas seria a primeira cidade do interior a participar do projeto de Inclusão Digital do IPK – Instituto Paulo Kobayashi. A partir daí, tudo ficou mais viável, com a adesão e dedicação dos instrutores e monitores, o projeto, a cada ano, cresce e se fortalece, na medida em que pessoas da “melhor idade”, como são conhecidos, procuram o Nipo de Campinas, que sempre está de portas abertas para todos os interessados.

Com a idéia e o projeto pronto, o diretor Koiti Tsubamoto também exerceu um papel fundamental na implantação da Sala de Inclusão Digital. Idealizou e executou toda a parte técnica de instalação e manutenção dos equipamentos, que hoje serve a todos os alunos que participam das aulas ministradas pelos instrutores e monitores, que disponibilizam parte de suas vidas em prol deste bem maior que é o de melhorar a qualidade de vida e abrir novos caminhos para a era da tecnologia.

(Célia Kataoka)

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

NIKKEI RJ: Aconteceu o almejado 41º Undoukai da Ri...   Esquerda, Walter Yoshida, Minoru Matsuura, sargento Marcelo Ricardo Alves e Alves, cônsul interino Hajime Kimura, Akiyoshi Shikada, Roberto...
SILVIA IN TOKYO: SAYONARA NÃO SE USA MAIS? PESQUISA REVELA QUE 70% DOS CIDADÃOS EM OSAKA NÃO SE DESPEDE COM “SAYONARA”     Gráfico mostra como algumas pessoas interpretam o te...
ESPETÁCULO: Dream Concert reúne grandes intérprete... Recordar é viver, viajar pelo tempo através das músicas que marcaram uma época, uma história, uma memória. Esta é a proposta do show “Dream Concert – ...
SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Lançamentos Colônia Hirano: 100 anos e Fragmentos em Homenagem aos 60 anos da Professora Mary Hassunuma são os dois livros que o jornalista Shigueyuki Yoshikuni...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *