ESPECIAL > CIDADES / PIEDADE: 12ª Festa do Kaki Fuyu atrai cerca de 40 mil visitantes

Com show da dupla Rionegro e Solimões como carro-chefe, a 12ª edição da Festa do Kaki Fuyu de Piedade atraiu cerca de 40 mil visitantes durante os três dias de programação (18, 19 e 20 de maio). Realizado pela Associação Cultural e Esportiva de Piedade (Acep), no kaikan da entidade, o evento fez parte das comemorações dos 172 anos do município.

A festa proporcionou ao público shows musicais, atrações culturais, praça de alimentação, tenda de artesanato, parque de diversões, exposição e comercialização de caqui e de produtos agrícolas.

 

Objetivo da festa é divulgar as qualidades do caqui fuyu (foto: Luci Judice Yizima)

 

Segundo os organizadores do evento, cerca de 12 mil pessoas assistiram os show da dupla sertaneja Rionegro e Solimões. O recinto de festa estava lotado durante a apresentação. A dupla agitou o público cantando vários sucessos. De acordo com a Guarda Civil Municipal (GCM) não ocorreram tumultos ou brigas no recinto de festa, apenas pequenas discussões isoladas que não comprometeram a integridade física do público.

“Tudo transcorreu dentro do planejado e, felizmente, o tempo ajudou já que a festa é realizada em local aberto”,

disse o presidente da Acep, Tetsuro Ishihara, em entrevista ao Jornal Nippak.

 

Cerimônia de abertura contou com a presença de autoridades japonesas e brasileiras (foto: Luci Judice Yizima)

 

O prefeito de Piedade, Geremias Ribeiro Pinto, que realizou a abertura oficial do evento no dia 18, destacou a importância da parceria entre a Prefeitura e Acep.

“A festa já é um marco na história do nosso município. Esta parceria proporciona o fortalecimento da exposição e comercialização de produtos agrícolas de Piedade, fortalecendo o nosso turismo rural”, destacou Geremias.

 

“Gostaria de ressaltar também a importância desta parceria na festa quanto à integração sócio econômico e cultural para a nossa cidade”, destacou o prefeito.

A parceria também foi destacada pelo presidente da Acep.

“A parceria com a Prefeitura foi muito importante para o sucesso do evento. Nossas expectativas foram atingidas”, afirmou Ishihara.

Segundo ele, a Associação dos Produtores de Caqui de Piedade comercializaram cerca de 3 mil caixas de Kaki Fuyu nos três  dias de festa. Também destacou que o restaurante e tendas que formaram a praça de alimentação esgotaram as venda de seus produtos.

 

Sede da Associação Cultural e Esportiva de Piedade (foto: Luci Judice Yizima)

 

Ao Jornal Nippak, Ishihara explicou que o objetivo maior da festa é divulgar o caqui fuyu, que ele considera um produto

“bastante diferenciado”. “O caqui fuyu não é tão procurado como outras variedades, como o rama forte, o giombo e o chocolate e a festa acaba servindo justamente para que mais pessoas conheçam essa variedade, que é naturalmente doce e não fica mole”, conta Ishihara,

lembrando que a variedade fuyu se diferencia dos demais por ser crocante.

“É uma variedade muito produzida em Piedade, Pilar do Sul, Ibiúna e Mogi das Cruzes”,

explica ele, acrescentando que a maioria dos produtores são de origem nikkei. Segundo Ishihara, o Colha & Pague do Kaki Fuyu realizado em abril no Sítio Sakaguti, é outra forma de divulgar a fruta.

 

Técnicos da ETEC avaliam o teor de açúcar no caqui (foto: Luci Judice Yizima)

 

Motivo de orgulho – Presente na cerimônia de abertura, o cônsul  Tsuyoshi Narita, diretor geral do Departamento Consular de São Paulo, destacou, em seu discurso, que o caqui fuyu é originário do Japão e foi introduzido na cidade de Piedade pelos agricultores japoneses.

“Hoje é reconhecido em todo o Brasil pela alta qualidade da fruta produzida na região, o que é motivo de orgulho para nós, japoneses”, disse. Segundo ele, “considerando o seu tamanho, brilho, cor, doçura e formato, é indubitavelmente produto da mais alta qualidade, fruto da grande dedicação dos produtores ao longo dos anos no aperfeiçoamento da técnica para seu cultivo e aos quais presto sinceras homenagens”, discursou.

Para Narita, “é inegável também a grande contribuição que a Festa e Exposição do Kaki Fuyu de Piedade vem proporcionando para o fomento da agricultura e para o progresso da região”.

O cônsul encerrou sua fala com votos de muito sucesso para a festa e de progresso constante para a cidade de Piedade, agradecendo a todas as pessoas relacionadas que planejaram, prepararam e executaram esta grande festa.

(Aldo Shiguti, com site da Prefeitura de Piedade)

 

 

Acep conta hoje com cerca de 180 associados

 

A 12ª edição da Festa e Exposição do kakii Fuyu de Piedade, realizada nos dias 18, 19 e 20 de maio, no kaikan da Associação Cultural e Esportiva de Piedade, entidade promotora do evento, além de mostrar o potencial agrícola da região, serve também para promover o turismo local e a manter as atividades da Acep, uma sociedade sem fins lucrativos, formada por voluntários e pessoas da sociedade e cujo objetivo é incrementar o intercambio cultural e difundir a tradição japonesa por meio da educação, esporte e lazer.

Fundada em 7 de setembro de 1947 com a denominação de Associação Japonesa, a Acep disponibiliza aos associados diversas atividades que, além de promover a união cultural entre brasileiros e japoneses, proporciona melhor qualidade de vida aos participantes.

Segundo o atual presidente, Tetsuro Ishihara, a entidade conta atualmente com cerca de 180 associados. Número, no entanto, que já foi bem maior. “Nas décadas de 60 e 70, eram quase mil associados”, conta Ishihara.

Também na década 60, a Acep auxiliou na melhoria e reforma de várias escolas fundamentais do município e promoveu campeonatos de beisebol e de sumô, o que gerava qualidade de vida aos participantes e intensa movimentação de associados com as cooperativas brasileiras e japonesas, como a Cooperativa Agrícola de Cotia, Cooperativa Sul-Brasil e Cooperativa Chuookai.

Já nas décadas de 70, 80 e 90, a Acep continuou desenvolvendo trabalhos na promoção e introdução de várias modalidades esportivas, como o softbol feminino, o futebol, gatebol e o mallet golf, além de manifestações culturais, como a Escola Japonesa, danças folclóricas, karaokê e outras atividades.

Com o apoio dos diversos trabalhos e eventos promovidos pela ACEP, Piedade tornou-se referência da cultura japonesa na região. A Festa do Kaki Fuyu é um dos exemplos do trabalho mantido pela entidade, atraindo visitantes de várias partes do Estado.

A Associação Cultural e Esportiva de Piedade está localizada na Rodovia SP 250, km 101 – Trecho Piedade  -  Pilar do Sul. Telefones: Tel: (15) 3244-1664 / (15) 3244-1686.

 

(Fonte: site da Associação Cultural e Esportiva de Piedade)

 

 

 

 

 

 

Escreva um Comentário