ESPECIAL > CIDADES / PIEDADE: 12ª Festa do Kaki Fuyu atrai cerca de 40 mil visitantes

Com show da dupla Rionegro e Solimões como carro-chefe, a 12ª edição da Festa do Kaki Fuyu de Piedade atraiu cerca de 40 mil visitantes durante os três dias de programação (18, 19 e 20 de maio). Realizado pela Associação Cultural e Esportiva de Piedade (Acep), no kaikan da entidade, o evento fez parte das comemorações dos 172 anos do município.

A festa proporcionou ao público shows musicais, atrações culturais, praça de alimentação, tenda de artesanato, parque de diversões, exposição e comercialização de caqui e de produtos agrícolas.

 

Objetivo da festa é divulgar as qualidades do caqui fuyu (foto: Luci Judice Yizima)

 

Segundo os organizadores do evento, cerca de 12 mil pessoas assistiram os show da dupla sertaneja Rionegro e Solimões. O recinto de festa estava lotado durante a apresentação. A dupla agitou o público cantando vários sucessos. De acordo com a Guarda Civil Municipal (GCM) não ocorreram tumultos ou brigas no recinto de festa, apenas pequenas discussões isoladas que não comprometeram a integridade física do público.

“Tudo transcorreu dentro do planejado e, felizmente, o tempo ajudou já que a festa é realizada em local aberto”,

disse o presidente da Acep, Tetsuro Ishihara, em entrevista ao Jornal Nippak.

 

Cerimônia de abertura contou com a presença de autoridades japonesas e brasileiras (foto: Luci Judice Yizima)

 

O prefeito de Piedade, Geremias Ribeiro Pinto, que realizou a abertura oficial do evento no dia 18, destacou a importância da parceria entre a Prefeitura e Acep.

“A festa já é um marco na história do nosso município. Esta parceria proporciona o fortalecimento da exposição e comercialização de produtos agrícolas de Piedade, fortalecendo o nosso turismo rural”, destacou Geremias.

 

“Gostaria de ressaltar também a importância desta parceria na festa quanto à integração sócio econômico e cultural para a nossa cidade”, destacou o prefeito.

A parceria também foi destacada pelo presidente da Acep.

“A parceria com a Prefeitura foi muito importante para o sucesso do evento. Nossas expectativas foram atingidas”, afirmou Ishihara.

Segundo ele, a Associação dos Produtores de Caqui de Piedade comercializaram cerca de 3 mil caixas de Kaki Fuyu nos três  dias de festa. Também destacou que o restaurante e tendas que formaram a praça de alimentação esgotaram as venda de seus produtos.

 

Sede da Associação Cultural e Esportiva de Piedade (foto: Luci Judice Yizima)

 

Ao Jornal Nippak, Ishihara explicou que o objetivo maior da festa é divulgar o caqui fuyu, que ele considera um produto

“bastante diferenciado”. “O caqui fuyu não é tão procurado como outras variedades, como o rama forte, o giombo e o chocolate e a festa acaba servindo justamente para que mais pessoas conheçam essa variedade, que é naturalmente doce e não fica mole”, conta Ishihara,

lembrando que a variedade fuyu se diferencia dos demais por ser crocante.

“É uma variedade muito produzida em Piedade, Pilar do Sul, Ibiúna e Mogi das Cruzes”,

explica ele, acrescentando que a maioria dos produtores são de origem nikkei. Segundo Ishihara, o Colha & Pague do Kaki Fuyu realizado em abril no Sítio Sakaguti, é outra forma de divulgar a fruta.

 

Técnicos da ETEC avaliam o teor de açúcar no caqui (foto: Luci Judice Yizima)

 

Motivo de orgulho – Presente na cerimônia de abertura, o cônsul  Tsuyoshi Narita, diretor geral do Departamento Consular de São Paulo, destacou, em seu discurso, que o caqui fuyu é originário do Japão e foi introduzido na cidade de Piedade pelos agricultores japoneses.

“Hoje é reconhecido em todo o Brasil pela alta qualidade da fruta produzida na região, o que é motivo de orgulho para nós, japoneses”, disse. Segundo ele, “considerando o seu tamanho, brilho, cor, doçura e formato, é indubitavelmente produto da mais alta qualidade, fruto da grande dedicação dos produtores ao longo dos anos no aperfeiçoamento da técnica para seu cultivo e aos quais presto sinceras homenagens”, discursou.

Para Narita, “é inegável também a grande contribuição que a Festa e Exposição do Kaki Fuyu de Piedade vem proporcionando para o fomento da agricultura e para o progresso da região”.

O cônsul encerrou sua fala com votos de muito sucesso para a festa e de progresso constante para a cidade de Piedade, agradecendo a todas as pessoas relacionadas que planejaram, prepararam e executaram esta grande festa.

(Aldo Shiguti, com site da Prefeitura de Piedade)

 

 

Acep conta hoje com cerca de 180 associados

 

A 12ª edição da Festa e Exposição do kakii Fuyu de Piedade, realizada nos dias 18, 19 e 20 de maio, no kaikan da Associação Cultural e Esportiva de Piedade, entidade promotora do evento, além de mostrar o potencial agrícola da região, serve também para promover o turismo local e a manter as atividades da Acep, uma sociedade sem fins lucrativos, formada por voluntários e pessoas da sociedade e cujo objetivo é incrementar o intercambio cultural e difundir a tradição japonesa por meio da educação, esporte e lazer.

Fundada em 7 de setembro de 1947 com a denominação de Associação Japonesa, a Acep disponibiliza aos associados diversas atividades que, além de promover a união cultural entre brasileiros e japoneses, proporciona melhor qualidade de vida aos participantes.

Segundo o atual presidente, Tetsuro Ishihara, a entidade conta atualmente com cerca de 180 associados. Número, no entanto, que já foi bem maior. “Nas décadas de 60 e 70, eram quase mil associados”, conta Ishihara.

Também na década 60, a Acep auxiliou na melhoria e reforma de várias escolas fundamentais do município e promoveu campeonatos de beisebol e de sumô, o que gerava qualidade de vida aos participantes e intensa movimentação de associados com as cooperativas brasileiras e japonesas, como a Cooperativa Agrícola de Cotia, Cooperativa Sul-Brasil e Cooperativa Chuookai.

Já nas décadas de 70, 80 e 90, a Acep continuou desenvolvendo trabalhos na promoção e introdução de várias modalidades esportivas, como o softbol feminino, o futebol, gatebol e o mallet golf, além de manifestações culturais, como a Escola Japonesa, danças folclóricas, karaokê e outras atividades.

Com o apoio dos diversos trabalhos e eventos promovidos pela ACEP, Piedade tornou-se referência da cultura japonesa na região. A Festa do Kaki Fuyu é um dos exemplos do trabalho mantido pela entidade, atraindo visitantes de várias partes do Estado.

A Associação Cultural e Esportiva de Piedade está localizada na Rodovia SP 250, km 101 – Trecho Piedade  –  Pilar do Sul. Telefones: Tel: (15) 3244-1664 / (15) 3244-1686.

 

(Fonte: site da Associação Cultural e Esportiva de Piedade)

 

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

110 ANOS DA IMIGRAÇÃO JAPONESA/PARANÁ: Comissão do... A Comissão Organizadora das Comemorações dos 110 anos de Imigração no Paraná aproveitou a visita do Embaixador do Japão no Brasil, Satoru Satoh, e do ...
HOLAMBRA: Expoflora espera atrair cerca de 300 mil... A maior exposição de flores e plantas ornamentais da America Latina estará aberta ao público do dia 26 de agosto até 25 de setembro, de sexta a doming...
BENEFICENTE: 30º Festival Kodomo-no-Sono – B...   Como acontece anualmente, há vários meses, numerosos voluntários estão se movimentando para oferecer um final de semana descontraído, de laz...
INTERCÂMBIO: Desenhos de alunos da rede municipal ...   Desenhos produzidos por estudantes de 52 escolas da rede municipal de ensino de Curitiba farão parte da exposição Picture Diary of Environme...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *