ERIKA TAMURA: Formatura Aiec

 

Dia 4 de agosto, sábado, fui convidada a participar da formatura da faculdade AIEC, realizada na cidade de Nagóia no Hilton Hotel.

AIEC, é a faculdade que frequento, mas apesar de ser no Japão, pertenço a outro pólo, o de Gunma, Fui convidada pela aluna Sayuri Nakasato, uma das 18 formandas.

 

Formatura da Faculdade AIEC, realizada em Nagoia (crédito: Portal Mie)

 

Sinceramente, mesmo sem conhecer todos os alunos, eu me emocionei. Pelo fato de se tratar de uma formatura, a carga emotiva é visível, mas acredito que essa emoção pode ser maior por ser uma formatura no Japão, de alunos brasileiros, graduados por uma faculdade brasileira, no ensino à distância.

Sem desmerecer os formandos do Brasil, mas o fato de poder cursar uma faculdade vivendo no Japão tem um gosto mais que especial. Sei disso com conhecimento de causa, já cursei faculdade no Brasil, e agora estou frequentando aqui no Japão. Pois aqui não temos a estrutura familiar que temos no Brasil, isso já significa uma queda no apoio pela metade, a outra é que todos os alunos, ou a sua grande maioria trabalha excessivamente, e ainda têm aquelas alunas que como no meu caso são mães, e precisam de certos recursos de flexibilidade total, para poder dar conta do recado.

A cerimônia toda, desde a colação até à recepção foi tudo impecável, tudo muito condizente com a realidade e a possibilidade que o momento exige.

Essa é a maior turma de formandos da AIEC no Japão até agora, 18 alunos, eu diria que 18 guerreiros, batalhadores, pois sei como é difícil manter esse número por turma na faculdade, pois muitos desistem, trancam a matrícula, retornam ao Brasil…

Quero deixar aqui o meu parabéns à todos os graduados, pois estou no terceiro período da faculdade e posso imaginar o número de noites em claro ou mal dormidas, a quantidade de abdicações necessárias para poder concluir um trabalho no prazo, os domingos longe da família para poder comparecer aos encontros presenciais, as horas e horas em pesquisas, o temido TCC. Mas tudo parece compensador quando se chega no topo. Aliás, não parece, é! A sensação de se olhar para trás e ver que cada esforço valeu a pena e sentir esse gostinho de vitória, acaba com qualquer cansaço, fadiga, saudade, nervosismo, tudo se dissipa diante da conclusão do curso.

É claro que o fim dessa etapa não é o final, mas é o início de uma nova etapa, de encarar novos desafios, mas agora com conhecimento em mãos, agora vocês são doutores para o mercado de trabalho.

Não há bem maior que o conhecimento, o meu pai sempre me dizia que única vitória que se conquista é a vitória sobre a própria ignorância, e não há satisfação para o ego maior que a qualificação do seu intelecto. O mundo pode valorizar o belo, o bonito, o intocável, mas o mais sábio irá valorizar o saber, o conhecimento, o cérebro e a alma.

E durante a recepção no hotel, observei uma aluna formanda, que me chamou a atenção, enquanto ela não era chamada ao palco, e esperava sua vez de subir, ela alimentava seu filho, dando papinha para o bebê. E estudar no

Japão é isso! Temos que ser mães, esposas, namoradas, filhas, profissionais e alunas, tudo ao mesmo tempo, sem perder o rebolado. Mas é isso que nos torna pessoas sabiamente elevadas, com um diferencial único para enfrentarmos o mercado de trabalho, e até mesmo a vida.

A cerimônia contou com presenças ilustres como o paraninfo: Cônsul-geral, Embaixador Ricardo Drummond de Mello, do consulado geral do Brasil em Nagoya

Patrono: Sr Takashi Hirao da empresa Fujiarte S/A e Projeto Pororoca

Convidado especial: Prof. Eliseu Pichitelli Mestre Professor da Universidade de Tokyo em línguas estrangeiras e tutor do polo de Ota da Faculdade AIEC.

E o nome dos formandos que estão de parabéns:

1. Adriana Yamassaki Teixeira Barbosa

2. Alfredo Modesto Santana Alves

3. Aline Honda de Oliveira

4. Ana Claudia Coleta

5. Anderson Baliere

6. Claudia Ishii

7. Cristiane Hidemi Nimura

8. Edison Takashiro

9. Eliza Tiemy Masuko

10. Emerson Keiji Tanaka

11. Erick Heiji Yoshida

12. Sayuri Nakasato

13. Luciana Nakagawa Fernandes Rissi

14. Marcos Inohue Junior

15. Priscila Ryuko Ossaka

16. Priscilla Kajihara Guardalini

17. Reginaldo Brito Manabe

18. Renato Okawa

 


*Erika Tamura nasceu em Araçatuba (SP) e há 14 anos reside no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

BEM ESTAR: A CAIXINHA DE SEMENTES Em busca da inspiração que me faltava para trazer mais um texto à esta coluna, fui caminhar pelo jardim de meu pai. Os primeiros sinais da apro...
JORGE NAGAO: LUÍS XXI, MEU REI Luz, Câmera, Ação! o filme da sua vida começava ali na. Maternidade Santa Catarina, na Avenida Paulista, quase no Paraíso, há 21 anos. Um sábado es...
JORGE NAGAO: Mauricio de Sousa é coisa nossa Mauricio de Sousa e família   Noel Rosa, sambista da antiga, compôs “Coisas nossas” para exaltar os nossos valores e pessoas relevantes: “...
SILVIO SANO: O desastre em São Paulo…   Não pelo prefeito eleito, o que só o tempo dirá, mas o fato de que 31,59% dos paulistanos deixaram de optar por um dos candidatos (4,34%, br...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *