ERIKA TAMURA: Vem Corinthians!!!

 

O assunto do momento é: Corinthians no Japão! E não tem como fugir disso, mesmo porque estou vivendo tudo isso, essa expectativa da chegada do time, a espera dos jogos, a compra de ingressos… E como estive no Brasil mês passado, pude sentir a expectativa dos brasileiros, não necessariamente corinthianos, pois tem a expectativa corinthiana, mas também tem a expectativa de quem não é corintiano, torcendo contra o Timão! Senti tudo isso, vivi e ainda estou vivendo cada emoção causado por esse time que cobre a minha alma e meu coração.

 

Rodrigo Coca / Ag. Corinthians

 

Alguém duvida ainda do que um corinthiano é capaz de fazer pelo Corinthians? Uma amostra disso foi a invasão no aeroporto de Cumbica, em São Paulo, um misto de inacreditável com assustador!

Imagina a cabeça dos jogadores como deve estar…

Os líderes da Gaviões da Fiel do Japão são meus amigos, e eles me relataram que foram chamados pelo Hotel Hilton e pela FIFA para uma reunião onde foi colocado em pauta um manual de conduta para a torcida corinthiana.

Isso só demonstra que os japoneses estão assustados com a invasão alvinegra.

Os jogos de futebol no Brasil, não são nada pacíficos, pois sempre tem tumulto, aglomerações, incidentes e acidentes. Mas aqui no Japão, preza-se pela ordem e pelo respeito, mesmo sendo corinthiana, temo que isso possa fugir do controle. E exatamente por isso, o hotel e a FIFA ditaram algumas regras para que não se perca o controle da ordem, ainda mais num país altamente disciplinado como o Japão.

Mas esse sentimento pelo Corinthians extrapola os limites de imposição, é um sentimento inexplicável. Toda essa manifestação de amor pelo time é de arrepiar, e mesmo que muitos não concordem comigo, há de se reconhecer que são atitudes incomuns de dedicação ao time, pois corinthiano vive do Corinthians, o que vem depois é pensado somente depois mesmo!

Quando estive no Brasil, soube que o Consulado do Japão emitiu mais ou menos 25 mil vistos somente para os torcedores acompanharem aos jogos, é um número alto, na hora não acreditei, cheguei a pensar como isso é possível! Mas quando o motivo disso tudo é o Corinthians, fica tudo aceitável afinal é uma nação e 25 mil torcedores é apenas um número significativo.

Conversei com o líder da Gaviões no Japão, Clayton Motoki, que além de liderar os torcedores ficará de apoio juntamente com os seguranças, afinal nada melhor que uma pessoa que entende o sentimento e a emoção do momento para ajudar a conter qualquer tipo de incidente.

Não adianta querer explicar tudo isso, são emoções que também estou vivendo, ansiedade pela chegada do time, preparo para ir aos jogos, acompanhar o dia a dia do Corinthians, tudo isso está sendo maravilhoso vivenciar, ainda mais no país que eu escolhi para viver. Parece que o Corinthians está vindo pra cá me visitar, ou jogar para mim! São 15 anos longe do Brasil, onde eu, uma corinthiana que nunca perdia nada sobre o meu time, vim parar no Japão e tive que rebolar para acompanhar toda a trajetória desse time que eu amo, e agora parece que vem a recompensa, eles estão aqui no Japão, jogando futebol, para eu ver! E para todos os integrantes da Gaviões do

Japão esse sentimento não é diferente, tenho certeza disso, porque é isso, inexplicável … Apenas sentimento.

Claro que queremos o título, mas eu como torcedora residente no Japão, só pelo fato do Corinthians estar aqui no Japão jogando futebol e provocando sentimentos, já me sinto campeã. Incrível a capacidade do Corinthians em despertar sentimentos nas pessoas, desde o amor ao ódio, porque acredito que ninguém seja indiferente ao Corinthians, sempre tem alguém com algo para falar do Timão, pode ser uma declaração de amor, como também uma demonstração de ódio, desgosto. Mas indiferença nunca!

As lojas de artigos esportivos aqui do Japão estão vendendo camisetas do Corinthians, além da camisa oficial, tem uma outra escrita em português: Invasão Corinthiana!

E que venha o Corinthians com toda a sua carga de emoção que sempre acompanha o time! Parabéns a Gaviões da Fiel Japão que tem feito um trabalho incrível de orientação e dicas para os torcedores que vêm do Brasil, além da predisposição em ajudar a todos que precisem, essa união é exemplar e torna essa torcida única! Estruturalmente estão de parabéns! Sei que todos trabalham e além disso a dedicação maior é para o Corinthians, isso sim é digno de respeito! Sei que torcedores de outros times irão me criticar, irão detestar o que escrevi, mas temos que reconhecer e respeitar aqueles que fazem do esporte a prioridade na vida!

 

 

*Erika Tamura nasceu em Araçatuba e há 14 anos mora no Japão, onde trabalha com desenvolvimento de criação. E-mail: erikasumida@hotmail.com

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

ERIKA TAMURA: Vida S.A. No final do ano passado, fui convidada para escrever um artigo na revista Ideias em Gestão, da Faculdade AIEC. Uma honra para mim! Afinal as páginas ...
CANTO DO BACURI > Mari Satake: 8 de março, Dia da ... A menina chega toda de lilás, pergunto a ela por que escolheu se vestir assim e ela me indaga: - mas você não sabe? A mãe intervém. Diz que ontem enqu...
ERIKA TAMURA: A importância da qualificação do tra...   No artigo dessa semana vou ressaltar um assunto que venho falando insistentemente, e que infelizmente, a comunidade brasileira que vive no J...
SILVIO SANO > NIPÔNICA: Por que levei a bandeira j... Considero que já expliquei a razão de ter portado uma bandeira japonesa nas manifestações... e que não me arrependi. Aliás, por que haveria de me arre...

One Comment

  1. O assunto não tem muito a ver com o tema, apesar de ser sobre o Corinthians. Os residentes no Japão, gravaram, com câmeras digitais, reportagens sobre a história(bem resumida, é verdade) do Corinthians que passaram na TV japonesa. Aí, pensei em legendar esses vídeos, mas não tive tempo nem condições nesse período.
    Somente, neste ano fui tentar fazer a tradução. No entanto, falta-me conhecimentos na Língua japonesa. Para mim entender o contexto do que foi dito, não pode ter uma palavra incomum e também não pode ser narrada muito rápida. Isso, sem contar as interferências externas no momento da captação dos vídeos. Ou seja, as vezes fica inaudível mesmo. Consegui fazer alguns, mas outros ficaram faltando uns 2, 3 trechos que não tenho como compreender, apenas “chutar” o que eu acho que a narração diz.( É só digitar “Corinthians – matéria no japão”no canal de vídeos mais popular do Brasil, quiçá do mundo)

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *