JORGE NAGAO: Explicando o EX

EXtimada EXmeralda, Expero, com EXta carta, EXplicar porque o seu irmão EXpedito virou o meu EX. No início, eu tratava o Expedito como Sua EXcelência porque para mim ele era, embora EXigente, EXperiente, EXpontâneo e EXpetacular.

Expedito era EXpirituoso nos jantares. Pedia EXcargot, um EXcocês para ele e um EXpumante EXpecial pra nós. Às vezes comíamos EXcondidinho com EXkol e um EXteihager pra EXquentar o clima. Eu era EXtremamente feliz e sabia porque ele era um EXcudeiro, um EXposo EXtável, um cara EXbelto, EXportivo e EXpada, enfim, um EXpécime em EXtinção. Um dia, EXtranhamente, ele disse que pediram pra ele fazer hora-EXtra no EXcritório.

Nas noites seguintes, ele chegava cada vez mais tarde. Achei EXquisito.

Ele está dando umas EXcapadas, pensei. EXperei uma hora depois do EXpediente dele e fui ao bar em frente à sua EXpresa. E flagrei-o com uma loira.

Calma! A loira era uma cerveja. E o boteco era uma EXpelunca. Visivelmente EXbriagado, revelou que fora demitido, EXcanteado pela crise. Comecei a decifrar essa EXfinge, o EXpedito, quando esse seu lado EXponja

EXcancarou de vez. Em casa, o EXganado EXcedia na comida e bebia o dia todo. Levei-o aos AA mas ele só queria BB. E assim, em pouco tempo, ele virou um EXtranho rumos aos EXtertores.

Eis a sucessão de EX do seu mano.

Ele foi de EXguio a EXférico; de EXtupendo a EXtúpido; de EXcorreito a Ex-correto; de EXtiloso a EXtrupício; de EXcelso aos EXcessos; de EXcol a EXcória; de EXcolado a EXculachado; de EXcanhoado a EXcamoso; de EXpantoso a EXpantalho; de EXecutivo a EXecutado; de EXpecial a EXpaçoso; de Extirpe a Extirpado, de EXequível a EX-incrível, de EXpevitado a EXpezinhado; de EXcantador a EXpancador, de EXtremamente risonho a EXterminador de sonhos. EXpedito EXtragou até a sua imagem de EXímio motorista. A prova é o EXtado de seu EXcort todo EXcalavrado e EXbagaçado. EXposta a EXsa EXpansão  de EXtripulias também fui ficando uma EXposa EX: EXtressada, EXfrangalhada, EXtenuada e o EXcambau. As EXcolhas eram: EXcafeder-se ou EXpiar meus pecados com EXte EXcorpião. EXtop! EXtou fora, EXmeralda. À EXtaca Zero volto. Mas na EXtrada da EXistência, tenho agora EXperança e boas EXpectativas. EXpero que você, EX-cunhada e o EXpedito EXcapem dessa EXcrenca. EXcuse-me qualquer coisa. Fui!

EXter EXtrassburgo EXteves, EX-EXpedito, EX-infeliz.

 

 


*Jorge Nagao é colunista do site Primeiro programa (www.primeiroprograma.com.br). E-mail: jlcnagao@uol.com.br

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SILVIO SANO: Agora a Copa de 1962   Prezados, Antes de tudo grato pelo prestígio das visitas aos vídeos anteriores. Com poucos dias já tenho registrado mais de 150 visitas p...
CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Meu herói japon... Naquilo que se conhece por Guerra Fria, trata-se de um período interessante, no que se refere à cultura de massa, principalmente com o advento da tele...
CANTO DO BACURI > Mari Satake: A dançarina tardia A menina sempre quis dançar. Mas, como poderia ela pensar em dançar se havia todos aqueles ovos e galinhas para cuidar. A família era grande, os recur...
SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Último Shinenkai do Rojin Ka...   A partir do próximo ano, a celebração do ano novo será unificada pela administração da ABCEL, Associação Beneficente, Cultural de Esportiva de Lins,...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *