JORGE NAGAO: O Reencontro

 

Quando o poeta Vinicius de Moraes contava que passava horas e horas na banheira bebericando um uísque, compondo, batendo papo ou simplesmente meditando, batia-me uma baita inveja.

Como uma Maria-vai-com-as-ostras, eu pensava: que maravilha! Quando eu crescer, farei isso também! Há uma década atrás, numa tarde em Itapuã, perdão, em Buenos Aires, num hotel, vislumbrei a possibilidade de realizar esse sonho acalentado por vários anos.

Agradeci ao meu Pai Oxalá. Enquanto a água que o passarinho bebe inundava a banheira, eu corria para preparar uma dose dupla do cachorro engarrafado, como se referia o poeta ao scotch, para ele o melhor amigo do homem.

Ansioso, adentrei com cuidado na banheira. Sentei-me e ingeri o primeiro gole que foi infinito enquanto durou.

Sentia-me o próprio poetinha curtindo aquele raro momento de prazer porque são demais os perigos desta vida. Aos poucos fui me perdendo naquele turbilhão de sensações. Copo vazio, cabeça cheia, via que o hotel era uma casa engraçada, não tinha teto, não tinha nada, e com o olhar esquecido bem devagar ia sentindo a Terra toda rodar.

De repente, não mais que de repente, pensei no último e talentoso parceiro do Poetinha. “Por onde anda você, Toquinho?”, perguntei-me. Foi aí que meu pranto rolou como água da cachoeira, pois percebi que, involuntariamente, promovia o reencontro da dupla mais amada da moderna MPB.

Eu, encarnando o Vinicius, olhei para o interior da banheira e contatei surpreso que lá estava ele, o toquinho.

Guardo até hoje, como “recuerdo”, aquele toquinho de sabonete…

 

 

*Jorge Nagao é colunista do site Primeiro Programa (www.primeiroprograma.com.br). E-mail: jlcnagao@uol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

MUNDO VIRTUAL: Consequências de uma má “curtida”... O mundo virtual nos traz uma série de comodidades, mas ao mesmo tempo nos exige inúmeros cuidados: uma rede social, que atualmente é instrumento digit...
AKIRA SAITO: ESPÍRITO DE VENCEDOR “Vencer necessariamente precisa ser um estado mental”   Em qualquer situação, na prática do Budô (Caminho Marcial) o gesto adotado é a de não...
JORGE NAGAO: Chico Anysio, compositor dos bons Muito se falou sobre os mais de 200 personagens criados por Chico Anysio mas quase nada se disse sobre as mais de 200 músicas de sua autoria. 197 dela...
MEMAI: O JAPÃO É AQUI. OU NÃO?   Torii do Parque do Centenário da Imigração Japonesa, em Mogi das Cruzes.   Por Marília Kubota   Desde que os imigrant...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *