SHIGUEYUKI YOSHIKUMI: Idiotice é ser milionário no cemitério

 

Outro dia, uma velha amiga pediu-me para ser sua fiadora junto ao banco onde estava negociando empréstimo de valor significativo. Não tive como negar. Fui convocado para fazer o cadastro. A gerente que me atendeu – uma bela bancária-fonoaudióloga – solicitou a relação dos bens que possuía. Imóvel, nenhum.

Veículo, nem bicicleta. De valor só uns 1.500 livros. Valor inestimável, frisei. Ela nem ligou. Pediu-me o holerite. Só isso, disse-me com um olhar um tanto penalizado. É que pago duas pensões, duas ex, você sabe, justifiquei.

É claro que não fui aceito.

Sou péssimo administrador no tocante a dinheiro. Aposentei-me pouco antes de o Collor confiscar o nosso dinheiro. Tinha sacado o Fundo de Garantia e colocado na poupança. Estava estudando na Unesp de Bauru na época e esqueci-me do dinheiro. Só uns dez anos após, o gerente da agência de Capão Bonito ficou intrigado com aquele dinheiro parado e me localizou.

Tinha apurado que eu tinha deixado certa quantia também em Bauru onde trabalhara. Dei-lhe, de presente, um computador. Quanto ao dinheiro gastei adquirindo dois carros: um para minha mulher e outro para mim. Um deles foi furtado pouco depois lá na capital, sem seguro.

Nem liguei. O que tinha vindo de surpresa, assim também tinha ido. Era a sina. Porque nunca pretendi mesmo é ser milionário no cemitério.

 


(Shigueyuki Yoshikumi é jornalista e reside em Lins)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SILVIO SANO > NIPÔNICA: Em 2017, #TuVensTuVensEuJá...   Quem me acompanha (... e não me segue, porque gosto mesmo é de estar ao lado e não à frente... mas também nem atrás... rsrs), sabe que m...
CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Sem certeza alg...     Sem certeza alguma   Quando a esperança morre morre também a última chama que ainda havia num pavio que resist...
LANÇAMENTO: lançamento do livro “Sob o Signo do So... Lançamento – O Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, no Bunkyo em São Paulo, abriu as portas na noite do dia 23 de abril para o lançamento ...
JORGE NAGAO: Boat Viagem   Convidados para a exposição Boat Show, fomos, meu filho e eu, ao Transamérica Expo Center ver os sofisticados barcos cujos preços variavam d...

One Comment

  1. Hehe… Sábia pretensão. Parabéns.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *