SILVIO SANO: Seremos todos culpados, outra vez?

 

Não me recordo quantas vezes já escrevi sobre o tema, o que levou muitos leitores a me chamar de tolo por persistir. Quase concordo, senão não estaria escrevendo agora.

Bom, o assunto é sobre eleições de candidatos nikkeis! Não que os queira eleitos, mas porque além de a comunidade criticar suas performances nas eleições, ao mesmo tempo que não se organiza para isso, nas últimas, foi um desastre! Daí porque escrevi o artigo com título que deu origem ao deste.

De minha parte, por uma autocrítica que me garante (?) ter capacidade de discernimento para esses casos, afirmo que os escolho por suas capacidades políticas e cidadãs… nikkeis ou não. Agora, se a comunidade faz questão de tê-los lá, até porque para muitas entidades as emendas parlamentares lhes interessam, então há que se trabalhar para isso! Da última vez até aconteceu o contrário, daí o desastre, porque os deputados, que lá já estavam, trabalharam como nunca em prol da comunidade, até por força das comemorações do centenário e, depois de tudo, levaram uma “facada nas costas”!

Já dei algumas sugestões e as mantenho, mas a principal é para se fechar em torno de alguns nomes já que teremos, novamente, mais de 30 candidatos só em São Paulo!

Muitos não concordam com essa sugestão pela alegação do estado de direito de se candidatar. Dou-lhes razão, em parte. Isso, porque a própria maioria desses que me contrariam escolhe seus candidatos por afinidade e não por capacidade, fazendo com que os votos se diluam em vários, prejudicando a todos… e dando no que têm dado. O momento, ao eleitor, não é o de prestigiar amigos, mas de fazer valer seu papel cidadão com responsabilidade.

O trabalho, pois, dessas entidades líderes, principalmente dos Bunkyos, é o de conscientizar suas comunidades sobre essa forma de pensar. Fechar com alguns nomes é devido a, eles, teoricamente (?), estarem capacitados a pesquisarem os perfis ideais.

Podem até retomar os debates, mas que o façam… já!, e não às vésperas, como na última… com presença de apenas assessores. Pode?

Não pode!!

 


*Silvio Sano é arquiteto e escritor. E-mail: silviosam@nethall.com.br

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

CANTO DO BACURI: Keirokai   Naquela manhã, Conceição se levantou bem cedinho, arrumou-se com o maior esmero e pediu à empregada que lhe preparasse um café ultra, hi...
JOJOSCOPE: Desconstruindo Miyazaki O Espaço Mizú é uma escola de arte charmosa e aconchegante no bairro da Pompéia, em São Paulo. Esse espaço que transborda criatividade e talento foi o...
MEMAI: HAICAI – MARILIA KUBOTA LANÇA “micropolis” ... Capa do livro “micropolis” sobre ilustração de Ronald Polito A poeta Marilia Kubota lança seu primeiro livro de haicai “micropolis”,  nesta quinta...
ERIKA TAMURA: 25 anos do movimento dekassegui Este ano de 2015, comemoramos os 25 anos do movimento dekassegui. Mas será que temos muito a comemorar? Na minha opinião, já se passaram muitos...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *