SILVIO SANO: Xô, alienação, etc., e tal!

 

Uma das minhas preocupações com a grande massa da população brasileira tem sido sempre por sua alienação explícita em relação às questões sobre os rumos da Nação. A impressão, na verdade, é a de que estão preocupados apenas com seus próprios (rumos)… até porque “sobreviver é preciso”. Por isso, de quando em quando, retomo o assunto.

Como agora, quando ocorrem o julgamento do “mensalão” e as campanhas às eleições municipais por todo o país. “Não!”, alguns irão negar, “Estou sabendo, sim!”, dirão outros, com veemência… principalmente da parte dos nikkeis, devido à maioria ter boa formação escolar… mas, não cívica. Por isso, ao entrar nos detalhes, pouco têm a dizer. Ou seja, apenas tomam conhecimento do assunto porque, afinal, estão na mídia. E de tal forma que, para muitos, eleição ocorre apenas em um dia e, pior, é ainda visto como mais uma oportunidade para se pegar uma praia do que para se dar uma contribuição ao país. Depois, reclamam da violência urbana, do caos urbano, do Ensino, dos políticos, etc. e tal, ignorando que, na verdade, são cúmplices de tudo isso.

Essa postura, na verdade, tem como desculpa um passado repleto de impunidades que nos leva desacreditar até nas instituições públicas. Mas, agora, com o STF, marcando um gol histórico ao considerar, definitivamente, que o esquema do “mensalão” existiu a partir do uso de dinheiro público e condenando, de imediato, seus principais protagonistas, não há mais desculpas! Pelo contrário, aliviado com essa boa notícia, o que se há a fazer é procurar tomar parte desse movimento que pode dar um basta, de vez, a esse mal (impunidade) que assola o País, além de contribuir para, por fim, transformá-lo na desejável, e viável, grande Nação.

Aquilo citado acima, acrescido do etc., e tal, nada mais são do que resultados de nossa própria escolha por não levarmos a sério nosso papel de cidadãos capazes de fazer a diferença!! Chega! Não vote mais por votar! Vote consciente! Seu voto, uno que seja, é um esforço mínimo para se trazer o máximo ao País e a si mesmo! Né, não?! Não o desperdice!

E ATENÇÃO!

Já escrevi, “n” vezes, que a principal entidade da comunidade (SP) dificilmente toma iniciativa no sentido de integrá-la o mais consistente possível, como no caso das eleições, mas acabo de tomar conhecimento de que ela resolveu se mexer: vai realizar “aquele debate” (que sugeri para ser realizado, no início de julho, tão logo fosse anunciado os candidatos pelo TSE) no próximo dia 15 de setembro, a apenas 3 semanas do pleito (veja a reportagem)! Tarde assim, para que finalidade? E não ficaram por aí! Antes, porém, uma lembrança: também sempre escrevi que, antes de etnia ou religião, como razões para se escolher um candidato, o eleitor deveria considerar, capacidade, responsabilidade e atuação. Ou seja, não seria eu a privilegiar aqueles quesitos. Porém, deixei claro que, se querem representantes nikkeis… que trabalhem para isso! Daí, convidam para o já tardio debate, além de alguns candidatos nikkeis, um não nikkei!! Nada contra este, mas a justificativa de que a esposa é nikkei… não cola! Né, não?!! Ah! Eu imagino as razões, mas… e por que não, todos os 34 candidatos?!

 


*Silvio Sano é arquiteto e escritor. E-mail: silviossam@gmail.com

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

Alimentos Saudáveis por ERIKA MIZUTANI: Aprenda a ...   Sal de Ervas   ingredientes: Mesma quantidade de alecrim, manjericão e orégano desidratados e sal. Modo de fazer: Bata todos...
ERIKA TAMURA: Visto para yonsei Recebo muitas mensagens de pessoas pedindo a minha opinião sobre o visto para yonsei (quarta geração de descendentes de  japoneses). Toda a polêmic...
JORGE NAGAO: Nihongo vai e vem Tadatoshi e Setsuko, meus pais, chegaram à capital paulista, vindos de Vera Cruz, interior de São Paulo, em 1955, com 5 filhos. Depois de uma breve...
SILVIO SANO: Os principais candidatos nikkeis̷...   ... ao próximo escrutínio na Capital do Estado de São Paulo, devem estar preocupados devido à indiferença demonstrada até o momento pela pri...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *