COMUNIDADE: Aos 60 anos, Associação Okinawa Vila Carrão reverencia pioneiros e exalta jovens

A Associação Okinawa Vila Carrão comemorou seu 60º aniversário de fundação em grande estilo. A cerimônia, realizada no último dia 20, em sua sede, na Praça Haroldo Daltro (zona Leste de São Paulo), contou com a presença do cônsul geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae; dos deputados federais Walter Ihoshi (PSD) e Keiko Ota (PSB); dos deputados estaduais Hélio Nishimoto (PSDB) e Jooji Hato (PMDB) e dos vereadores Ushitaro Kamia e Ota (PSB), além do presidente da Associação Okinawa Kenjin do Brasil, Eiki Shimabukuro e representantes de várias subsedes.

 

Aos 60, Associação Okinawa Vila Carrão reverencia pioneiros e exalta os jovens. Foto: Aldo Shiguti

Aos 60, Associação Okinawa Vila Carrão reverencia pioneiros e exalta os jovens. Foto: Aldo Shiguti

 

Na ocasião, foram homenageados os ex-presidentes da AOVC, os ex-presidentes do Kariyushi Roujin Clube; a atual e a ex-presidente do Departamento de Senhoras, os associados beneméritos e os parlamentares apoiadores do Okinawa Festival.

O presidente da Comissão Organizadora, Toshimitsu Teruya, abriu oficialmente a programação agradecendo o empenho e dedicação de todos os associados, diretoria e colaboradores. Antes, foi realizada uma cerimônia em reverência aos pioneiros e familiares.

Atual presidente da AOVC, Terio Uehara lembrou que “há 60 anos, num período em que a comunidade okinawana ainda enfrentava adversidades de toda ordem, 27 veteranos fundaram esta entidade”. “Ao refletirmos sobre a trajetória de nossos antecessores, verificamos o quanto estes foram corajosos e ao mesmo tempo imbuídos do grande espírito de ajuda mútua. Constatamos o quanto foram prestativos na assistência aos conterrâneos e dedicados ao desenvolvimento da comunidade”, disse Tério, acrescentando que “foram tempos árduos, de difícil assimilação e adaptação”.

“Contando tão somente com a força de seus braços e a vontade de vencer, escreveram páginas memoráveis na história. Feitos históricos que merecem o nosso mais profundo respeito”, discursou Tério, destacando que “o suor e as lágrimas desses desbravadores contribuíram decisivamente na formação e no desenvolvimento do nosso caráter, e hoje temos o compromisso de transmitir às novas gerações os valores e princípios que esses pioneiros nos deixaram como legado: trabalhar com dedicação, tratar os mais idosos com dignidade e respeito e agir com espírito de perseverança, união e solidariedade”.

 

Autoridades e convidados participam do corte do bolo. Foto: Aldo Shiguti

Autoridades e convidados participam do corte do bolo. Foto: Aldo Shiguti

 

Ichariba chodê – O atual presidente do Kariyushi Roujin Clube (Clube dos Anciões), Yoshio Oshiro, também destacou a história da entidade. Ele lembrou que a AOVC foi fundada num período difícil para os imigrantes “quando os saudosos Komei Ueda e Seikichi Uehara tomaram iniciativas para fundar a associação visando a confraternização entre os associados. Imagino que não tenha sido nada fácil. Mas conduzidos pelo espírito uchinanchu de ‘ajuda mútua’ e ‘ichariba chodê’, uniram suas forças para construir a sede social superando todos os tipos de adversidades”, frisou Oshiro lembrando que a sede foi concluída durante o mandato do presidente Takeo Uehara e serviu de base para o desenvolvimento de hoje.

Já a presidente do Departamento de Senhoras, Kazuko Kanashiro destacou que a AOVC reúne vários Departamentos que promovem inúmeras atividades ao longo do ano, “culminando com sua maior realização, o Okinawa Festival, evento realizado há 14 anos e que se tornou motivo de orgulho e união de todos”.

 

 

O atual presidente, Tério Uehara: “Equipe engajada”. Foto: Aldo Shiguti

O atual presidente, Tério Uehara: “Equipe engajada”. Foto: Aldo Shiguti

 

Transição – Presidente da AOKB, Eiki Shimabukuro, assinalou que a Associação Okinawa Vila Carrão é um dos shibus “mais modernos e atuantes, que soube fazer a transição de gerações de forma exemplar mantendo os aspectos positivos das tradições de Okinawa e hoje, liderados pelos jovens nisseis, continua sendo um dos principais sustentáculos do Honbu”.

 

Cônsul Takahiro Nakamae. Foto: Aldo Shiguti

Cônsul Takahiro Nakamae. Foto: Aldo Shiguti

 

Ano especial – O cônsul Takahiro Nakamae disse que a comunidade okinawana vive um momento especial, com a comemoração dos 90 anos da Associação Okinawa Kenjin do Brasil quando foram realizados  “inumeros eventos” como a exposição de fotos no Hall Monumental da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo; a Noite das Artes de Ryukyu, na Sala São Paulo, a solenidade oficial, no Centro Cultural Okinawa do Brasil, em Diadema, e mais recentemente o 6º Festival Mundial Uchinanchu, em Okinawa, com a participação de mais de mil nipo-brasileiros.

“E a comemoração dos 60 anos da Associação Okinawa Kenjin do Brasil marca, mais uma vez, este ano tão especial para todos nós”, explicou Nakamae, afirmando que “a Vila Carrão é um dos bairros mais tradicionais de São Paulo, onde reside um grande número de descendentes de okinawanos”.

Em seguida, foi a vez dos discursos dos parlamentares. Ushitaro Kamia, Hélio Nishimoto, Jooji Hato, Keiko Ota e Walter Ihoshi enalteceram os antecessores e parabenizaram a atual diretoria. A deputada Keiko Ota, que presidiu o Shinenkai quando tinha 19 anos, afirmou que “comemorar os 60 anos da AOVC é motivo de alegria e seriedade”. “Alegria por alimentarmos a longevidade desta grandiosa entidade e seriedade pela responsabilidade que isso representa”.

 

Eiki Shimabukuro. Foto: Aldo Shiguti

Eiki Shimabukuro. Foto: Aldo Shiguti

 

Grande líder – Um dos parlamentares homenageados pela AOVC por seu apoio ao Okinawa Festival – Ushitaro Kamia, Celso Jatene e Hélio Nishimoto – também foram homenageados pelo mesmo motivo – Walter Ihoshi (PSD) disse ser um admirador da cultura uchinanchu e ressaltou o trabalho do atual presidente da entiadade, Terio Uehara, e de seus antecessores. Segundo o deputado, “se hoje a Asociação Okinawa Vila Carrão reúne homens e mulheres de visão, em parte se deve ao fruto do trabalho das administrações anteriores e também da atual diretoria”

Para Ihoshi, Terio Uehara “é um grande líder não só da comunidade okinawana como também da comunidade nipo-brasileira e que espelha os valores encontrados no povo okinawano, como perseverança, coragem, integridade e união”.

 

Cerimônia reuniu associados e representantes de subsedes. Foto: Aldo Shiguti

Cerimônia reuniu associados e representantes de subsedes. Foto: Aldo Shiguti

 

Gratidão – Ao Jornal Nippak, Tério Uehara admitiu que, no início, teve receio em assumir o cargo por causa do trabalho realizado por seus antecessores. “Em contrapartida, fiquei tranquilo porque sabia que podia contar com uma equipe muito engajada e aceitei com bastante alegria”. “Se hoje a associação é o que é, temos que agradecer, em primeiro lugar, aos nossos antecessores. Tanto que a festa pelos 60 anos é dedicada aos pioneiros que construíram o alicerce pelo qual trilhamos,e também aos jovens, motivo maior do nosso trabalho e inspiração para nossas atividades”, destacou.

Segundo ele, embora o Okinawa Festival seja o evento “mais famoso”, a AOVC mantém outras atividades culturais, sociais e esportivas visando o resgate e a transmissão da cultura okinawana às novas gerações e também aos moradores da região. Por sinal, envolver os comunidade local em suas atividades é uma forma de retribuir a acolhida calorosa que os pioneiros tiveram na região. “O mínimo que podemos fazer é abrir os braços e as portas da nossa associação para que os moradores façam parte do nosso dia a dia. E o Okinawa Festival é um bom exemplo deste convívio”, disse Tério Uehara.

 

 

Celebração da cerimônia em reverência aos pioneiros e familiares. Foto: Aldo Shiguti

Celebração da cerimônia em reverência aos pioneiros e familiares. Foto: Aldo Shiguti

 

Orgulho – Fundada em 20 de agosto de 1956, a Associação Okinawa Vila Carrão iniciou suas atividades com 27 associados e tinha como lema “aumentar o número de associados a todo custo”. Hoje, segundo Tério Uehara, são cerca de 520 famílias associadas – levando-se em consideração apenas o titular de cada família como sócio.

Para ele, “mais que uma grande responsabilidade, presidir a entidade no ano em que ela comemora 60 anos é um grande orgulho”. “Coincidentemente, neste ano celebramos também 25 anos da reconstrução desta casa”, disse ele, acrescentando que o terreno para a construção da sede atual foi adquirido em 1962.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

    Related Post

    KARAOKÊ: Paulistão deve reunir cerca de 600 cantor... A maior festa do karaokê  paulista já tem data e local marcados. Trata-se do Concurso de Karaokê do Estado de São Paulo,mais conhecido como “Paulistão...
    TAIKÔ: Estão à venda ingressos para o espetáculo I...   Já estão à venda ingressos para o Ichariba Choodee (Uma vez juntos para sempre família), em comemoração aos 5 anos do grupo de Taiko de Okin...
    COMUNIDADE: Em seu segundo mandato, Bruno Omori co... O presidente da ABIH-SP – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado de São Paulo –, Bruno Omori, não tem o que reclamar de 2014. O ano, p...
    WORLD BASEBALL CLASSIC: Brasil Mostra ao Mundo Gra...   A seleção brasileira continua mostrando ao mundo o quanto evoluiu nos últimos anos, estreando no grande torneio mundial de beisebol competin...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *