COMUNIDADE: Associação Okinawa do Carandiru celebra sucesso da Festa Japonesa

No último domingo, 9, a AOC – Associação Okinawa do Carandiru, uma das recentes associações nikkeis da zona norte da Capital, realizou a sua 7ª Festa Japonesa na sede social da entidade, situada na rua Aldeia Vinte de Setembro, 70, na Vila Gustavo. Objetivo: angariar fundos para a manutenção da associação, que no próximo mês completa o primeiro aniversário na nova sede, que foi totalmente reformada.

 

Rick Akio, vocalista da Banda Uchina. Foto: Osmar Maeda

Rick Akio, vocalista da Banda Uchina. Foto: Osmar Maeda

 

Como sempre, a festa contou com a participação de inúmeros de colaboradores e voluntários que desde as primeiras horas do domingo trabalharam na arrumação e decoração do salão e no preparo de comidas e pratos típicos.

Quem gostou e aprovou o clima festivo foram os associados, familiares e amigos que dispunham de uma ampla área para assistir às apresentações de música, dança e show da Banda Uchiná, que utiliza semanalmente as dependências da AOC para ensaios.

 

Dança típica okinawana. Foto: Osmar Maeda

Dança típica okinawana. Foto: Osmar Maeda

 

Debora Iha, vocalista da Banda Uchina. Foto: Osmar Maeda

Debora Iha, vocalista da Banda Uchina. Foto: Osmar Maeda

Na cozinha, uma valorosa equipe de mulheres se revezava na elaboração de quitutes e iguarias como yakissoba, tempura, karê e batata frita.

No intervalo da programação, o apresentador anunciou a presença de convidados como a do jornalista Osmar Maeda, assessor do deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB), que estava acompanhado de Toshiaki Tamae, conhecido dirigente da ACE Okinawa Santa Maria.

No seu discurso, o presidente Koshin Chinen falou da alegria em poder realizar a 7ª Festa Japonesa da Associação Okinawa do Carandiru na nova sede social, sonho antigo de todos os dirigentes e associados.

Estiveram presentes também na festa o deputado estadual Jooji Hato (PMDB), o vereador George Hato (PMDB) e Paulo Akinaga, amigo e dirigente da ACE Campo Limpo.

 

George Hato, Nobu Chinen, Koshin Chinen, Jooji Hato e Vitorio Yabiku. Foto: Osmar Maeda

George Hato, Nobu Chinen, Koshin Chinen, Jooji Hato e Vitorio Yabiku. Foto: Osmar Maeda

 

Futebol – Fundada em 1971, a AOC talvez seja a única associação nikkei do Brasil surgida de um time de futebol, conta Willian Iha, dirigente e ex-jogador.

 

Time da AOC (Associação Okinawa do Carandiru). Foto: Osmar Maeda

Time da AOC (Associação Okinawa do Carandiru). Foto: Osmar Maeda

 

A zona norte, em especial os bairros do Carandiru, Jaçanã e Vila Gustavo começaram, no final da década de 60, a receber as primeiras famílias okinawanas vindas de Ilha Grande (RJ), onde mantinham fábricas de sardinha.

Com o declínio dessa atividade, famílias como Chinen, Nakamashi, Iha, Minei, Tonaki, Kora e Moromizato se mudaram para São Paulo, onde iniciaram na atividade do comércio, em especial de pastel. Nas horas vagas, o lazer e diversão desse pessoal era o futebol, esporte preferido da maioria.

 

Osmar, Koshin Chinen e Toshiaki Tamae. Foto: Osmar Maeda

Osmar, Koshin Chinen e Toshiaki Tamae. Foto: Osmar Maeda

 

Alguns membros dessas famílias relutaram em deixar Ilha Grande e abriram pousadas para receber familiares e turistas.

“Foi um período muito bom. Mandávamos nossos jogos no campo do São Sebastião, ao lado do aterro sanitário, onde hoje funciona o Center Norte”, conta William que era atacante do time.

As primeiras reuniões foram feitas na casa dos dirigentes e sedes alugadas. Alguns anos depois, com a melhora financeira das famílias, um grupo de abnegados dirigentes, com a ajuda das famílias, adquiriu, em 1985, um terreno na rua Aldeia Vinte de Setembro, endereço atual. Nesse local,, coberto por lona e madeira, passamos a fazer nossas festas e reuniões.

 

Taça de Okinawa. Foto: Osmar Maeda

Taça de Okinawa. Foto: Osmar Maeda

 

No auge, o time conquistou três títulos do Torneio Okinawa do Brasil e ainda disputou o Torneio Municipal de Angra dos Reis, representando a comunidade nipo-brasileira no Rio de Janeiro.

Em 1987, fizemos um jogo histórico com a seleção de Okinawa. Perdemos por 1 x 0, mas o jogo foi feito para uma troca de taças”, conta Willian, que junto com outros colegas do time da época (o lateral direito Carlos Roberto Minei e o zagueiro Oswaldo Moromizato) faz questão de exibir.

O ponto de encontro da turma era o campo de futebol. Com o passar do tempo, algumas pessoas começaram a sugerir que abríssemos uma sede social onde pudéssemos reunir, comemorar e estreitar o contato entre as famílias.

Por muitos anos, esse terreno funcionou como sede de nossa associação. Até o dia em que o nosso presidente Koshin Chinen assumiu a responsabilidade de construir uma sede para a nossa associação.

 

Vista do salão. Foto: Osmar Maeda

Vista do salão. Foto: Osmar Maeda

 

Depois de alguns anos, com o apoio de associados, familiares e amigos, em novembro de 2015, a AOC – Associação Okinawa do Carandiru ganhou uma bonita e confortável sede social.

Atualmente, o time de futebol da AOC – Associação Okinawa do Carandiru treina e manda seus jogos no campo da Associação Atletica Guapira (www.clubeguapira.com.br), na zona Norte.

 

(Colaborou: Osmar Maeda)

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

JAPÃO POR SILVIA KIKUCHI: Médico se desculpa por p... O caso do brasileiro que foi tratado com violência verbal em hospital de Iwata ganha repercussão na mídia local   “Kuso, shine” (merda, morra...
LINS: Por falar da imigração japonesa… Discursando na solenidade da celebração do centenário em 2008, Guentiro Mizoguti, falecido em 2015, aos 93 anos, com obituário na Folha de S. Paulo, s...
104 ANOS DA IMIGRAÇÃO: Grupo discute Semana da Imi... Para marcar a Semana Cultural da Imigração Japonesa no Brasil, será realizada na Câmara Federal uma exposição sobre o tema. Sob a coordenação da Embai...
COMUNIDADE: Kihatiro Kita ganha placa na Galeria d... Ao sugerir ao então presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Atushi Yamauchi, que ficou à frente da en...

One Comment

  1. Bela história de Vencedores: SUCESSO para Associação Okinawa de Carandiru!!!

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *