COMUNIDADE: Empresa japonesa procura ex-funcionários para encontro no dia 2 de fevereiro

 

Há 25 anos, com a escassez de mão de obra no país, muitas empresas japonesas começaram a recrutar trabalhadores brasileiros. Com a Sumikin Stainless Koukan Kabushiki Gaisha não foi diferente. “Viemos para o Brasil a fim de chamar os jovens descendentes de japoneses. Numa certa época, chegamos a ultrapassar mais de 100. Todos dedicavam-se muito em tempo integral na linha de produção”, conta o ex-presidente da empresa, Baba Zenroku, lembrando que “após três anos, graças a esses jovens, a nossa empresa, que estava prestes a falir, e já obrigada a reduzir pela metade nosso tamanho, conseguiu ser reconhecida mundialmente como a melhor marca de tubo inox do Japão”.

 

O ex-presidente da empresa (foto: divulgação)

 

“Obtivemos grande receptividade das indústrias automobilísticas, de fabricantes de foguetes espaciais e em outras áreas de tecnologias modernas, conseguindo avançar rapidamente a ponto de podermos sustentar a matriz da empresa”, conta o ex-presidente, acrescentando que “ainda fico emocionado e em lágrimas ao relembrar aquela época em que frutificou o grande esforço dos jovens nipo-brasileiros”.

“E ainda tenho muitas lembranças boas e alegres de quando nos reuníamos frequentemente em reuniões de amigos nos salões públicos da cidade, na minha casa, no alojamento dos jovens que tinham deixado a família para trás, nos Festivais de Bon Odori onde ficávamos até altas horas ou ainda no campo de golfe da empresa”, conta Baba Zenroku, destacando que outro dia falou por telefone com um antigo subordinado – atualmente presidente da mesma empresa – e ficou entusiasmado ao saber que ainda trabalham 30 brasileiros na Sumikin.

“Também são esses jovens que estão sendo lideres e ensinando o serviço para os jovens do Japão, formados no ensino médio, que estão ingressando na empresa”, explica Zenroku, afirmando que “fiquei muito emocionado ao receber várias palavras de gratidão.

Como retribuição ao empenho, lealdade e dedicação dos brasileiros, o ex-presidente informa que estará na capital paulista entre os dias 29 de janeiro e 2 de fevereiro, ocasião em que espera aproveitar para reencontrar alguns ex-funcionários que trabalharam com ele naquela época para relembrar momentos inesquecíveis.

Para isso, pede para que, caso alguém tenha trabalhado na Sumikin Stainless Koukan Kabushiki Gaisha naquela época, entrar em contato pelos telefones: 44/3268-9570 (com Shigueru Miyakawa, emMaringá-PR); 11/5011-3607 (com Osamu Nakano, em São Paulo); 11/96585-7368 (com Samuel Ogawa) ou ainda pelo e-mail: greencom.jp@hotmail.com

O encontro está programado para o dia 2 de fevereiro,em São Paulo.

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

VIOLÊNCIA: Vítima de violência, nikkei desabafa: ‘... A médica veterinária Rika Yamane, de 39 anos, passou momentos de terror no último dia 29, quando foi assaltada e violentamente agredida na Praia do Fu...
CIDADES/LINS: Abcel realiza lançamento da 56ª Expo... Foi realizada no dia 13, na Abcel (Associação Beneficente, Cultural e Esportiva de Lins), o lançamento da 56ª Exposição Agrícola de Lins e Região. O e...
COMUNIDADE: Izumu Honda assume presidência do Gaim... Em cerimônia realizada no último dia 12, na Sociedade Civil Hiroshima Kenjinkai do Brasil, no bairro da Liberdade, em São Paulo, foi empossada a nova ...
ELEIÇÃO NO BUNKYO: ‘Nosso principal desafio será t... Conforme antecipado pelo Jornal Nippak, a atual presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Harumi Goya, ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *