COMUNIDADE: Encontro das Entidades Nikkeis elabora manifesto em conjunto

Uma realização da Uces – União Cultural e Esportiva Sudoeste – em parceria com as entidades participantes, o 2º Encontro Entre Representantes Regionais das Entidades Nikkeis do Estado de São Paulo, ocorrido no último dia 7, na Associação Botucalense de Cultura Japonesa, reuniu representantes da Noroeste, Atibaia, Santos, Suzano, Ibiuna, Ribeirão Preto, Uces, São Bernardo do Campo, Mairinque, Botucatu, Ibiuna e Sorocaba. Foi a primeira vez que Botucatu sedia uma discussão com a participação de tantas entidades nipo-brasileiras.

 

2º Encontro Entre Representantes Regionais das Entidades Nikkeis elabora primeiro manifesto em conjunto. Foto: Arquivo Pessoal/Shinichi Yassunaga

2º Encontro Entre Representantes Regionais das Entidades Nikkeis elabora primeiro manifesto em conjunto. Foto: Arquivo Pessoal/Shinichi Yassunaga

 

Na pauta, o projeto da Uces de captar R$ 3 milhões e a reivindicação da Noroeste em receber a família imperial nos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, em 2018, caso a visita venha a acontecer.

Segundo o diretor de Comunicação da Uces, Akio Ogawa, pela primeira vez as entidades nikkeis do interior se mobilizaram em prol de uma proposta. No caso, a realização do Concurso de Karaokê do Estado de São Paulo, o Paulistão de 2017, ainda sem local definido.

“Nos foi encaminhada uma sugestão que o Paulistão do ano que vem deveria ser realizado na capital paulista e por isso solicitamos um orçamento junto ao Bunkyo. Infelizmente, chegamos a conclusão que o preço pedido pelo aluguel é inviável para nós, por isso decidimos, em consenso, reivindicar um preço que achamos mais justo”, disse Ogawa, lembrando que, pelo levantamento apresentado, o aluguel sairia R$ 70 mil, sendo R$ 60 mil pela sexta, sábado e domingo, e mais R$ 10 mil pela utilização do espaço na quinta-feira.

Ogawa disse ainda que, durante o encontro, também foi solicitado para que todas as entidades recebam bem os pesquisadores do Centro de Estudo Nipo-Brasileiro (Jinmonken), que está desenvolvendo uma pesquisa de campo sobre a “comunidade nikkei” no Brasil tendo como alvo as associações nikkeis espalhadas pelo território brasileiro.

Quanto ao projeto de R$ 3 milhões da Uces, Ogawa disse que “foi mais no sentido de mostrar que existem outras formas de captação de recursos”. “Encorajados” pelo empresário Tetsuhito Amano, a Uces conseguiu juntar pouco mais de R$ 1 milhão em três anos e agora parte para um novo desafio proposto pelo mesmo Amano: chegar aos R$ 3 milhões em cinco anos.

Já o pedido da Noroeste para receber um representante da família imperial foi entregue pessoalmente pelo prefeito de Promissão Hamilton Luis Foz (PT) ao embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda, por ocasião de sua visita a Promissão, no dia 21 de abril. “Por enquanto, Promissão foi a única a manifestar interesse em receber um emissário da família imperial. Para a região, seria uma dupla comemoração já que em 2018, além dos 110 anos, Promissão comemora também o Centenário da Imigração Japonesa no Brasil”, disse o presidente da Federação das Associações Culturais Nipo-Brasileiras da Noroeste, Shinichi Yassunaga, que elogiou o encontro.

 

Foi a primeira vez que Botucatu recebeu um evento com representantes de entidades nikkeis. Foto: Arquivo Pessoal.

Foi a primeira vez que Botucatu recebeu um evento com representantes de entidades nikkeis. Foto: Arquivo Pessoal.

 

Estímulo – “Achei interessante. Trata-se de uma oportunidade onde todos os Bunkyos podem manifestar sua opinião”, disse Yassunaga, que também é Representante Regional do Bunkyo “da Capital” – Sociedade Brasileira de Cultura Jasponesa e de Assistência Social.

Segundo ele, o terceiro encontro, marcado para novembro deste ano, também deve acontecer na região Noroeste. “Todos estão gostando deste contato pessoal”, disse Ogawa, lembrando que a primeira edição do Encontro foi realizada há seis meses, na cidade de Campinas. “Para Botucatu também foi importante pois para eles foi uma espécie de incentivo”, destacou Ogawa.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

    Related Post

    FALECIMENTO: Seiti Sacay morre em São Paulo aos 87... Faleceu, no final da tarde desta terça-feira (9), em sua residência, na zona Sul de São Paulo, Seiti Sacay. Engenheiro, Seiti Sacay nasceu no dia 18 d...
    COPA DO MUNDO: Entidades nikkeis criam Comissão pa...   Em entrevista coletiva em que os organizadores tentaram seguir “os padrões internacionais” – com direito a apresentação em telão e a mesa de...
    ARTES: Shima apresenta a performance “Diálog...   O performer e artista plástico nikkei Shima apresenta no próximo dia 18 (sábado), a partir das 15h, na Galeria Mezanino, no bairro da Liberd...
    18º FESTIVAL DO JAPÃO Onde: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center (Rod. dos Imigrantes, km 1,5/SP) Dias 24, 25 e 26/07/2015 Horário: sexta - das 12h às 21...

    One Comment

    1. Essas entidades Nikkeis sao tudo racistas. Podem reparar que os mestiços nao tem vez.

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *