COMUNIDADE: ‘Faria tudo outra vez’, afirma embaixador sobre o Hanabi

No último dia 12, tão logo terminou a queima de fogos de artifício no Autódromo de Interlagos (zona Sul de São Paulo), o embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda, pôde, enfim, respirar aliviado. “Fiquei maravilhado e, ao mesmo tempo, aliviado. Estava realmente muito preocupado desde o início pois este está sendo um ano muito difícil e felizmente deu tudo certo”, disse o embaixador referindo-se ao Hanabi Matsuri, o ponto alto das comemorações dos 120 Anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão.

 

resized_ABRE

Banda japonesa formada só por mulheres, Ore Ska Band agitou o público em Interlagos (Foto: Aldo Shiguti)

 

A expectativa era receber cerca de 20 mil pessoas. No entanto, a garoa e o frio acabaram prejudicando a presença de público. Apesar disso, de acordo com estimativas dos organizadores, compareceram cerca de 10 mil pessoas, que colaboraram com um quilo de alimento não perecível.

Os produtos foram entregues para quatro entidades assistenciais da comunidade nipo-brasileira – Yassuragui Home, Assistência Social Dom José Gaspar Ikoi-No-Sono, Associação Pró-Excepcionais Kodomo-No-Sono e Sociedade Beneficente Casa da Esperança “Kibô-No_Iê” – além da Fundação Cafu .

 

resized_FOTO6

Cerimônia de abertura do Hanabi Matsuri (Foto: Aldo Shiguti)

 

O espetáculo só foi possível graças ao empenho pessoal do próprio embaixador e também do Consulado Geral do Japão em São Paulo. Ainda bastante emocionado, Kunio Umeda explicou que um espetáculo deste porte, que teve 4.500 disparos e 20 minutos de duração, é um acontecimento raro até mesmo no Japão. “Este festival foi um verdadeiro show de amizade entre os dois países porque foi feito por técnicos japoneses com produto brasileiro”, destacou Umeda.

 

resized_foto8

O embaixador e Walter Ihoshi (Foto: Aldo Shiguti)

 

Indagado pela reportagem do Jornal Nippak se faria tudo novamente, Umeda não hesitou. “Se fosse para ter este resultado, faria”, disse ele, acrescentando que ficou muito feliz com a presença de muitos não descendentes de japoneses em Interlagos.

 

resized_foto 7

Cônsul e embaixador com Koshino e convidados (Foto: Aldo Shiguti)

 

Ao final, Kunio Umeda disse apenas um “muito obrigado”. “Esse festival só se tornou realidade pela comunhão de forças. Só tenho a agradecer às muitas pessoas que colaboraram para que o evento se tornasse realidade”, disse o embaixador.

 

resized_IMG_0010

Takahiro, Takai e Junko (Foto: Aldo Shiguti)

 

Apesar de a queima de fogos ter ocorrido por volta das 20h14, quem chegou mais cedo teve oportunidade de conferir uma série de atrações, como shows com as bandas japonesas Kao=s e a grande surpresa, a Oreskaband. Do lado brasileiro, a cantora mirim Yasmin Yamashita e a Família Lima, que antecedeu o espetáculo pirotécnico, além da Banda Animadness, encenação da peça Madame Butterfly, Parada Taikô e o Wadaiko Sho esquentaram o público.

 

resized_FOTO5

Parada Taiko no Hanabi Matsuri (Foto: Aldo Shiguti)

 

 

Senna – A programação também contou a réplica oficial da McLaren equipada como motor Honda usada pelo piloto brasileiro Ayrton Senna. Com o modelo MP4/5, que esteve pela primeira vez no o Brasil,  a equipe McLaren conquistou 4 títulos, sendo dois de construtores e mais dois de pilotos – incluindo o de Senna em 1990. Com ele, o brasileiro conseguiu seis vitórias (San Marino, Mônaco, México, Alemanha, Bélgica e Espanha), um segundo lugar (Hungria) e 13 pole positions. E foi no dia 13 de setembro – um dia depois do Hanabi Matsuri – de 1992, ainda na Mclaren, que Senna venceria o Grande Prêmio de Monza. Muitos fãs aproveitaram para matar a saudade de um dos maiores ídolos do esporte brasileiro.

 

resized_FOTO 3

Wadaiko Sho prendeu a atenção do público (Foto: Aldo Shiguti)

 

 

Abertura – A noite já começava a cair quando as autoridades subiram ao palco para a cerimônia de abertura. Estiveram presentes o embaixador Kunio Umeda, o cônsul geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae; o deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB); o presidente do Instituto Brasil-Japão de Integração Cultural e Social, Roberto Nishio; o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, Toshifumi Murata; o presidente Yakult do Brasil, Ichiro Amano, e a designer Junko Koshino.

 

resized_foto2

Banda japonesa Kao=s foi outra atração (Foto: Aldo Shiguti)

 

Em seu discurso, Kunio Umeda disse que a Comissão Organizadora Nacional dos 120 Anos de Amizade Japão-Brasil certificou mais de cem eventos alusivos à data e o Hanabi Matsuri é um dos mais importantes dentre todos. Junko Koshino explicou que vem trabalhando com desenho de fogos de artifício há pouco mais de sete anos e lembrou de sua relação com a cultura brasileira, que se intensificou neste ano com sua presença no desfile da escola de samba paulistana Águia de Ouro, que homenageou os 120 Anos de Amizade entre as duas nações no Anhembi.

Muito aplaudido, o presidente da Yakult do Brasil destacou que há muitos anos estava se dirigindo para aquele mesmo autódromo onde aconteceria um espetáculo semelhante, mas não conseguiu chegar a tempo devido ao caótico trânsito paulistano.

“Tive que ver da Marginal. Hoje, depois de tanto tempo, vejo que de lá para cá as vias de São Paulo melhoraram”, observou Amano, que ressaltou as dificuldades econômicas enfrentadas pelo país. Ele encerrou sua fala afirmando que, assim como o Brasil melhorou em alguns aspectos, também vai encontrar a saída para a crise atual.

 

resized_foto 4

Família Lima foi a última atração a pisar no palco (Foto: Aldo Shiguti)

 

Taro Aso – Também foi lida uma mensagem enviada pelo ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, na qual o presidente da Liga Parlamentar Japão-Brasil explica que gostaria de ter vindo ao Brasil mas infelizmente não pôde estar presente. Taro Aso destacou que, apesar da distância geográfica que separam os dois países, Brasil e Japão tem uma história de mais de cem anos e cuja conexão foi construída de várias formas, entre as quais citou o Prodecer (Projeto de Cooperação Nipo-Brasileira para o Desenvolvimento dos Cerrados). Ele finalizou sua mensagem afirmando que o fluxo entre os dois países deve ser ainda mais intenso nos próximos anos com os Jogos Olímpicos e Paralímpicos da Rio 2016, e quatro anos depois, com as Olimpíadas em Tóquio.

 

 

Também marcaram presença em Interlagos o deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP), o vereador Aurélio Nomura (PSDB), a presidente do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social, Harumi Goya, e a vocalista da banda Pato Fu, Fernanda Takai.

A queima de fogos começou às 20h14, sob uma incessante garoa, mas o público não arredou pé do autódromo. Os fogos foram sincronizados com sucessos brasileiros e japoneses escolhidos pelo filho da designer Junko Koshino e mesclou hits como “Mas que nada”, de Jorge Ben Jor, o samba-enredo deste ano da Águia de Ouro, e “Nada Sou Sou”, da Banda Begin. Quem foi certamente não se arrependeu.

 

Uma amostra de como foi o Hanabi Matsuri, ontem, no Autódromo de Interlagos. Gratidão ao país que acolheu nossos antepassados.
Por Aldo Shiguti

Posted by Aldo Shiguti on Domingo, 13 de setembro de 2015

 

 

Mais um projeto terminado!! Felizmente o show de Hanabi foi um sucesso!!! Mesmo com o super frio muitas pessoas aguentaram até o final para se emocionar com esse “grand finale”.
Quero agradecer a equipe Flames pelo empenho e profissionalismo!!!
Gravei esse vídeo que coincidentemente é meu próximo desafio!! Begin!!! Emocionante!!

Posted by Claudio Kurita on Domingo, 13 de setembro de 2015

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    Related Post

    MÚSICA: Keiko Haruno apresenta Rokyoku no Hiroshim... A artista Keiko Haruno (Foto: divulgação) A artista japonesa Keiko Haruno faz uma exclusiva apresentação de Rokyoku neste sábado (10), no Centro C...
    CIDADES/MONTES CLAROS: Defesa Civil Estadual de MG... O município de Montes Claros (MG) deve ganhar uma estação sismográfica fixa para monitoramento de tremores de terra. A novidade foi anunciada durante ...
    KARAOKÊ: Liga Centro-Oeste realiza a Seletiva para...   Miki Ojima também está classificada (Foto: Celia Kataoka)   A cada ano, o número de cantores aumenta na Liga Centro-Oeste da Can...
    COPA DO MUNDO: Entidades nikkeis criam Comissão pa...   Em entrevista coletiva em que os organizadores tentaram seguir “os padrões internacionais” – com direito a apresentação em telão e a mesa de...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *