COMUNIDADE: Festival do Japão de 2015 pode fazer parte das comemorações dos 120 anos do Tratado de Amizade

 

Se depender do empenho do cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima, o Festival do Japão de 2015 pode fazer parte das comemorações dos 120 do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação entre o Japão e o Brasil, assinado em 1895. Pelo menos foi o que ficou demonstrado na última segunda-feira (3), durante audiência com o governador Geraldo Alckmin (PSDB) em que participaram também o presidente do Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), Akinori Sonoda; o diretor da entidade, Toshio Ichikawa; e o presidente da Comissão Executiva do 17º Festival do Japão, Yasuo Yamada. A comitiva esteve acompanhada do deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB) e da presidente em exercício do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Harumi Goya.

 

Audiência (foto: divulgação)

 

O encontro, realizado no Palácio dos Bandeirantes, foi agendado pelo deputado Hélio Nishimoto a pedido dos dirigentes do 17º Festival do Japão após as mudanças propostas pelo novo concessionário do espaço Imigrantes Exhibition & Convention Center (antigo Centro de Exposições Imigrantes), que tem projeto de instalação de grande centro exposições e eventos no local.

O espaço, que antes era administrado pelo consórcio brasileiro Agrocentro, passou a ser controlado pelo grupo francês GL Events, que fará a gestão por 30 anos. Com as mudanças, a Comissão Organizadora da 17ª edição daquele que é considerado o maior evento da cultura japonesa da América Latina cogitou transferi-lo de local e até mesmo não realizá-lo este ano, conforme revelou o Jornal Nippak em uma série de matérias publicadas no final do ano passado.

Durante a negociação com os novos gestores, surgiram duas dificuldades: a data e o preço do aluguel, já que os antigos “proprietários” cobravam um preço abaixo da tabela. Depois de algumas idas e vindas, a locação do espaço que era de R$ 300 mil em 2013, passou para R$ 580 mil, em 2014.

“O significativo reajuste nesse curto espaço criou uma série de dificuldades para a organização. Por isso, solicitamos a interferência do deputado Hélio Nishimoto junto ao governador Alckmin, que tem apoiado os grandes eventos culturais da comunidade”, afirmou Toshio Ichikawa, da comissão executiva.

 

Consul Geral do Japão, Governador e dirigentes (foto: divulgação)

 

No encontro marcado pela cordialidade, o governador Geraldo Alckmin falou de sua admiração e apreço pela cultura e a comunidade nipo-brasileira e colocou-se à disposição para ajudar na realização do tradicional Festival do Japão. Após ouvir as considerações do deputado Hélio Nishimoto e os dirigentes, o governador encaminhou o assunto para o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Júlio Semeghini, que informará o deputado Hélio Nishimoto sobre a melhor solução.

De acordo com Hélio Nishimoto surgiram duas novidades que podem ajudar o Kenren. A primeira é a revisão de contrato com a concessionária. “Existe a possibilidade de o Júlio Semeghini tentar negociar valores melhores. “Estamos checando também a informação que, durante o processo de licitação do Centro de Exposições Imigrantes, o Governo do Estado reservou quatro datas para seu uso durante o ano e a ideia é incluir o Festival do Japão como um dos eventos contemplados”, explicou Nishimoto.

Para Ichikawa, a proposta da audiência era “sensibilizar o governador para criar algum mecanismo que facilite a realização do Festival do Japão, que tem um caráter cultural muito forte”.

“A verdade é que o Kenren realizará o Festival do Japão deste ano mesmo correndo o risco de não poder cobrir o aumento da locação do espaço. Se por acaso não conseguirmos bem zerar receitas e despesas, dificilmente conseguiremos realizar o Festival do Japão do próximo ano”, admite Ichikawa, lembrando que em2015 aGL deve adotar os mesmos valores dos grandes centros de exposições, o que tornaria inviável a realização do festival naquele local.

Ou seja, antes de pensar em inserir o Festival do Japão nas comemorações dos 120 Anos do Tratado de Amizade Brasil-Japão, a preocupação do Kenren é assegurar a realização do evento em 2015.

“O importante é que o governador demonstrou boa vontade em ajudar, de uma forma ou de outra”, destacou Nishimoto, que também empenhou emenda parlamentar para a realização do Festival do Japão deste ano.

 

Consul Noriteru Fukushima, entrega presente ao Governado Geraldo Alckmin (foto: divulgação)

 

Sakura Matsuri – Harumi Goya, presidente em exercício do Bunkyo, aproveitou o encontro para convidar pessoalmente o governador para a  18º Festival das Cerejeiras Bunkyos – Sakura Matsuri, programado para os dias 28 e 29 de junho no Centro Esportivo Kokushikan Daigaku, na cidade de São Roque – SP. Como cortesia, Noriteru Fukushima presenteou o governador com uma peça de cerâmica japonesa.

 

(Aldo Shiguti)

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

UTOKYO FORUM 2013: USP e Universidade de Tóquio de...   A Universidade de Tóquio, em parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e com o Consulado Geral do Japão em São Paulo, promove nos dias ...
BENEFICENTE: Las Cuatro Estaciones Porteñas une ta... Tango Argentino, dança flamenca, taikô e mímica são os destaques do musical dirigido por Iván Serra, Las Cuatro Estaciones Porteñas, inspirado na músi...
EM DEFESA DAS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA: Câmara dos Dep... A Câmara dos Deputados realiza hoje (17), das 9 às 13 horas, no Auditório Freitas Nobre (Anexo IV), Seminário em Defesa das Vítimas de Violência. Um d...
FEIRA DE LIVROS: Comissão de Biblioteca e Filmes d...   No dia 28 de outubro, a Comissão de Biblioteca e Filmes do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) vai rea...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *