COMUNIDADE: Fukuoka Kenjikai comemora 15 anos da doação dos primeiros taikos pela Província de Fukuoka

Presença indispensável em qualquer evento da comunidade nipo-brasileira, a origem do taiko no país teve início em março de 2002, quando a Província de Fukuoka doou seis tambores para a Associação Fukuoka do Brasil. Para celebrar a data, o Kenjinkai de Fukuoka realizou uma cerimônia de agradecimento no último dia 17, na sede da Acal – Associação Cultural e Assistencial da Liberdade, no bairro da Liberdade, em São Paulo, que contou com a presença do presidente da Acal, Hirofumi Ikesaki, e do presidente da Federação de Sakura e Ipê do Brasil, Pedro Yano, um dos responsáveis por esta parceria e considerado um principais incentivadores do taiko nacional.

 

Fukuoka Kenjikai comemora 15 anos da doação dos primeiros taikos. Foto: Aldo Shiguti

 

Na ocasião, foram homenageadas 29 personalidades, sendo 7 do Japão – que contribuíram para viabilizar as doações – e 22 do Brasil, entre eles o representante comercial do Jornal Nippak, Takio Otaki.

 

Diretoria da Associação Fukuoka, Ikesaki e Pedro Yano. Foto: Aldo Shiguti

 

Segundo o presidente do Fukuoka Kenjinkai, Inácio Hirayama, “quando o projeto teve início, ninguém poderia imaginar que o taiko alcançaria o sucesso que alcançou hoje”. Segundo ele, essa parceria possibilitou a vinda de um instrutor da Jica (Japan International Cooperation Agency), Yukihisa Oda, que acabou ajudando nos primeiros passos para a difusão do taiko no Brasil. “Esses taikos serviram de base para as primeiras orientações”, conta Hirayama, lembrando que os tambores foram todos recuperados.

 

Tambores foram totalmente recuperados. Foto: Aldo Shiguti

 

“O mais importante é que o taiko é uma importante ferramenta para disseminar valores da cultura japonesa como trabalho em equipe, respeito e discplina”, diz Akio Ogawa, lembrando que um dos momentos mais marcantes do taiko no país foi em 2008, na cerimônia oficial do Centenário da Imigração Japonesa no Anhembi, em São Paulo, quando 1200 tocadores fizeram uma apresentação histórica para o príncipe Naruhito.

 

Takio Otaki com o presidente do Fukuoka Kenjinkai. Foto: Aldo Shiguti

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

    Related Post

    ESPECIAL: Público e parceiros fortes garantem suce...   Realizado nos dias 7 e 8 pela Acenbo – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Osasco, em sua sede, a quinta edição do Japan Mats...
    CULINÁRIA JAPONESA: ABGJ busca preservar as raízes... Com o objetivo de “preservar as raízes da milenar culinária japonesa, evitando assim a descaracterização de suas origens e consequentemente a perda de...
    POLÍTICA: Presidente do PMDB de Sinop, Jorge Yanai...   O ex-suplente de senador e médico Jorge Yanai foi eleito, no último dia 25, o novo presidente do Diretório do PMDB de Sinop (MT). A chapa fo...
    LONDRINA: Londrina e Nishinomiya fortalecem laços ... Depois de 37 anos de irmandade e intercâmbio cultural, as cidades de Nishinomiya e Londrina (PR) deram o primeiro passo para parcerias comerciais. Coo...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *